Pastor-presidente: “Precisamos manter acesa a Torre dos Fornos!”

O culto de doutrina desta terça-feira (17) no templo-sede da Assembleia de Deus em Alagoas teve uma mensagem edificadora ministrada pelo pastor-presidente José Orisvaldo...

Famílias são expulsas de suas próprias casas por serem evangélicas, no México

Sete famílias evangélicas passaram a viver numa adega abandonada após serem expulsos de sua aldeia no México, por causa de sua fé. Os cristãos foram expulsos da comunidade Tuxpan de Bolaños, no...

Eles disseram: “cuspa na cruz ou morra”

A planície de Nínive, uma área que abrigava muitos cristãos, está devastada. Há mais de dois anos que milhares de pessoas tiveram que deixar o local por conta da...

O trabalho para manter a igreja na Indonésia

O trabalho da Portas Abertas na Indonésia já está completando 20 anos e para celebrar essa data tão especial haverá uma série de conferências e comemorações. Existem vários...

Notícias de uma jovem cristã que foi agredida

No final do ano passado, pedimos orações por Sitora*, uma jovem de 17 anos, recém-convertida ao cristianismo, que vive no Tajiquistão. Ela foi agredida pelo próprio irmão, quando ele...

Igreja nigeriana enfrenta a pobreza extrema

Os constantes ataques do grupo extremista Boko Haram, na região Norte da Nigéria, foram responsáveis por um grande desastre humanitário. No estado de Yobe, um dos mais afetados, os...

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Quem está livre da difamação de um falso amigo?

 
falso amigo

Postado por Mariano Siqueira 

É indiscutível a necessidade que as pessoas têm de relacionar-se nessa vida, trata-se de algo essencial.
 Afinal, o homem é um ser sociável!
 Em verdade, iniciamos essa arte no lar, depois partimos para os demais segmentos da sociedade.
 E, durante a caminhada, surgirão aqueles com os quais iremos ter mais afinidades e, desse modo, alguns certamente se tornarão amigos.
 No entanto, nem por isso, o bom relacionamento com os tais não está imune de discordâncias.
 Pois se isso nunca acontecesse, não seríamos humanos, mas meros robôs.
 É claro que isso dentro do respeito mútuo.
 Agora, é por demais cruel, quando você confia que outrem é seu amigo e, com o passar do tempo, descobre que o mesmo fez ou faz campanha de modo velado difamando o seu bom nome.
 E o pior é quando aquilo foi invenção daquela mente doentia.
 Ora, quando surge uma situação conforme a mencionada acima, vinda de alguém que não faz parte de sua intimidade, não se desconhece que dói.
 Contudo, quando surge de pessoa que se tem como especial, é bem mais dolorido.
 E, como devemos tratar quem faz isso com a gente, mesmo que seja irmão em Cristo, ou não?
 O melhor caminho é afastar-se dele, não esquecendo de apresentá-lo em oração, para que venha ser liberto das cadeias malignas que os laçou.
 É fundamental, porém, nunca pensarmos que estamos livres de fazermos a mesma coisa, porque também somos falíveis.
 Todo o cuidado é pouco (Marcos 14.38).
 Portanto, reflitamos sobre o que nos dizem as seguintes passagens bíblicas: Êxodo 20.16; Mateus 7.12.

Texto de Tadeu de Araújo 

Postado: 19 de janeiro de 2017

Famílias são expulsas de suas próprias casas por serem evangélicas, no México

 
 Sete famílias evangélicas passaram a viver numa adega abandonada após serem expulsos de sua aldeia no México, por causa de sua fé.


Sete famílias evangélicas passaram a viver numa adega abandonada após serem expulsos de sua aldeia no México, por causa de sua fé. Os cristãos foram expulsos da comunidade Tuxpan de Bolaños, no estado de Jalisco, por meio de uma votação dos residentes.

 Rosa Blanca Vazquez de la Rosa estava entre os evangélicos excluídos da comunidade. "Fomos colocados em vans e nos deixaram fora da comunidade", disse ela ao site World Watch Monitor. "Não tínhamos nada mais do que as roupas do nosso corpo".

 O sofrimento dessas famílias representa mais um exemplo da luta travada pelos evangélicos em áreas rurais do México, compostas por uma população de maioria católica. Segundo a organização Portas Abertas, as famílias foram expulsas de suas casas devido "motivos religiosos".

 "Por eles serem evangélicos, os líderes indígenas os consideraram incompatíveis com a sua cultura e tradições religiosas", disse o representante da Portas Abertas na América Latina, Dennis Petri.

 Dennis questiona se os 2 mil moradores de Tuxpan de Bolaños tinham base jurídica para despejar essas famílias. "Os líderes indígenas dizem que têm autoridade, protegida pela Constituição Federal, de governar o local com base em seus usos e costumes", conta. "Ao mesmo tempo, a Constituição Federal também garante a liberdade de religião e os direitos humanos — você não pode forçar alguém a sair de casa por nenhum motivo, incluindo os religiosos".

 No ano passado, Rosa e outras famílias passaram a viver em abrigos temporários fornecidos pelo governo. A adega é a última.

 Ela disse que tentou retornar à sua aldeia, mas encontrou resistência. "Eles atiraram pedras contra a casa onde a gente dormia, tentaram arrombar a porta e o telhado", relata.

 Por esta razão, algumas famílias estão com medo de voltar para casa e querem ser realocadas. "O governo do estado não sabe o que fazer, porque se decidir que o grupo deve voltar para casa estará violando a autonomia indígena, mas caso contrário, estarão violando os direitos humanos e a liberdade religiosa", disse Dennis.

 "Por esta razão, a estratégia da aldeia é simplesmente esperar, tentando ganhar tempo e esperando que as famílias provavelmente percam a esperança e simplesmente se mudem para outro lugar", acrescentou.



Postado: 19 de janeiro de 2017

AD Piabas realiza 15ª Edição da Escola Bíblica de Férias

 
 O evento aconteceu de 11 a 15 de Janeiro

 Piabas - AL
A Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Piabas, que tem a direção do pastor José Sebastião dos Santos Filho, realizou no mês de janeiro a 15ª Edição da Escola Bíblica de Férias (EBF).

 Na programação foram trabalhados três temas distintos orientados para os adultos, crianças, jovens e adolescentes.

 O evento teve o apoio da superintendência da Escola Bíblica Dominical, representada pelo presbítero Francisco das Chagas e pelo auxiliar Josafá Joaquim da Silva, além dos irmãos e irmãs que se dedicaram para a realização de mais uma EBF.



Postado: 19 de janeiro de 2017

Pastor-presidente: “Precisamos manter acesa a Torre dos Fornos!”

 
 Culto de doutrina na igreja sede tem mensagem sobre a purificação por meio do Fogo Celestial


 Maceió - AL
O culto de doutrina desta terça-feira (17) no templo-sede da Assembleia de Deus em Alagoas teve uma mensagem edificadora ministrada pelo pastor-presidente José Orisvaldo Nunes de Lima. Um momento devocional abriu a noite com a participação da Messiah Big Band, do Quarteto Alfa e dos cantores convidados.

 Auxiliado pelo pastor Múcio Arruda, o pastor-presidente desenvolveu a doutrina inspirado na restauração da cidade de Jerusalém, mais especificamente na reconstrução da Torre dos Fornos. Ele destacou que a igreja é a Jerusalém Celestial e que precisa da Torre dos Fornos sempre acesa com o fogo do Espírito.

 “Precisamos ter uma torre pegando fogo de dia e de noite ou nos faltará pão quente. Busquemos o fogo que vem dos céus para que sejamos participantes da natureza divina!”, alertou o pastor.

 Em seguida, o ministro falou sobre a propriedade purificadora do Fogo Espiritual, capaz de queimar toda imundície e santificar o homem, trazendo a natureza de Deus. Por fim, o avivamento da igreja foi destacado como resultado do “abrasamento” dos seus líderes, representados pela tribo sacerdotal de Levi.

 “Deus irá purificar a igreja iniciando com os filhos de Levi, que são os profetas, os dirigentes, os obreiros e os líderes. Todos nós precisamos deste fogo, mas a Torre dos Fornos está esquentando para nos dar o arrependimento dos nossos pecados!”, exclamou.

 Ao final da mensagem, foi feito o convite àqueles que estavam afastados dos caminhos do Senhor e, para glória de Deus, duas pessoas aceitaram a Cristo como salvador. Eles receberam uma oração de vitória pelo pastor Jairo Clementino e, em seguida, o pastor José Orisvaldo Nunes despediu a igreja com a bênção apostólica.



Postado: 19 de janeiro de 2017

Pr. Erivaldo Teixeira é o novo dirigente da Assembleia de Deus no Benedito Bentes 1

 
 O pastor Edmilson Teixeira se despede para assumir a congregação da Santa Lúcia


Maceió - AL
No dia 13 de Janeiro, o pastor Erivaldo Teixeira dos Santos tomou posse como novo dirigente da Assembleia de Deus no Benedito Bentes 1. Ele substitui o pastor Edmilson Teixeira, que já está conduzindo a congregação da Santa Lúcia.

 A igreja estava lotada para receber o novo líder e o pastor Erivaldo Teixeira externou sua satisfação em poder conduzir o rebanho e dar continuidade ao trabalho do pastor Edmilson, que esteve presente na ocasião. O pastor Severino Rodrigues, 2º vice-presidente da Igreja e dirigente da Assembleia de Deus da Cohab, representou o pastor-presidente José Orisvaldo Nunes de Lima e moderou a cerimônia de posse.

 "Para mim é uma honra pastorear uma igreja conceituada e abençoada como o Benedito Bentes 1, representando nosso pastor-presidente reverendo José Orisvaldo Nunes de Lima. Com certeza, Deus irá nos abençoar poderosamente", afirmou o pastor Erivaldo.

 O culto contou também com a presença de vários obreiros de Coronel Paranhos, Acauã e Fernandez, onde o pastor Erivaldo já foi dirigente. O juiz de direito Dr. Arnaldo Pedrosa, que hoje trabalha na Ilha de Marajó (PA), também prestigiou o amigo com sua presença, juntamente com sua esposa, irmã Meire.



Postado: 19 de janeiro de 2017

Vamos Orar

 


INDONÉSIA (43º)

 A Portas Abertas na Indonésia completou 20 anos.
 Ore por esse período de celebrações e conferências. Peça a Deus para continuar abençoando as viagens de campo e que todos os eventos sejam feitos com a proteção do Espírito Santo.



Postado: 19 de janeiro de 2017

Eles disseram: “cuspa na cruz ou morra”

 
 O medo ainda reflete dos olhos de Zarefa*, mas ele já consegue compartilhar sobre suas dolorosas experiências


 Iraque
A planície de Nínive, uma área que abrigava muitos cristãos, está devastada. Há mais de dois anos que milhares de pessoas tiveram que deixar o local por conta da invasão do Estado Islâmico (EI). Existem muitas histórias sobre os constrangimentos e humilhações que os seguidores de Cristo tiveram que enfrentar sob as regras do grupo extremista islâmico.

 Nem todos os cristãos tiveram a oportunidade de fugir quando o EI capturou suas cidades, em 2014. O idoso iraquiano Zarefa, por exemplo, teve que ficar para trás. Ele foi preso e forçado a se converter ao islã. O medo ainda reflete de seus olhos, mas ele já consegue compartilhar sobre suas dolorosas experiências.

 "Eles disseram: ‘cuspa na cruz ou morra’. Eu tentei explicar que isso era pecado, mas eles retrucaram. ‘Você não vê que eu tenho uma arma?’. Então eu percebi minha fraqueza e pedi perdão ao Senhor, clamando que ele se vingasse por mim." A vergonha ainda é visível na face de Zarefa quando ele se lembra da cena, mas agora ele é um homem livre, tentando se recuperar dos traumas causados durante esses dois anos que viveu nas mãos dos militantes islâmicos. "Eu nunca me converti ao islã de coração, Deus sabe disso", conclui o cristão.

 *Nomes alterados por motivos de segurança.

 Pedidos de oração

 Enquanto Zarefa se recupera, ore por ele e por todos os demais cristãos que viveram experiências semelhantes.

 Interceda pelos cristãos iraquianos perseguidos e pela igreja que permanece estabelecida no país.

 Ore também pelos perseguidores para que sejam impactados pelo amor de Cristo.

 Leia também
"Estamos tristes, mas não desesperados"
Casas de cristãos são queimadas



Postado: 19 de janeiro de 2017

DINAMI: Dia Nacional de Missões

DINAMI: Dia Nacional de Missões

Janela 10/40 O Maior Desafio Missionário da Atualidade.

Janela 10/40 O Maior Desafio Missionário da Atualidade.

Seguidores

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More