quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

O Natal da Igreja Perseguida

 
 O Natal da Igreja Perseguida



 INTERNACIONAL
Você já imaginou como é comemorado o Natal em países onde o cristianismo é proibido? Para muitos cristãos, o dia 25 de dezembro é um dia de festa e também uma ocasião para se alegrar pelo nascimento de Jesus Cristo. Mas há lugares em que se você preparar uma festa de natal pode atrair muitos problemas.

 Saiba como será o Natal de alguns cristãos neste ano e lembre-se deles em suas orações:

 Nomes e algumas fotos foram alterados e outros não divulgados por motivos de segurança.

 
 Deve ser discreto
 “Para nós, o Natal é uma data muito especial. Cantamos e adoramos a Deus, oramos uns pelos outros e pelo nosso país. Mas tudo isso deve acontecer em segredo, em nossas casas e não na igreja. Nunca tivemos uma árvore de Natal e não usamos enfeites para não chamar a atenção dos muçulmanos”, disse Saadia*, uma cristã perseguida.


  As últimas semanas foram tensas Extremistas
 islâmicos estão agitados nessa época do ano. Eles andam ameaçando os cristãos que abriram igrejas em construções comuns e não em edifícios públicos. Destruições e mortes continuam acontecendo independente do Natal. Nossos irmãos indonésios pedem orações.
 

 O toque de recolher vai se estender até 25 de dezembro
 Várias igrejas foram ameaçadas e avisadas sobre as consequências que terão de enfrentar caso comemorem o Natal. Extremistas islâmicos pregaram cartazes com o seguinte alerta: “Não é permitido adorar a Deus e celebrar o Natal sem permissão prévia”. O serviço de segurança de Estado anunciou a paralização imediata dos serviços de internet e toque de recolher até 25 de dezembro.

 

 Chorar com os que choram
 No começo do mês, cristãos foram atacados durante um culto em Cairo, no Egito. Muitas crianças e mulheres morreram. “Admito que é muito difícil expressar em palavras a profundidade da tristeza e da dor que enche nossos corações”, disse um parceiro da Portas Abertas no país. “Por favor, junte-se a nós em orações durante esses dias tristes, especialmente durante os próximos dias para que aqueles que perderam seus queridos possam encontrar conforto no Senhor". Cristãos estão enfrentando grandes batalhas nesse Natal. Que nossos irmãos egípcios possam ter um novo amanhecer de esperanças e que a luz de Jesus brilhe sobre os cansados e feridos.
 

 Há esperança!
 Rafael*, de 21 anos, escolheu permanecer na Síria com mais alguns amigos para preparar atividades para as crianças nesse Natal. A preparação já começou e dentro da programação tem: Teatro contando a história do nascimento de Jesus, estábulo vivo, árvore de natal para as crianças enfeitarem e outras atividades. Ele sente que tem uma tarefa de cuidar das crianças da igreja na aldeia onde ele vive: "Quando eu me coloco no lugar de uma criança, penso se conseguiria ou não viver sem atividades divertidas, sem brincar, sem celebrar o Natal e a Páscoa. Por isso, tentamos organizar eventos para as crianças da igreja ".
 

 Além de decorações e árvores de Natal
 Comemorar o nascimento do salvador é uma decisão corajosa e até ousada para a igreja em Bangladesh, mas eles entendem que dessa forma podem compartilhar o amor de Jesus e fazer com que os bengaleses compreendam o significado dessa data e também experimentem a alegria e a paz que eles sentem por serem cristãos.

 

 A oração não deve cessar
 “Olá, irmãos! Eu sou Maryam. Eu e minha família nos convertemos a Jesus há 10 anos. Somos membros de uma igreja doméstica em nosso país e no Natal nos reunimos na casa de alguém da igreja e celebramos esse grande dia com louvores e orações a Deus. Este ano não podemos celebrar com toda a igreja por motivos de segurança. Por causa disso, convidamos dois amigos para celebrar e orar conosco. O Natal é um momento de alegria para os cristãos iranianos, mas também um tempo de medo. As investigações policiais são intensificadas nessa época. Neste Natal, vamos todos orar por aqueles que não podem celebrar o Natal em liberdade”.
 
  Galeria de fotos do Natal

  Encenação do nascimento de Jesus no Dia de Oração pela Síria

 
 “Jesus nasceu” escrito por velas no deserto de Omã


Em um campo de refugiados no Iraque, fizeram uma tenda na época de Natal com estábulo e uma árvore de Natal. Na tenda está escrito: “Lar é onde Jesus está”.


Mãe e filha em celebração do Natal na Colômbia


Família cristã após a comemoração do Natal no Oriente Médio



Postado: 22 de dezembro de 2016

0 comentários:

Postar um comentário

DINAMI: Dia Nacional de Missões

DINAMI: Dia Nacional de Missões

Janela 10/40 O Maior Desafio Missionário da Atualidade.

Janela 10/40 O Maior Desafio Missionário da Atualidade.

Seguidores

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More