sábado, 17 de dezembro de 2016

Casas de cristãos são queimadas

 
 Como último esforço, antes de entregar as vilas ocupadas, Estado Islâmico (EI) incendiou completamente as casas de cristãos


 Iraque
Agora que a fumaça começou a baixar na planície de Nínive, o Estado Islâmico programou um golpe final contra os cristãos iraquianos. Antes de entregar as últimas vilas ocupadas e bater em retirada, o grupo incendiou milhares de casas de cristãos. A maioria das casas se tornou inabitável e, de repente, para muitos se tornou impossível voltar para casa.

 "Todo o resto se foi”, declara um cristão, que observa o carro coberto de poeira. As únicas coisas que ele conseguiu salvar de sua casa são uma pilha de livros de estudo, um par de sapatos e algumas fotos de família.

 Este cristão acaba de voltar para sua casa em Bartella, uma das aldeias cristãs recentemente liberadas no Iraque. No verão de 2014 os militantes do Estado Islâmico forçou sua família a fugir, deixando todos os seus pertences para trás. Nos últimos dois anos outras famílias migraram, mas sua família continuava sonhando em voltar para sua amada aldeia. Só para ver este sonho brutalmente quebrado depois de encontrar sua casa completamente destruída. "Não temos mais nada. Por que devemos ficar neste país por mais tempo? Perdemos toda esperança.

 " Em outubro de 2016, quando o ataque ao EI começou e várias aldeias cristãs na Planície de Nínive foram liberadas, houve uma explosão inicial de alívio e celebração entre os cristãos deslocados em Erbil. De repente, seus sonhos de voltar para casa, de ter um futuro como cristãos em sua pátria, pareciam ganhar vida e estavam próximo de ser realizados.

 Nas últimas semanas, líderes religiosos e equipes voluntárias da igreja têm mapeado o grau de devastação nas aldeias cristãs. Os resultados têm sido cada vez mais decepcionantes. Em grandes assentamentos cristãos como Bartella, Qaraqosh e Karamles cerca de oitenta por cento das casas estão completamente destruídas por bombas aliadas e morteiros, ou queimadas pelo EI.

 O irmão Thabet, líder religiosos da aldeia de Karamles, confirma este relatório. Ele diz que é claro que o EI ateou fogo às casas cristãs apenas dias e, em alguns casos, horas antes de serem expulsos de Karamles pelas forças aliadas.

 Mas, ainda assim, Thabet está ansioso para reconstruir sua aldeia, e com uma equipe de voluntários ele já está limpando toda a sujeira e recuperando objetos de sua igreja. Mas ele admite que retornar aqui exigirá muito trabalho. "Temos de nos preparar para um longo período de reconstrução. No entanto, acredito firmemente que este é um terreno cristão, e vou trabalhar duro para ajudar os cristãos a retornar a este lugar, se Deus quiser, para viver aqui em paz ".

 Ore pela reconstrução do Iraque. Que os cristãos tenham força e graça para voltar e reconstruir suas cidades

 Saiba Mais
Festival do Regresso para cristãos iraquianos
Como fica a igreja depois de tanta violência?
Uma missão para cumprir no Iraque



Postado: 17 de dezembro de 2016

0 comentários:

Postar um comentário

DINAMI: Dia Nacional de Missões

DINAMI: Dia Nacional de Missões

Janela 10/40 O Maior Desafio Missionário da Atualidade.

Janela 10/40 O Maior Desafio Missionário da Atualidade.

Seguidores

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More