segunda-feira, 7 de novembro de 2016

ESPECIAL MISSÕES| Missionária Joseane Ferreira escreve a Alagoas sobre a obra Moçambique

 
 Ela fala sobre o trabalho desenvolvido com jovens africanos, visitas realizadas aos distritos e agradece o apoio da igreja em Alagoas


 Moçambique

RELATÓRIO PARA ASSEMBLÉIA DE DEUS EM ALAGOAS

 Distrito de Cuamba, Niassa, Moçambique 05 de Novembro de 2016.

 "Primeiro quero agradecer a Deus por ter me chamado para esta missão e estar cumprindo o Ide de Cristo, no qual me preparou todos esses anos para que um dia sua promessa fosse cumprida em minha vida neste país chamado Moçambique. Agradecer a minha igreja de Alagoas a minha igreja mãe na pessoa do meu Pastor Presidente Rev. José Orisvaldo Nunes, ao secretário de missões Pr. Sebastião Oliveira, ao meu co-pastor Pr. Herman Trindade, enfim a todo ministério por ter me enviado a este pais por me confiar esse trabalho e a igreja que sei que tem orado por mim e contribuído para que essa obra seja realizada.

 Completaram três meses e alguns dias que estou aqui no campo missionário, no instituto Teológico de Cuamba no qual vim para dar aulas. Nesse período dei aulas no curso básico com a matéria história de Israel e do médio homiletica I e II e Exegese. Nos primeiras semanas tive uma conversa com o pastor presidente Lazaro, me apresentando para trabalhar com a igreja e ele me confiou trabalhar com os jovens da região, são nove igrejas uma média de 170 jovens vou seu líder junto com outro pastor, então já propus alguns eventos como congresso, gincanas bíblicas, e uma feira de Missões, as ideias foram lançadas e ficaram de ser analisadas pelo pastor.

 Estive participando no final de agosto de uma conferência da província do Niassa, onde se reuniram várias cidades da região, numa cidade vizinha aqui em Lichinga, fiquei hospedada na casa da missionária Lídia, fui umas das preletoras com o tema a Mulher e o compromisso com Deus, foram dias de bênçãos e muitos testemunhos na presença de Deus.

 Tenho sido chamada para pregar em algumas congregações aqui em Cuamba, e isso tem me levado a conhecer a situação de muitas igrejas da região. Enquanto reclamamos das nossas igrejas que não tem conforto, algumas por aqui não tem nem bancos que os crentes possam sentar. É tudo muito simples, mas a alegria dos moçambicanos por estar congregando supera qualquer dificuldade. Com a contribuição dos irmãos, levamos energia a igreja na aldeia de Sapura. O Evangelista Francis e a Missionária Isabela ficaram muito felizes por essa contribuição.

 Em Outubro passei quase 10 dias em Lichinga na casa da missionária Sara na qual me recebeu muito bem, para resolver algumas questões de documentação, estive participando do culto de missões na igreja sede, foi maravilhoso, onde todos sentimos a presença de Deus de forma gloriosa e também fui visitar um trabalho numa aldeia chamada Assumane, considerada umas das mais pobres da região, um trabalho que chega a reunir quase 250 crianças, subnutridas precisando de alimento espiritual e físico. Crianças sedentas pela palavra de Deus e um pouco de carinho, porque elas ficam soltas nas ruas, comem uma vez por dia quando comem, a situação é muito triste. Numa das visitas que fiz cheguei a ver uma das crianças comendo terra, outra comendo mandioca crua, não chorei na frente delas para não constrange-las. Então meus irmãos a muito o que fazer, por onde andamos há muito pobreza, é muito comum encontrar várias mesquitas na região e vários muçulmanos circulando por toda cidade, tanto em lichinga como em Cuamba.

 No dia 05 de Novembro já em Cuamba, participei da festividade da formatura do ITEC, 16 formandos do curso básico de teologia que ao longo dos anos, estudaram muito para que o sonho se realizasse, foram muitos louvores, entregas de certificados e presentes, e o testemunhos de um dos formandos que morava a 29km daqui e vinha todos os sábados de bicicleta, durante três anos, e foi o melhor aluno da turma, um grande exemplo de esforço e determinação.

 Quero agradecer o carinho de todos mais uma vez, me sinto honrada por esta representando a igreja de Cristo e a igreja da Assembleia de Deus em Alagoas, pelas ofertas que já tem chegado que servem para meu sustento e para o crescimento do reino de Deus aqui na região. Agradecer a Deus pela vida das missionárias, evangelistas, pastores e moçambicanos que tem me ajudado muito como uma verdadeira família, tenho sentido muitas saudades da minha família, da igreja, dos amigos, mas estou muito feliz por estar realizando a obra do Senhor.

 Motivos de orações:

 · Pela minha saúde, apesar de estar aqui a pouco tempo já tive a minha primeira malária, mas estou 100% recuperada.

 · Pelo povo moçambicano é comum encontrar crianças órfãs porque perderam seus pais ou pela malária ou pela AIDS, ou a famosa SIDA como ela é chamada aqui.

 · Pelo projetos que vamos estar realizando nos próximos meses de evangelismo pelos trabalhos que queremos realizar com os jovens.

 · Pelos projetos que Deus tem colocado em meu coração para realizar com as mulheres moçambicanas no sustento da sua casa

 Deus abençoe a todos.

 Atos 1:8b" Missionária Joseane Ferreira (Jfs_a@hotmail.com)



Postado: 07 de novembro de 2016

0 comentários:

Postar um comentário

DINAMI: Dia Nacional de Missões

DINAMI: Dia Nacional de Missões

Janela 10/40 O Maior Desafio Missionário da Atualidade.

Janela 10/40 O Maior Desafio Missionário da Atualidade.

Seguidores

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More