Culto de Doutrina no templo-sede tem mensagem sobre a Porta Velha

O culto de doutrina desta terça-feira (11) reuniu centenas de evangélicos no templo-sede da Assembleia de Deus em Alagoas, localizado na Avenida Moreira e Silva, no bairro do Farol, em Maceió, para...

Este é um lugar difícil para os cristãos, mas creio que Deus está trabalhando

O Laos tem estado sob o controle do Partido Revolucionário Popular do Laos desde 1975. Sua rede exclusiva de familiares e amigos de membros do partido aumenta a pressão sentida pelos cidadãos do Laos...

Chuck Norris: “Ler a Bíblia me trouxe de volta a Cristo”

Chuck Norris é uma das figuras mais reconhecidas na indústria do entretenimento. Consagrado como campeão de Karatê, virou ator sempre interpretando personagens ‘durões’. Mais recentemente...

Pr. José Orisvaldo Nunes batiza jovem da Argentina e realiza o sonho da família

O pastor-presidente José Orisvaldo Nunes de Lima realizou esta semana o batismo de uma jovem da cidade Pergaminho, província de Buenos Aires, que visitou o Brasil juntamente com a família. A cerimônia...

Rev. José Orisvaldo Nunes de Lima fala sobre a celebração dos 500 anos da Reforma Protestante

Queridos irmãos em 31 de outubro de 1517, véspera de celebração de Todos os Santos a capela do castelo de Wintenberg estava cheia de pessoas que apesar de cristãos desconheciam quase que por completo as Sagradas Escrituras, e por isso...

Como vivem os cristãos na Nigéria

O país mais populoso da África, a Nigéria, está em 12º lugar na atual Lista Mundial da Perseguição e a situação de violência contra os cristãos é alarmante. O grupo extremista Boko Haram tem sido responsável por...

terça-feira, 31 de maio de 2016

Assembleia de Deus em Vergel do Lago celebra 42 anos de fundação

Na oportunidade, foi comemorado também o aniversário do pastor Marcos Viana


A Assembleia de Deus no bairro do Vergel do Lago comemorou, no último domingo (29), 42 anos de fundação do templo. No culto festivo, a congregação homenageou o seu dirigente, pastor Marcos Viana Agra, que também completou idade nova.

 A cerimônia teve a presença do pastor-presidente José Orisvaldo Nunes de Lima, que na ocasião ministrou a mensagem bíblica no livro de Atos dos Apóstolos 17.32-34. O ministro destacou a fé dos ouvintes de Paulo e Silas sobre a Ressurreição, a Vinda de Cristo e o Juízo Final, trazendo esta reflexão para a igreja na atualidade.

 Ao final da mensagem, foi feito o convite àqueles que ainda não conheciam a Jesus e, para a glória de Deus, duas pessoas se renderam aos pés de Cristo. O culto teve a presença do presbítero José Olímpio Filho, assessor pessoal do pastor-presidente. Ao término da programação, foi servido um saboroso bolo para toda igreja.

Postado 31 de maio de 2016

VAMOS ORAR

VAMOS ORAR



IRAQUE (2º)
 Há dois mil anos, Saulo, apóstolo Paulo, distribuía ordens de prisão e condenava pessoas à morte. Assim como a transformação dele foi possível, a dos extremistas islâmicos também é. Ore pelo perseguidor. A Bíblia nos chama a amá-los.

Postado 31 de maio de 2016

Ore por Maryam Naghash do Irã

Ela iniciou uma greve de fome em protesto pelas péssimas condições em que foi submetida a viver, além da falta de tratamento médico adequado para seus atuais problemas de saúde
IRÃ
A prisioneira cristã Maryam Naghash Zargaran necessita de assistência médica urgente. Maryam é de origem muçulmana e se converteu ao cristianismo há três anos, ocasião em que foi presa em Teerã, capital do Irã. De acordo com relatórios da Portas Abertas, ela iniciou uma greve de fome em protesto pelas péssimas condições em que foi submetida a viver, além da falta de tratamento médico adequado para seus atuais problemas de saúde.

 A família e amigos estão preocupados e pedem orações de todos os cristãos. Segundo informações internas do presídio, a situação é grave e ela está prestes a entrar em coma. Maryam tem histórico de problemas cardíacos e ultimamente teve fortes dores de cabeça, além de ter passado por uma depressão severa. "Ao pedir saída da prisão para receber tratamento adequado, por meio de seu advogado, o promotor não permitiu. Ela está presa desde 2013, acusada de agir contra a segurança nacional e sua pena foi de 4 anos.

 Os cristãos iranianos têm enfrentado séria perseguição em seu país. As reuniões entre eles são monitoradas pela polícia secreta, onde frequentemente são submetidos a longos interrogatórios. O cristianismo é considerado uma influência ocidental condenável e uma ameaça iminente para a República Islâmica. Especialmente porque o número de cristãos está crescendo e pessoas de todas as idades estão deixando o islamismo para se converter ao cristianismo, entre elas líderes políticos e religiosos. Lembre-se deles em suas orações.

 Leia mais
 Saúde da cristã Maryam Zargaran é agravada na prisão
No Irã, mais de 20 pessoas foram presas durante o Natal
 Pedidos de oração

 Peça a Deus pela saúde de Maryam, que ela se restabeleça e permaneça firme em sua fé.
 Ore para que ela receba tratamento adequado e que seja liberada para ser tratada em um hospital.
 Interceda por essa situação e clame a Deus por estratégias. Que o advogado dela consiga abreviar seus dias de prisão.
 Ore também pelos cristãos iranianos que ainda se encontram presos.

Postado 31 de maio de 2016

Igreja é forçada a existir somente no subsolo

Os cristãos estão cientes de que a pressão contra eles será ainda mais intensa, por isso, é provável que a igreja exista somente na esfera subterrânea daqui para frente
AFEGANISTÃO
A agência de notícias Reuters, relatou a morte do líder do talibã, mulá Akhtar Mohammad Mansur, em um ataque aéreo com drones norte-americanos. Desde que os Estados Unidos tentaram um diálogo com o governo do Afeganistão, a liderança afegã vem tentando forjar os acordos de paz. "O líder morreu em um ataque aéreo na região de Dalbandin, no Baluchistão, no Paquistão", declarou o vice-porta-voz do Diretório de Segurança Nacional (NDS) à agência EFE. "Se já era difícil manter os acordos com eles, com a morte do líder do talibã é possível que o relacionamento entre os países fique mais tenso agora, porque o movimento fundamentalista islâmico vai reagir com violência", comenta um dos analistas de perseguição.

 O Talibã atua no Afeganistão desde 1994 e é dirigido pelos líderes fundamentalistas mais influentes do mundo. Após a morte de Mansur, o sucessor será Mawlawi Hibatullah Akhundzada, que já assumiu a liderança no dia 25 de maio. "Os cristãos estão cientes de que a pressão contra eles será ainda mais intensa, por isso, é provável que a igreja exista somente na esfera subterrânea daqui para frente", diz o analista. O Afeganistão já não dispõe de igrejas públicas e os cristãos ficam isolados em pequenos grupos para não chamar a atenção da comunidade afegã, que ocupa o 4º lugar na atual Classificação da Perseguição Religiosa.

 Pela lei, cidadãos do sexo masculino com idade acima de 18 anos e do sexo feminino, a partir dos 16 anos, de mente sã, que se converteram a outra religião que não seja o islã, têm até três dias para retratar a sua conversão, ou então estarão sujeitos à privação de todos os bens e posses, à anulação de seu casamento e até à morte por apedrejamento. O mesmo acontece quando o indivíduo é acusado por crime de blasfêmia. Apesar de enfrentar a perseguição extrema, a igreja afegã continua crescendo e muitos muçulmanos aceitam a Cristo como seu Salvador, daí a necessidade de os cristãos afegãos continuarem firmes na fé. Em suas orações, interceda por eles.

 Leia também


 Postado 31 de maio de 2016

A perseguição e a maturidade cristã

"Quando um cristão enfrenta todo tipo de privação por causa de sua fé, ele busca mais a Deus e ora com muito mais intensidade, por isso ele alcança a maturidade espiritual rapidamente"

INTERNACIONAL
O contexto da perseguição religiosa pode parecer assustador para os que estão do lado de fora, mas para quem vive o dia a dia dessa realidade, sendo confrontado o tempo todo simplesmente por se decidir por Cristo, a perseguição é algo realmente transformador, não que seja boa em si própria, mas é um caminho que leva os cristãos a um entendimento mais profundo sobre o relacionamento com Deus. É como o ouro que ao ser garimpado, não tem brilho e parece não ter valor algum, mas assim que é conduzido ao fogo em altíssima temperatura, sai de seu estado bruto e duro, é derretido e totalmente purificado, passando a brilhar e a ser valioso.

 O pastor Farouk, em sua visita ao Brasil, deu relatos importantes sobre a situação que ocorre atualmente no Iraque e na Síria. Ele fez uma comparação interessante e explicou como é que os cristãos perseguidos crescem mais rápido em sua fé. "Quando um cristão enfrenta todo tipo de privação por causa de sua fé, ele busca mais a Deus e ora com mais intensidade, por isso ele alcança a maturidade espiritual rapidamente. Por exemplo, se cozinharmos um alimento duro numa panela simples, poderemos ficar mais de duas horas no fogão aguardando, mas se o colocarmos numa panela de pressão em apenas dez minutos ele estará pronto. É mais ou menos o que acontece com o cristão que passa por uma grande pressão em sua vida", explica.

 O pastor observa que, hoje em dia, as pessoas perdem muito tempo com celulares, tablets e TV. Ele destaca como elas conseguem manter os olhos abertos quando estão interagindo com o mundo virtual, mas quando vão orar seus olhos se fecham e então o sono vem. "Mas isso é algo que acontece somente com os cristãos livres de perseguição, os perseguidos necessitam passar mais tempo com o Senhor, então quando eles oram seus ouvidos se abrem para ouvir a voz de Deus e quando leem a Bíblia, a Palavra se torna viva, seus olhos ficam abertos para entender melhor o que Deus quer dizer, e é dessa forma que muitos encontram Jesus, face a face", conclui Farouk.

 Leia mais
"Perseguição não é uma maldição, mas algo que Deus reverte como benção" (Pastor Farouk)
A diferença entre a perseguição e a tribulação
"Precisamos nos unir em Cristo e orar juntos. É assim que podemos mudar o mundo"

Postado 31 de maio de 2016

segunda-feira, 30 de maio de 2016

5ª Região| 133 novos crentes recebem o batismo nas águas

O pastor José Orisvaldo Nunes de Lima ministrou a mensagem do culto


A 5º Região administrativa da Assembleia de Deus na capital celebrou, na tarde deste domingo (29), o batismo nas águas de 133 novos crentes. A cerimônia ocorreu no Tanque Betesda, no bairro Feitosa, em Maceió, e contou com a presença de vários membros, obreiros e dirigentes de congregação.

 Na ocasião, o pastor-presidente José Orisvaldo Nunes de Lima ministrou a mensagem bíblica no culto que precedeu o batismo. Fundamentando a palavra no livro de Atos dos Apóstolos 2.40-41, ele expôs aos candidatos que é preciso renunciar ao mundo e aos seus maus costumes para seguir a Jesus e tomar posse da promessa.

 A 5ª Região é formada pelas congregações de Bebedouro, Bom Parto, Chã de Bebedouro, Chã da Jaqueira, Marquês de Abrantes, Vila Saem, Alto da Boa Vista, Chã da Jaqueira 2, Fernandez, Mutange, Luiz Pedro 1, Nova Vila, Chã das Palmeiras, Alto da Alegria, João Sampaio, Monte Alegre, Paraíso do Horto e Jardim Glória. As congregações que também apresentaram candidatos foram Terra de Antares, Grota do Rafael, Tabuleiro dos Martins e Jatiúca.

Postado 30 de maio de 2016

Assembleia de Deus em Gama Lins realiza Domingo da Igreja Perseguida

A congregação é dirigida pelo pastor Mucio Arruda


O Domingo da Igreja Perseguida (DIP) foi lembrado durante todo o dia 22 de maio, na Assembleia de Deus no bairro do Gama Lins. O Departamento de Missões da congregação preparou uma programação exclusiva para a Escola Bíblica Dominical e para o culto da noite.

 Durante a manhã, foram expostas diversas informações por todo o templo, desde o mural até as salas de ensino. Com isso, os irmãos puderam conhecer um pouco mais sobre a repressão à prática religiosa cristã e a vida dos 100 milhões de cristãos perseguidos ao redor do mundo.

 No culto da noite, o missionário Paulo Pereira, vindo do templo-sede, ministrou a mensagem da noite no tema do culto, sobre a obra de Missão Transcultural. Em seguida, o pastor Mucio Arruda fez uma oração intercessora pela igreja nos países mais intolerantes.

Postado 30 de maio de 2016

Missionário José Costa Mendes pede oração por sua esposa irmã Vânia Mendes

A matriarca passou por problemas respiratórios


O pastor José Costa Mendes, pioneiro na obra missionária desenvolvida pela Assembleia de Deus de Alagoas, pede oração por sua amada esposa, irmã Vânia Mendes. A matriarca sofreu alterações respiratórias e chegou a ser internada na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) para recuperação.

 Na certeza da compreensão e solidariedade do povo de Deus neste estado, o casal de missionários pede que a igreja levante um clamor pela recuperação da nossa querida irmã em Cristo.

 “Ajudando-nos também vós, com as vossas orações em nosso favor, para que, por muitos, sejam dadas graças a nosso respeito, pelo benefício que nos foi concedido por meio de muitos” (2 Coríntios 1.11)


Postado 30 de maio de 2016

VAMOS ORAR

VAMOS ORAR


SRI LANKA
 A Aliança Evangélica Cristã Nacional é uma das principais parceiras da Portas Abertas em treinamento, distribuição de literatura e discipulado. Ore para que o Senhor abençoe essa equipe e que use essa parceria para a sua glória.

Postado 30 de maio de 2016

Deus tem feito maravilhas entre os chineses

Pregadores de diferentes aldeias viajavam longas distâncias para ter a chance de copiar as Escrituras à mão, sem contar aqueles que tinham que memorizar vários versículos para ter o alimento espiritual do próximo culto

CHINA
Recentemente, a Portas Abertas fez uma viagem ao centro da China, visitando diversos lugares, entre eles algumas aldeias nas áreas rurais e igrejas domésticas para ter algumas conversas com os líderes chineses. De acordo com os chineses urbanos, não existem grandes obstáculos para se obter uma Bíblia ou materiais cristãos para quem mora na cidade.

 Mas será que a situação nas áreas rurais é assim também? Depois de ouvir alguns relatos, pesquisadores descobriram que a história da Bíblia na China passou por dois grandes períodos. Nas décadas de 70 e 80, a Bíblia era considerada um tesouro inestimável, quando era rara e quase impossível ter um de seus exemplares. Pregadores de diferentes aldeias viajavam longas distâncias para ter a chance de copiar as Escrituras à mão, sem contar aqueles que tinham que memorizar vários versículos para ter o alimento espiritual do próximo culto.

 O outro grande período começou nos anos 90, quando os chineses contavam com o transporte ilegal de Bíblias, normalmente vindo de grandes embarcações. "Muitos líderes ainda se lembram da experiência de viajar para uma cidade costeira do sul em busca de uma mala grande, cheia de Bíblias e então voltavam realizados para casa, planejando como fariam a distribuição. Era muito arriscado fazer isso naquela época, principalmente se o governo descobrisse", comenta um dos analistas de perseguição.

 Depois do ano 2000, uma fonte mais fácil surgiu, quando três igrejas sancionadas pelo governo tiveram permissão de comprar Bíblias e outros materiais cristãos. Além disso, era um tempo de urbanização na China e viajar tornou-se muito fácil. Hoje em dia, com o avanço da tecnologia, observou-se que até mesmo os cristãos rurais têm acesso à internet. "Observamos que quase todas as igrejas nas aldeias estão se beneficiando dos recursos on-line, principalmente os jovens. Nas cidades também há Wi-Fi gratuito e o outro recurso muito utilizado pelos chineses são os jogos bíblicos que eles podem baixar através do celular, além dos filmes cristãos. O que testemunhamos foi incrível e Deus tem feito maravilhas entre eles", conclui o analista.

 Leia também

Fonte: https://www.portasabertas.org.br
Postado 30 de maio de 2016

#EspecialNigeria: o maior desafio dos cristãos nigerianos é amar os inimigos

"Não é fácil sermos pacificadores, amar os nossos inimigos e ao mesmo tempo ter que resolver as questões da violência. Eles estão nos matando, nos arrancando dessa terra aos poucos, mas Deus tem sido fiel"

NIGÉRIA
O nível dos desafios que a igreja nigeriana está enfrentando é altíssimo e, embora os cristãos estejam unidos nesse momento, cada um responde de uma forma, com suas particularidades e perspectivas. O posicionamento da liderança tem sido unânime a nível nacional, ela está ciente que precisa lidar com a crise e que necessita de mais preparo nesse momento, mas também depende da ação do Estado.

 Até agora os líderes não conseguiram produzir uma visão estratégica ou algum plano para lidar com os problemas atuais. Dessa vez, até a igreja se surpreendeu com a violência a ponto de ter que paralisar para tomar providências. Alguns cristãos descrevem a luta com uma passividade inata, vivendo somente com a preocupação de alcançar o reino do céu. Outros estão conscientes de que há necessidade de ter um compromisso com a transformação social, além de certo engajamento político, a fim de defender os mais fracos e desprotegidos, em especial as crianças e os idosos que não têm como se defender.

 O estado não tem fornecido proteção suficiente, como é o caso da minoria que vive no norte da Nigéria. Entre tantos desafios, será que existe um que seja maior que todos? Os cristãos nigerianos dizem que sim. O desafio para a igreja no norte da Nigéria é muito maior do que se pensava anteriormente; ela tem que encontrar uma maneira de continuar existindo em áreas onde a presença cristã foi praticamente extinta. "Não é fácil sermos pacificadores, amar os nossos inimigos e ao mesmo tempo ter que resolver as questões da violência. Eles estão nos matando, nos arrancando dessa terra aos poucos, mas Deus tem sido fiel. Alguns precisam ir embora para outros lugares, mas os que ficam sabem que é por um propósito maior. Ainda há muçulmanos querendo se converter ao cristianismo e se a igreja partir, quem vai pregar o evangelho para eles? Por isso permanecemos aqui, Deus tem nos fortalecido para essa missão", afirma uma cristã nigeriana perseguida.

 "A violência despertou a igreja nigeriana, agora não cessamos de orar. Essa situação aumentou a nossa fé em Deus", disse outro cristão. Todos eles concordam que o amor pelos perseguidores é algo difícil de ser praticado, mas que precisa ser exercitado. Para ajuda-los, a Portas Abertas tem trabalhado na preparação de todos os envolvidos para lidar com a violência religiosa, além de oferecer formação aos jovens e oferecendo também tratamentos para a cura dos traumas, além de outras providências humanitárias. "Esse último relatório nos deu uma grande oportunidade de mostrar ao mundo inteiro o que tem acontecido dentro da Nigéria, especialmente sobre tudo o que os cristãos estão enfrentando aqui", conclui Musa Asake, secretário-geral da Associação Cristã da Nigéria.

Postado 30 de maio de 2016

#EspecialNigéria: as duas faces da mesma nação

Enquanto o lado sul desfruta de relativa paz, o norte enfrenta grandes ataques e a igreja tem vivido momentos realmente difíceis para se manter em pé


NIGÉRIA
A Nigéria é um país dividido em dois. Enquanto a região sul é economicamente estável e goza de relativa paz, a região norte se preocupa com os ataques contínuos de grupos violentos que estão espalhando a insegurança social e econômica, além de enormes conflitos étnico-religiosos.

 Os cristãos que vivem no norte e que somam um número significativo estimado em 30 milhões, são afetados de várias formas, desde a violência corporal, incêndios a igrejas, invasão de aldeias por parte de grupos extremistas islâmicos, ocasião em que os cristãos perdem todos os seus bens materiais, até sequestros, torturas e mortes. A marginalização cristã é crescente, bem como os ataques generalizados que só têm aumentado nos últimos 15 anos.

 Uma pesquisa feita pela Portas Abertas mostrou que a violência religiosa impactou a igreja de uma forma inesperada. A confiança mútua foi quebrada, muçulmanos e cristãos tornaram-se cada vez mais separados, retirando-se em suas próprias comunidades em cidades, subúrbios e até em áreas rurais distintas. Os motivos dessa violência dirigida aos cristãos é defender os interesses dos muçulmanos do norte, fortalecer sua identidade islâmica e impor o islã à sociedade nigeriana nortista, para depois atingir também o sul, até alcançar o sonho deles que é erguer a bandeira de uma nação puramente islâmica.

 A insurgência atingiu o pico em 24 de agosto de 2014, com o estabelecimento do Califado Gwoza e subsequente violência em grande escala nos três estados do nordeste (Borno, Yobe e Adamawa). Milhares de pessoas foram mortas, feridas e traumatizadas. Mulheres e meninas foram violentadas, sequestradas e obrigadas a se casar com os integrantes do grupo Boko Haram. O número de pessoas deslocadas internamente e que fugiram para os países vizinhos aumentou drasticamente. Os fulanis também colaboraram muito para a violência rondando pelo norte em busca de pasto e água, começando também a se espalhar para o lado sul. O desafio para a igreja no norte da Nigéria é muito maior do que se pensava anteriormente; ore para que os cristãos permaneçam firmes e mantenham a igreja em pé naquele lugar.


Postado 30 de maio de 2016

#EspecialNigéria: De onde vem tanta violência?

Uma das principais fontes de violência é o grupo radical islâmico Boko Haram, além dos pastores muçulmanos Fulani, fazendeiros e agricultores também conhecidos como o "maior povo nômade do mundo"

NIGÉRIA
Embora constitucionalmente a Nigéria seja considerada um estado secular, comnliberdade de expressão e de religião, isso faz parte apenas de uma teoria, na prática é uma nação que enfrenta um dos níveis mais altos de perseguição aos cristãos, ocupando atualmente o 12º lugar na Classificação da Perseguição Religiosa. Há quase 40 anos a elite governante do norte do país tem dado um tratamento preferencial aos muçulmanos, discriminando as demais religiões.

 Os cristãos compõem cerca de 50% da população nigeriana que é composta por 187 milhões de habitantes. Desde 1999, a sharia (lei islâmica) foi imposta em 12 dos estados nordestinos, o que abriu as portas para o extremismo e o radicalismo religioso. A origem da violência se deu quando o sultão de Sokoto, Muhammad Sa'ad Abubakar, líder espiritual dos muçulmanos nigerianos, conhecido por suas visões extremistas, fez algumas declarações provocantes, e em uma delas encorajou os muçulmanos a espalharem o islamismo de forma "agressiva", desde então houve ataques incessantes e como resultado milhares de mortos, igrejas destruídas e muitos sequestros.

 Uma das principais fontes de violência é o grupo radical islâmico Boko Haram, além dos pastores muçulmanos Fulani, fazendeiros e agricultores também conhecidos como o "maior povo nômade do mundo". Sabe-se que a violência desses grupos tem o foco voltado para os seguidores de Jesus. Muitos já perderam suas casas, igrejas, famílias, empregos e comércios; perderam também o direito a uma vida digna, de expressar seus pensamentos e de confessar sua religião. "Perdemos tudo, menos a fé; cremos que Deus é o doador de todas as coisas e ele vai restituir o que foi arrancado de nós", disse um cristão nigeriano perseguido que não pode ser identificado por motivos de segurança. Em suas orações, interceda por eles.

Postado 30 de maio de 2016

quinta-feira, 26 de maio de 2016

Pr. José Orisvaldo Nunes: “O justo não temerá más notícias!”

O culto teve a presença do missionário Robson Laurentino e da irmã Tereza


O culto de doutrina desta terça-feira (24) no templo-sede da Assembleia de Deus em Alagoas, localizado na Avenida Moreira e Silva, no bairro do Farol, teve a ministração proferida pelo pastor-presidente José Orisvaldo Nunes de Lima. Na palavra, o ministro destacou o discernimento de Neemias como fruto do conhecimento e da comunhão com o Espírito Santo.

 Como é tradição, o trabalho desta noite foi iniciado com uma oração, seguida por um momento devocional com hinos de adoração a Deus. O Departamento Jovem Shalom, vindo da congregação em Paraíso do Horto, e os cantores convidados abrilhantaram a noite com hinos verdadeiramente teocêntricos.

 Após os louvores, o pastor José Orisvaldo Nunes apresentou o missionário Robson Laurentino e sua esposa, irmã Tereza, que estão à frente da obra missionária em Honduras. Na oportunidade, o pastor Robson trouxe boas notícias da obra transcultural desenvolvida pela AD Alagoas, destacando a inauguração de um novo templo e a consagração de obreiros para servir ao Senhor naquele lugar.

 Na doutrina, o pastor-presidente deu continuidade ao estudo no livro de Neemias, mostrando no capítulo 6 as mentiras do sacerdote Semaías para elucidar as astúcias de Satanás para prejudicar os servos de Deus. Contudo, o ministro advertiu que o justo não teme nem se engana, pois o Espírito Santo alerta para a verdade.

 “Crente que lê a Bíblia e tem a unção do Espirito Santo não teme más notícias, pois o Espírito de Deus lhe mostra a verdade e não existe Satanás que o engane!”, exclamou.

 Ao final da mensagem, foi feito o convite àqueles que estavam afastados dos caminhos do Senhor e duas vidas se renderam aos pés de Cristo.

Postado 26 de maio de 2016

VAMOS ORAR

VAMOS ORAR


BRASIL
 O ministério de jovens da Portas Abertas, o underground, completa 15 anos. Agradeça a Deus por esse trabalho que tem movimentando centenas de jovens em prol da Igreja Perseguida.

Postado 26 de maio de 2016

#EspecialNigéria: Um dos países que mais persegue cristãos

65% dos entrevistados declararam que a fé em Cristo cresceu junto com os atos de perseguição, ou seja, quanto mais perseguidos, mais os cristãos nigerianos se unem à Cristo no propósito de resgatar vidas

NIGÉRIA
"De todos os lados somos pressionados, mas não desanimados; ficamos perplexos, mas não desesperados; somos perseguidos, mas não abandonados; abatidos, mas não destruídos." (2 Coríntios 4.8 e 9). Essa é a passagem bíblica que mais se encaixa à situação dos cristãos nigerianos que, apesar de tanto luto e tristezas, conseguem sorrir pelo simples fato de terem concontrado o seu salvador. Mais de 1 milhão deles foram expulsos de suas casas ou tiveram suas igrejas destruídas. Em algumas regiões do país, a presença cristã foi praticamente extinta. A igreja nigeriana está consciente da perseguição religiosa, mas não estava preparada para a dimensão da violência que teria de suportar.

 No norte da Nigéria é um pouco mais difícil seguir a fé cristã, onde o Boko Haram tem tomado as propriedades dos "infiéis", além de já ter tirado a vida de milhares deles. De acordo com um relatório da Portas Abertas, baseado em 102 entrevistas com membros de 44 igrejas que representam a Associação Cristã da Nigéria, a pobreza aumentou muito nos últimos anos. Três de cada quatro entrevistados disseram que está cada vez mais difícil encontrar um emprego. O relatório também mostra que um dos maiores desafios dos cristãos é de ordem emocional e que eles enfrentam grandes traumas causados pela violência que tem um nível cada vez maior.

 Sobre a frequência dos cristãos nos cultos, as pesquisas revelam que mais da metade deixou de ir às igrejas por medo dos ataques e 80% confessou ter sentimentos de desconfiança em relação aos muçulmanos, além de uma imagem cada vez mais negativa sobre eles. O principal desafio social é enfrentar o ódio entre cristãos e muçulmanos dentro de ambientes de trabalho e escolas. E para finalizar, as pesquisas também revelaram que os cristãos que se recusam a ser expulsos e resistem aos ataques demonstram que houve um aumento significativo do compromisso que há dos irmãos em manter a fé sempre viva na Nigéria. 65% dos entrevistados declarou que sua fé em Cristo cresceu surpeendentemente junto com os atos de perseguição, ou seja, quanto mais perseguidos, mais os cristãos nigerianos se unem à Cristo no propósito de resgatar vidas. Ore por essa nação.

Postado 26 de maio de 2016

Como impedir uma criança de louvar a Deus?

"Tenho um filho de apenas 6 anos, ele é alegre e vive cantarolando alto. Infelizmente, isso é um problema para mim. Já estivemos na delegacia por causa de um motorista de táxi que disse aos policiais que meu filho vivia cantando músicas cristãs"

ÁSIA CENTRAL
Recentemente, um dos pesquisadores de campo da Portas Abertas, teve uma longa conversa com uma cristã, esposa de um dos líderes da Ásia Central. Ela costumava conversar com seu marido, todas as noites sobre a vida deles e as experiências que tinham com Deus. Então, ela compartilhou as seguintes palavras: "Eu e meu marido temos um filho de 6 anos, ele é alegre e vive cantarolando alto. Infelizmente, isso é um grande problema para mim. Já estivemos na delegacia por causa de um motorista de táxi que disse aos policiais que meu filho vivia cantando músicas cristãs".

 Ela também contou que os vizinhos e amigos sempre questionam o menino sobre o céu, a morte e a respeito de Jesus Cristo. "Eu sei que ainda teremos muitos problemas por causa da espontaneidade dele. Uma criança de 6 anos não entende o motivo pelo qual devemos manter nossa fé em segredo. Tudo o que fazemos em nossa casa é secretamente, tanto os cultos quanto os seminários. É uma situação complicada, porque se eu disser para ele parar de louvar a Deus ou de compartilhar sobre Jesus, vou tirar dele o prazer de pregar o evangelho dessa forma tão linda", a mãe se preocupa.

 Ela também disse que no ano que vem o menino vai para a escola e então as crianças vão querer saber umas das outras o que fazem no fim de semana ou sobre as suas brincadeiras e histórias que os pais contam. "Estamos nos preparando para um tempo de perseguição, mas até agora não sei o que dizer a ele ou que tipo de conselhos dar antes que as aulas comecem", conclui. Para proteger os cristãos da Ásia Central, a Portas Abertas não fornece nomes ou localizações, mas em suas orações, peça a Deus que os visite em suas necessidades.

 Leia também
 Cristãos se reúnem de maneira secreta na Ásia Central
A Igreja de Cristo na Ásia Central
 Você quer ajudar os cristãos asiáticos? Entre no link abaixo e conheça a Campanha Presentes de Esperança/Distribuição de Bíblias na Ásia Central

 Motivos de oração
 Agradeça a Deus pelas crianças asiáticas que conhecem a Cristo tão cedo e por sua maneira inocente e doce de pregar o evangelho.
 Ore para que o Senhor proteja todos os pais que as encorajam a conhecer a Palavra, apesar de viverem em países que condenam a Bíblia.
 Interceda pelos cristãos perseguidos da Ásia Central e ore para que se mantenham firmes em sua fé, apesar de tudo.

Postado 26 de maio de 2016

Jovens cristãos chineses tomam decisões à luz da Bíblia

Workshop fala sobre a importância de honrar a Deus no casamento e propõe aos jovens que sigam a Bíblia e não as tendências desse mundo

CHINA
O texto a seguir vai apresentar a história de alguns jovens que foram transformados através do mesmo trabalho, um workshop para casais. Embora o treinamento tenha como objetivo estruturar casamentos, ele também atende aos jovens que estão namorando e querem saber como deve ser um casamento à luz da Bíblia. Abliz* era um muçulmano e ao se converter ao cristianismo teve muitas dúvidas. Como muitos jovens solteiros ele nunca tinha ouvido falar de um treinamento como esse. "De onde eu venho, 99,9% das pessoas seguem a fé islâmica e a ideia de casamento é totalmente diferente. Esse curso mudou a minha forma de pensar", comenta ele que vem de uma área remota da China Ocidental, onde os seguidores do cristianismo enfrentam discriminação dentro da própria família e da comunidade.

 Dorcy* também era muçulmana e, de acordo com o costume de seu povo, ela está atrasada para se casar, em seus 20 anos de idade. Atualmente, ela dirige seu próprio negócio, um salão de cabeleireiro que tem dado muito certo. Mas por ser cristã, enfrenta dificuldades para encontrar um namorado, por isso decidiu aceitar o convite de namoro de um muçulmano. "Meus pais e parentes ficaram tentando arranjar uma data para o casamento e isso gerou muitas discussões em casa. Eu sei que é preferível não se unir a um descrente, mas a minha situação colocou em dúvida a minha fé", disse Dorcy amargamente.

 Mas quando ela passou a desabafar sobre seus problemas no grupo, outros jovens se manifestaram e disseram estar na mesma situação. O conteúdo do treinamento tem o foco de mostrar a importância de honrar a Deus no casamento e os treinadores então decidiram propor aos participantes que seguissem a Bíblia e não as tendências desse mundo. "Você pretende continuar seu namoro com esse homem?", perguntou um dos instrutores à Dorcy, então ela permaneceu de cabeça baixa, sem dizer uma única palavra. Seis meses se passaram, então a equipe fez uma visita à jovem e no meio de uma conversa, ela disse: "Depois do treinamento, eu só pensava na passagem que está em 2 Coríntios 6.14: ‘Não se ponham em jugo desigual com descrentes. Pois o que têm em comum a justiça e a maldade? Ou que comunhão pode ter a luz com as trevas?’. Por isso, decidi terminar o namoro com o muçulmano. Eu sei que fiz a coisa certa, esse curso me fez entender que devo esperar o tempo de Deus". Em suas orações, interceda pelos jovens cristãos chineses.

 * Foto e nomes alterados por motivos de segurança.

 Leia também
Cristãos chineses acessam Bíblia online
Batismo nas montanhas
Os chineses precisam das nossas orações

Postado 26 de maio de 2016

quarta-feira, 25 de maio de 2016

Mente humana é campo do bem e também do mal!


Postado por Mariano Siqueira

Os psicólogos, neurologistas e psiquiatras nem sempre têm respostas para atitudes absurdas praticadas por seres humanos.
 Em verdade, o campo da mente é muito sombrio, isto é, carregado, pesado e por demais escuro.
 Os programas policiais não deixam de noticiar crimes dos mais estarrecedores, infelizmente, também executados por pessoas "aparentemente" normais, acima de qualquer suspeita.
 Sendo assim, fica provado o quanto o mortal é limitado para compreender o inexplicável!
 Aliás, independente de posição social, cultural ou religiosa, todos estão sujeitos a enveredar por caminhos tenebrosos no que se refere a pensar e agir de modo macabro.
 É bom lembrarmos que o Diabo não lê o que passa em nossa cabeça, mas tenta manipular seus propósitos negativos.
 Por isso, é fundamental que vigiemos e oremos ( Marcos 14.38 ) para não deixarmos brechas à realização do mal.
 Portanto, não devemos esquecer às admoestações que se encontram em Efésios 4.27; Tiago 4.7.
 E que estejamos vivendo sempre conforme Isaías 26.4; Romanos 12.1,2.

Texto de Tadeu de Araújo


Postado 25 de maio de 2016

VAMOS ORAR

VAMOS ORAR


LAOS (29º)
 As pessoas que declaram sua fé em Jesus são rejeitadas por suas famílias e comunidades. Muitos são expulsos de suas casas e vilas porque escolhem Jesus. Ore para que eles permaneçam firmes mesmo que a família seja contra a sua fé.


Postado 25 de maio de 2016

Cristã é atacada por monges budistas

"Tenho dentro de mim a convicção de que muitas outras pessoas serão resgatadas para conhecer o amor de Cristo; esse incidente apenas me fortaleceu para seguir em frente nesse ministério"

SRI LANKA
Roshana* é uma cristã perseguida do Sri Lanka. Há algum tempo, ela foi atacada por monges budistas, logo após uma reunião de oração. "Estávamos na casa de um irmão, numa cidade chamada Wattegama. Naquela mesma tarde, antes de sair de casa, eu havia recebido o telefonema de uma estranha. Ela perguntou se eu poderia orar por ela pessoalmente. No horário marcado ela chegou acompanhada de suas três filhas. Assim que iniciei a oração, cinco monges budistas chegaram e do lado de fora muitos jovens cercaram a casa. Havia pessoas filmando tudo. Um dos monges começou a me agredir fisicamente e eles me arrastaram à força para um templo que ficava ali bem próximo. Um monge derramou água sobre a minha cabeça enquanto o outro tentava me estrangular. Eles pegaram a minha bolsa com todos os meus documentos e minha Bíblia", lembra Roshana.

 A cristã conta que o tempo todo eles a ameaçavam de morte. "Os monges perceberam que eu não estava com medo, então passaram a fazer zombarias, me amaldiçoaram e um deles tocou o sino. No Sri Lanka, quando o sino toca é sinal de perigo e de que os monges precisam de ajuda, então as pessoas correm para socorrê-los. Quando chegou a multidão, eles imediatamente mostraram a gravação que fizeram no momento em que eu estava orando pela mulher. O que eles não perceberam é que enquanto me arrastavam, consegui fazer uma ligação pedindo ajuda a alguns amigos. Em poucos instantes a polícia chegou, mas estavam à paisana. Os monges pensaram que eles eram pastores, então eles atacaram os policiais também", relata Roshana.

 Em seguida outros policiais chegaram, dessa vez uniformizados, e a levaram para prestar depoimentos. "Fiquei na delegacia até meia noite e do lado de fora uma multidão protestava, dizendo que a polícia não deveria me liberar. Como eles tinham minha bolsa e meu celular, os próprios monges ligaram para meus familiares dizendo que ‘eles’ tinham me entregado para a polícia e então eles vieram correndo. O problema é que quase toda a minha família também é budista e aquele não era um bom testemunho cristão, afinal eu estava numa delegacia. Por outro lado, o que fizeram também não foi nada exemplar, já que agrediram uma mulher, normalmente eles não batem em mulheres", comenta. Atualmente, Roshana passa por momentos difíceis, por causa dos traumas vividos. "Eu sei que Deus me ama e o quanto me protege. Tenho dentro de mim a convicção de que muitas outras pessoas serão resgatadas para conhecer o amor de Cristo. Esse incidente apenas me fortaleceu para seguir em frente nesse ministério", conclui. Em suas orações interceda por Roshana e por todos os cristãos cingaleses perseguidos.

 Leia também
 Budistas tentam agitar uma guerra civil no país
Quando Deus tem um chamado
A nova Constituição do Sri Lanka pode afetar os cristãos
 *Nome e foto alterados por motivos de segurança.

Postado 25 de maio de 2016

Governo argelino investe contra a militância islâmica

Uma das maiores mesquitas do mundo está sendo construída na tentativa de apaziguar o segmento religioso conservador nacional

ARGÉLIA
Uma das maiores mesquitas do mundo está em construção na Argélia. A Djamaa El Djazair, com seu mirante de 263 metros de altura, será a terceira maior mundialmente, sendo também o edifício mais alto da África. Sua cúpula terá uma plataforma em movimento constante para manutenção e limpeza em todos os seus ângulos. O espaço vai contar com uma biblioteca com capacidade para 1 milhão de livros e haverá um museu de história e arte islâmica, além de uma escola corânica para 300 alunos dentro de seu complexo.

 O projeto e sua execução estão sendo realizados por empreiteiros chineses e terá um espaço útil para cerca de 120 mil fiéis. O investimento foi estimado em 1,2 milhões de euros. O governo pretende utilizar a mesquita para coroar o legado do presidente Abdelaziz Bouteflika, de 79 anos de idade.

 "Mas o que poderia se esconder dentro de um projeto tão audacioso? Sabemos que o governo argelino está muito determinado a derrotar a militância islâmica que já opera em diversas regiões do país. A imensa mesquita parece ser uma tentativa de apaziguar o segmento religioso conservador nacional. Se o plano do governo for bem-sucedido, o empreendimento poderá se tornar um influente centro de aprendizado islâmico e também formador de opiniões, na tentativa de combater o ensino islâmico radical", comenta um dos analistas de perseguição.

 Atualmente, existe uma grande preocupação dos líderes cristãos em relação a esses acontecimentos. "O presidente não está bem de saúde e quando ele morrer não se sabe quem será o sucessor e isso pode criar uma abertura para os grupos militantes islâmicos para desestabilizar o país, já que a estratégia deles é sempre a mesma, se aproveitam da insegurança e instabilidade para entrar em ação. A Argélia  é o 37º país na atual Classificação da Perseguição Religiosa onde os cristãos não possuem liberdade para realizar cultos a Deus em público e as reuniões de oração costumam ser secretas. Interceda por eles em suas orações.

 Leia também
 Governo argelino não suporta críticas ao islã
Cristãos argelinos vivem um momento delicado
Homem desiste de suicídio e se converte a Jesus

Postado 25 de maio de 2016

Justiça para muçulmanos e para cristãos

A polícia paquistanesa em conjunto com a administração local criou uma comissão de três cristãos e três aldeões muçulmanos para resolver problemas e reconciliar as duas comunidades

PAQUISTÃO
Uma pequena aldeia do Paquistão entrou em estado de alerta depois que alguns boatos foram espalhados de que os muçulmanos iriam atacar os cristãos e destruir suas casas. A aldeia fica em Punjab, uma das províncias do país, a 170 km da capital Islamabad. Apesar de haver vários conflitos na região, dessa vez os ataques não ocorreram e tudo não passou de um susto. A polícia local alegou não haver registros de tensões, embora tenha percebido alguma agitação entre os cristãos.

 O que aconteceu foi uma discussão entre o lavrador cristão de 30 anos, Imran Masih e seus colegas de trabalho, por conta de um vídeo de conteúdo anti-islâmico que foi compartilhado na internet através de seu celular. Masih se defendeu dizendo que o aparelho havia ficado com seu superior, para que ele pudesse concluir seus trabalhos e quando voltou seus colegas estavam assistindo ao vídeo. Ele acabou quebrando o celular enquanto discutia. O assunto foi resolvido temporariamente, mas Masih alega que um deles foi até a mesquita para pedir uma "fatwa" (reclamação ou pronunciamento legal no islã, emitido por um especialista muçulmano). A polícia fez uma intervenção a tempo e resolveu a questão através de negociações.

 Algumas famílias deixaram suas casas por medo de que poderia haver um ataque. A aldeia ultimamente conta com a presença de um reforço policial que foi implantando permanentemente e com o objetivo de lidar com incidentes desse tipo, prezando pela segurança dos cidadãos, independente de religião. De acordo com relatórios da Portas Abertas, a polícia paquistanesa em conjunto com a administração local criou uma comissão de três cristãos e três aldeões muçulmanos para resolver problemas e reconciliar as duas comunidades. Em caso de violação de qualquer um dos direitos garantidos por lei, a comissão deverá tomar providências imediatas. O Paquistão  é o 6º país na Classificação da Perseguição Religiosa, onde normalmente os rumores de ataques acontecem de fato. Em suas orações, interceda pelos cristãos paquistaneses perseguidos.

 Leia também
Mais de 200 madrassas foram fechadas no Paquistão
Clima tenso entre os cristãos paquistaneses
Grupos extremistas islâmicos continuam atacando

Postado 25 de maio de 2016

DINAMI: Dia Nacional de Missões

DINAMI: Dia Nacional de Missões

Janela 10/40 O Maior Desafio Missionário da Atualidade.

Janela 10/40 O Maior Desafio Missionário da Atualidade.

Seguidores

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More