segunda-feira, 6 de abril de 2009

Conheça a vida e obra do Pr. Eronildes Albuquerque


Leia a biografia ministerial deste homem de Deus

É admirável o currículo espiritual e material do pastor Eronildes Albuquerque da Silva. Pelo trabalho exercido incansavelmente em benefício da obra do Senhor na terra, o portal AD ALAGOAS divulga agora uma pequena biografia deste homem de Deus, que deixou a terra aos 71 anos, nesta sexta-feira, 13 de março de 2009, por volta de 1h.
Fica a história de quem trabalhou pela causa do Mestre, sempre pensando no crescimento do Reino de Deus na terra. Apaixonado por missões, o pastor Eronildes Albuquerque deixa uma grande contribuição para o ministério da Assembleia de Deus em Alagoas. Palavras do pastor-presidente José Antônio dos Santos: “Ele partiu, mas deixou-nos o exemplo de um homem justo”.
BIOGRAFIA – “O calendário marcava precisamente 04 de agosto de 1937, quando no lar do casal Lourenço de Albuquerque Melo e Maria Vieira da Silva, residentes no povoado Dois Braços, município de Quebrangulo, neste Estado, nascia uma pequenina criança do sexo masculino, o primogênito daquele casal, a quem deram-lhe o nome de Eronildes Albuquerque da Silva.
Aquele menino pequeno que mesmo na maturidade não atingiu tanta estatura física, longe estava de se pensar que tornar-se-ia um grande homem, pois sua vida como criança foi dura e árdua. Com dez anos aproximadamente perdeu a companhia, o afeto e o sustento de seu pai, tendo que trabalhar em serviços pesados como se já fosse adulto, a fim de melhor manter-se com a sua genitora e seus quatro irmãos mais novos.
Em 03 de novembro de 1961, conseguiu uma colocação no DNER (hoje DNIT) como trabalhador braçal, onde se desenvolveu tanto profissionalmente que posteriormente exerceu a função de agente administrativo, ganhando o suficiente para manter-se com os seus.
Aos 17 de março de 1963, casou-se com a simpática e gentil senhorita Maria do Socorro Barbosa da Silva, a qual chama intimamente de Esse, e de cujo matrimônio nasceu-lhes nove bênçãos: Eronilson, Ednilson, Eronilma, Enildes, Edilene, Eliane, Elias, Eliseu e Ezequiel.
Certo dia, no ano de 1964, foi presenteado por seu irmão, o Pr. José Albuquerque da Silva (In memorian), com uma Bíblia e através da leitura desta, durante aproximadamente dois anos após, conheceu o caminho da salvação e no dia 28 de julho de 1966 procurou a Assembleia de Deus no bairro de Bebedouro, na cidade de Maceió, para fazer sua decisão em público, aceitando o Senhor Jesus Cristo como seu Salvador. Apesar de sentir quase de imediato um anelo irresistível e inexplicável de pregar o evangelho que lhe salvara, não se podia prever até onde chegaria o crescimento espiritual e eclesiástico daquele pequeno homem.
Após 32 dias da sua conversão, ou seja, em 29 de agosto de 1966, foi batizado no Espírito Santo; em 27 de agosto de 1967 foi submergido nas águas batismais. Já no dia 17 de outubro do mesmo ano foi separado a auxiliar e nesta mesma data enviado ao campo de evangelização atuando como evangelista autorizado primeiramente na cidade de Paulo Jacinto, onde realizou o primeiro culto no dia 21 de outubro, no qual Cristo operou grandiosamente batizando com o Espírito Santo uma irmã e renovando uma adolescente.
Nesta mesma cidade, serviu a Deus como auxiliar do Pr. Teodorico Alves Branco e posteriormente o Pr. Antônio Buarque (ambos In memorian), que na época foram sucessivamente pastor de Viçosa e cidades circunvizinhas.
Em 31 de dezembro de 1971, foi separado ao diaconato da Igreja, posteriormente em 28 de outubro de 1973 ao presbitério. Tempos depois, em 30 de agosto de 1975, foi separado a evangelista e por fim, em 29 de Agosto de 1987, ordenado a pastor pelo atual presidente da AD em Alagoas, pastor José Antônio dos Santos.
Trabalhou incansavelmente em várias outras Igrejas no interior do Estado como: Quebrangulo, Chã Preta, Passo do Camaragibe, Campo Grande, Pilar, Santana do Ipanema, Flexeiras, Maribondo, Cajueiro e Ipioca. Na capital do Estado, trabalhou na Igreja exercendo a função de tesoureiro por duas vezes, como também pastoreou as Igrejas do Feitosa, Vergel do Lago, Pinheiro, Chã de Bebedouro, Bom Parto, Avenida Rotary, Formosa e atualmente esta, pela segunda vez, no Engenho de Dentro.
Não bastante, continuava sentindo em seu interior outra chamada especial. A missão no exterior.
Convicto da específica chamada de Deus e obedecendo a ordem de Cristo “Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura” (Mc 16.15), no dia 13 de maio de 1981 partiu com a sua querida família para a Argentina.
Aos 18 de maio de 1981, o casal chegou ao lugar de destino, à fria cidade de Monte Maíz, Província de Córdoba, na Argentina. Era fria tanto pelo inverno rigoroso como também no espírito de seus habitantes, onde permaneceu durante quatro anos.
Apesar das lutas e dificuldades, o trabalho do Senhor se desenvolvia sobremaneira e além de haver semeado a Palavra de Deus na cidade de Monte Maíz, o missionário não se conformou e começou a expandir o Plano Divino da Salvação pelas cidades vizinhas como Islã Verde, Camilo Aldao, Laborde e Mataco, onde a semente do Evangelho de Cristo foi semeada com amor e dedicação.
No entanto, por motivo de enfermidade, o missionário teve que regressar ao Brasil em 21 de janeiro de 1985, chegando a Maceió no dia 27 de janeiro do mesmo ano, onde permaneceu durante seis meses em regime rigoroso de tratamento médico. Até que, a partir de 24 de julho de 1985 assumiu a direção pastoral em várias congregações na capital.
Como se isso não bastasse, assumiu por sete anos a tesouraria da Secretaria de Missões e na Caixa de Jubilação de Obreiro, no Estado de Alagoas, tornando-se posteriormente diretor administrativo da referida caixa por um período de oito anos. Atualmente exercia a função de Secretário Executivo da Secretaria de Missões da Assembléia de Deus no Estado de Alagoas. Ao lado do Pr. presidente José Antônio dos Santos, ajudando-o no ângulo administrativo pastoral na igreja-sede.
Tendo consciência do que o apóstolo Paulo declara “procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a Palavra da verdade” (II Tm 2.15); o mesmo procurou aperfeiçoar-se tendo em seu currículo, o curso Teológico pela FAFITEAL (Faculdade de Filosofia e Teologia de Alagoas) e como também o curso de Missiologia, pela EMAD (Escola de Missões das Assembléias de Deus no Brasil).
Este pequeno-grande homem trabalhou incansavelmente para o crescimento da obra do Senhor no seu Estado, e em gratidão a Deus pode-se dizer que: “Os passos de um homem bom são confirmados pelo Senhor, e ele deleita-se no seu caminho” (Sl 37.23)”.


THIAGO GOMES

Com relatos da Semadeal


Acesso em 06 de abril de 2009 .

1 comentários:

Tenho um orgulho santo de ser filha deste grande HOMEM de Deus, meu PAI, meu AMIGO, meu HEROI... breve nos encontraremos com ele no CÉU, lá onde ele nos espera juntinho do PAI CELESTIAL... que saudades paizinho... te amo...
Obrigada Thiago por referenciar este Grande Homem de Deus aqui neste blog.
Com muita sinceridade

Postar um comentário

DINAMI: Dia Nacional de Missões

DINAMI: Dia Nacional de Missões

Janela 10/40 O Maior Desafio Missionário da Atualidade.

Janela 10/40 O Maior Desafio Missionário da Atualidade.

Seguidores

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More