sábado, 14 de janeiro de 2017

Liberdade religiosa na Coreia do Norte

 
 A perseguição aos cristãos tem assumido várias formas; a sociedade vive tomada por um medo constante, devido ao forte esquema de vigilância do governo


 Coreia do Norte
Pode-se dizer que o termo “liberdade religiosa” na Coreia do Norte é praticamente um mito. Embora seja algo previsto na Constituição do país, isso não existe de verdade, já que o governo restringiu ao máximo todas as atividades relacionadas a alguma crença. As autoridades proíbem reuniões de oração e consideram “inaceitáveis” os movimentos cristãos.

 O regime comunista costuma fazer muitas promessas, mas milhares de norte-coreanos sofrem de desnutrição crônica, com o desemprego e vivem abaixo da linha da pobreza. A perseguição aos cristãos tem assumido várias formas. A sociedade vive tomada por um medo constante, devido ao forte esquema de vigilância do governo.

 Existe um esforço sistemático para exterminar o cristianismo do país. Igrejas só existem de forma clandestina. O encontro de fieis acontecem “casualmente” com dois ou três fieis que fingem um encontro qualquer em algum lugar público. Orações são feitas muito discretamente e os cristãos apenas trocam algumas palavras de encorajamento e esperança. Ore pela igreja na Coreia do Norte.

 “Sejam fortes e corajosos, todos vocês que esperam no Senhor!” (Salmos 31.24)

 Leia também
#CartasDaCoreiaDoNorte: Enraizados na Palavra
Crer em Jesus é uma atitude antigovernamental



Postado: 14 de janeiro de 2017

0 comentários:

Postar um comentário

DINAMI: Dia Nacional de Missões

DINAMI: Dia Nacional de Missões

Janela 10/40 O Maior Desafio Missionário da Atualidade.

Janela 10/40 O Maior Desafio Missionário da Atualidade.

Seguidores

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More