domingo, 29 de agosto de 2010

Pr. Josué Brandão esquece os problemas de saúde e prega com fervor

Mensagem pelo pastor Josué Brandão


Ele encerrou a Convenção Estadual 2010


Apesar de ainda não estar com a saúde totalmente restabelecida, o pastor e conferencista internacional Josué Brandão (Bahia) fez um esforço – levando em consideração o carinho que tem pelo ministério local – e foi preletor do encerramento da Convenção Estadual da Assembleia de Deus, em comemoração aos 95 anos da igreja em Alagoas. Nesta noite, ele falou sobre aqueles aspectos em que os cristãos mudaram.

A pregação foi acompanhada atentamente pelos cerca de 12 mil espectadores presentes ao Castelo do Desfiladeiro, em Rio Largo, onde acontece o maior evento da igreja, desde a noite de quarta-feira. O pastor Brandão aproveitou o momento em que tantas pessoas se reuniam para transmitir uma mensagem de alerta.

Ele fez a leitura bíblica no livro de Apocalipse (Revelação), no capítulo dois e os versículos quatro e cinco. O texto diz: “Tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor. Lembra-te, pois, de onde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; quando não, brevemente a ti virei e tirarei do seu lugar o teu castiçal, se não te arrependeres”.

Os dois versículos faziam parte do recado do Espírito de Deus à igreja de Eféso e deste trecho foram extraídos três tópicos se referindo aos aspectos de mudança da igreja contemporânea.

O primeiro aspecto, segundo ele, é que a igreja atual mudou na prioridade do poder, o qual por nada é substituído. Ele citou o exemplo de Moisés que desceu do monte Sinai, depois de falar face a face com Deus, e a glória do Senhor resplandecia em seu rosto. Porém, após um tempo, o personagem continuou usando o véu que impedia de as pessoas ver a resplandecência.

“Mas a glória já havia se perdido. Era um artifício para maquiar a situação. Estamos perdendo o poder e inventando formas para enganar o povo. Mas a nossa alma sabe distinguir o poder do artifício”, refletiu o pregador. Ele ainda completou que os que não tem poder na vida não passa de passa de “lata vazia, apenas de um aspecto da religiosidade”.

O pastor Brandão também disse que a perseverança tem sumido do povo de Deus. Segundo ele, os discípulos perseveravam na doutrina e no partir do pão. E esta atitude fazia com que eles crescessem espiritualmente. “Estamos hoje na doutrina do evangelho fácil. As escrituras aquecem o coração, fazem a alma ferver diante de Deus. A Igreja não abre mão da sã doutrina”, ensinou.

Já de pé, ao encerrar a mensagem, ele citou o terceiro aspecto que não é encontrado com frequência na igreja. De acordo com o pregador, o povo tem perdido o amor pelas almas, o que, na opinião dele, é inadmissível.

“A igreja deste século perdeu a paixão pelo evangelismo. Vejo igrejas que vibram quando um paralítico anda e não reagem quando uma alma se converte. Jesus não morreu para curar os paralíticos, morreu para salvar os pecadores. A prioridade de Deus é que a Igreja seja ganhadora de almas em potencial”, explicou.

Mesmo destacando estes três aspectos, o preletor também fez comentários sobre o atual crescimento da Igreja – ele frisou que é de 6% ao ano, quando na década de 1960 esse índice era bem maior. Ele ainda citou alguns versículos que trazia a quantidade de membros na Igreja Primitiva.

Ao final, duas almas aceitaram Jesus e o ambiente foi invadido pela glória de Deus.

Saúde

O pastor Josué Brandão, assim que teve a oportunidade nesta noite, explicou o porquê de não ter estado antes na Convenção da Assembleia de Deus em Alagoas. Vale destacar que ele era o convidado para pregar na noite desta sexta-feira. Porém, o ministro explicou que está com a saúde debilitada desde o domingo passado, quando teve uma crise e precisou de atendimento de urgência.

No dia seguinte, ele voltou a passar mal e novamente foi atendido pelos médicos rapidamente. Nesta semana, a visita ao hospital se repetiu por três vezes. Prestes a vir para Alagoas, já no aeroporto, mais uma vez sentiu um mal estar e foi atendido por uma médica, que recomendou o repouso absoluto.

“Queria estar aqui em Alagoas desde quinta-feira. Mas atendi ao apelo dos médicos e fiquei em casa ontem. Mas hoje disse para mim mesmo que teria de fazer um esforço para retribuir ao carinho que tenho pelo ministério assembleiano deste Estado”, relatou. O pastor Brandão disse que ainda não estava com a saúde totalmente restabelecida e pediu as orações da Igreja.


Fonte:http://www.jneweb.com.br/
Postado em 29 de agosto de 2010

0 comentários:

Postar um comentário

DINAMI: Dia Nacional de Missões

DINAMI: Dia Nacional de Missões

Janela 10/40 O Maior Desafio Missionário da Atualidade.

Janela 10/40 O Maior Desafio Missionário da Atualidade.

Seguidores

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More