segunda-feira, 27 de março de 2017

Líder cristão no Irã pede orações

 
 “Eu lhes asseguro que se vocês tiverem fé do tamanho de um grão de mostarda, poderão dizer a este monte: ‘Vá daqui para lá’, e ele irá. Nada lhes será impossível”. (Mateus 17.20b)


 Irã
Recentemente, publicamos a matéria “Cremos que Deus responderá”, com o pedido de um líder cristão iraniano, que sentiu em seu coração que o ano de 2017 deve ser um ano intenso de jejum e oração. Ele pediu a participação de todos os fiéis que estão espalhados pelo mundo, a fim de que esse propósito seja alcançado e sugeriu ainda que os participantes se mantenham focados em 12 pontos específicos:

 1) Que a liderança política governe com justiça e sabedoria. Que somente os bons líderes permaneçam e que os culpados pela repressão se arrependam ou sejam removidos por Deus e substituídos por bons líderes.

 2) Que os perseguidores tenham um encontro especial com Deus, que a sua misericórdia lhes conduza ao arrependimento e acabe com as perseguições. Que o Senhor lute por nós e mostre sua justiça.

 3) Pedimos pelo fim da opressão e da injustiça, especialmente contra as igrejas que enfrentam perseguição. Os templos foram fechados e todos os bens confiscados.

 4) Desejamos a liberdade dos prisioneiros cristãos e pedimos a Deus para que eles e suas famílias tenham graça, força, conforto, paz, sabedoria e saúde.

 5) Necessitamos do estabelecimento e da implementação da lei sobre a liberdade de religião no Irã, em especial, no artigo 23 da Constituição que nunca aconteceu em nosso país. Esse artigo afirma que o questionamento da crença é proibido e que ninguém pode ser condenado ou repreendido por sua fé.

 6) Precisamos de orientação, proteção, coragem e encorajamento para todos os líderes, professores e evangelistas que atuam nas igrejas domésticas de todo o país.

 7) Que o Senhor proteja seu povo dos planos malignos, frustrando seus intentos contra os filhos de Deus e contra a propagação do evangelho.

 8) Pedimos por proteção a todos os nossos irmãos que vivem como “cristãos secretos” no Irã e que exercem algum trabalho de apoio aos nossos líderes.

 9) Que o Senhor abençoe todos aqueles que estão servindo a igreja no Irã, dentro e fora dessa nação. Que o trabalho desses fiéis possa render muitos frutos e que eles sejam protegidos do mal e dos perigos.

 10) Pedimos por aqueles que enfrentam problemas específicos no Irã, como a perda de seus entes queridos. Também solicitamos por aqueles que não têm uma casa para morar, pelos órfãos, pelas famílias de prisioneiros e por todos os que sofrem por variados motivos. Que eles saibam que Deus não os abandonou.

 11) Pela salvação das famílias iranianas, parentes e amigos, dentro ou fora do Irã. Ore para que a verdade de Cristo seja revelada para cada um deles.

 12) Pela unidade das igrejas iranianas, que o Senhor nos proteja da divisão, isolamento, julgamentos, desobediência e orgulho. Que haja humildade em nosso meio.

 “Por favor, juntem-se a nós. Todas as semanas, nas sextas-feiras, durante todo o ano de 2017, estaremos reunidos em jejum e oração por esses propósitos”, pede um dos líderes da igreja iraniana.

 Leia também
 Transição de liderança pode fortalecer grupos extremistas
Cristãos são maltratados em prisões do Irã



 Postado: 27 de março de 2017

0 comentários:

Postar um comentário

DINAMI: Dia Nacional de Missões

DINAMI: Dia Nacional de Missões

Janela 10/40 O Maior Desafio Missionário da Atualidade.

Janela 10/40 O Maior Desafio Missionário da Atualidade.

Seguidores

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More