Domingo da Igreja Perseguida é tema do Culto de Missões da AD Bebedouro

No segundo domingo de junho, o Departamento de Missões da Assembleia de Deus em Bebedouro, coordenado pelo diácono Mariano Siqueira, organizou mais um culto missionário abençoado abordando relatos...

Pr. José Orisvaldo Nunes: “Se você está atravessando o Vale, saiba que Deus cuidará de ti!”

O pastor-presidente José Orisvaldo Nunes de Lima foi usado por Deus na ministração da Palavra durante o Culto de Doutrina desta terça-feira (20) no templo-sede da Assembleia de Deus em Alagoas. Após a mensagem, foi feito o convite àqueles que estavam...

500 Anos da Reforma Protestante| Centenas de evangélicos participaram dos Seminários no interior

Cumprindo mais uma rodada de seminários sobre os 500 Anos da Reforma Protestante, as cidades de Arapiraca, Dois Riachos, Porto Calvo e Rio largo sediaram o evento no último sábado (17). Os assembleianos lotaram as igrejas para...

Americano preso morre na Coreia do Norte

A família de Otto Warmbier, cristão de 22 anos, confirmou seu falecimento no dia 19 de junho, apenas uma semana depois de ser libertado – em coma – após 15 meses de prisão na Coreia do Norte. Leia a matéria sobre a...

O único lugar onde podíamos adorar

O vento afiado e o frio sopravam na cela da prisão, mas Hea-Woo dificilmente podia senti-lo. Ela dificilmente podia sentir qualquer coisa. “Eu estava dentro das horas da morte; doente, desnutrida e congelada por causa das condições deploráveis da cela da prisão. Eu não pensei que estaria viva para...

Camboja deve construir 500 novas igrejas, após se libertar da repressão comunista

Dezenas de pastores se aglomeraram em torno de Hun Sen, com os smartphones estendidos, engajados para comemorar o primeiro encontro do primeiro-ministro cambojano com os cristãos...

domingo, 25 de novembro de 2012

Congresso Vamos Orar Juntos: resumo dos dias

Batalha interna, sofrimento, perdão, fé e esperança. Todos esses temas foram abordados pelos preletores do Congresso Vamos Orar Juntos, da Portas Abertas, que está acontecendo em Itu (SP), e vai até amanhã (25)


 Desde quinta-feira (22), a equipe da Portas Abertas está reunida com mais de 150 parceiros na terceira edição do Congresso Vamos Orar Juntos. Paul Estabrooks, correspondente internacional, veio do Canadá para ministrar o treinamento Permanecendo Firme Através da Tempestade (PFAT), seminário divulgado pela primeira vez no Brasil.

 Além de Estabrooks, ouvimos o Pr. Medardo Oviedo, da Colômbia, que pôde nos dar uma noção prática da teoria ensinada por seu colega canadense. Todos os dias, os participantes acordaram às 7h da manhã para orar em pontos de intercessão espalhados pelo local do evento, onde aprenderam um pouco mais da realidade de cristãos perseguidos na Índia, Afeganistão, Colômbia e Coreia do Norte.

 Oficinas específicas de cada ministério da Portas Abertas – Correspondentes Locais, Mulheres do Caminho e Underground – também fizeram parte da programação desses últimos dias. Uma missionária brasileira que morou seis anos na Ásia Central e Luz Mary Oviedo, esposa do pastor Medardo, trouxeram às irmãs do Mulheres do Caminho o contexto no qual vivem cristãs que sofrem por causa de sua fé: viúvas e órfãos são comuns nesses países.

 Somente Deus pode curar as feridas emocionais que a morte pode provocar em uma família. Ao mesmo tempo, apenas Ele é capaz de fortalecer e encorajar essas mulheres a afirmarem o que Luz Mary enfatizou ao pastor Medardo em uma situação extrema pela qual passaram certa vez: “Eu prefiro ser a viúva de um pastor que não negocia seus princípios cristãos, do que ser a esposa de um homem covarde”, disse a mãe de dois filhos.

 Na sexta-feira à noite, em culto transmitido online, Medardo provocou uma reflexão bastante séria à plateia que o ouvia atentamente: “Quando o sofrimento chega às nossas vidas, precisamos perguntar: será que eu estou sofrendo por causa da minha fé na Palavra de Deus ou porque desobedeci a Palavra?”

 Nesse mesmo dia, às 21h30, aconteceu o Primeiro Encontro dos Ex-Viajantes do ministério Sem Fronteiras. 33 irmãos puderam relembrar as experiências vividas em campo, frente a frente com cristãos perseguidos. A relação de viagens para 2013 já está disponível no site. Confira aqui e não deixe de levar o seu abraço aos servos do Senhor em países onde a intolerância religiosa é motivada, muitas vezes, pelo próprio governo.

 Essa manhã (24), Paul Estabrooks compartilhou mais uma parte do PFAT e mais à noite o Pr. Medardo continuará contando o testemunho de sua família e as coisas maravilhosas que o Senhor tem feito por eles nas montanhas da Colômbia, onde a guerrilha e os paramilitares representam perigo e ameaça de morte aos cristãos.

 Se você estiver disposto a ouvir a Palavra de Deus ainda hoje, acesse www.portalaguaviva.com.br. Às 20h30 haverá transmissão ao vivo do culto. Será a última antes do término do Congresso. Compartilhe essa informação com todos que puder, peça que assistam à preleção dessa noite, com certeza o Senhor tem algo para cada um de vocês.

*Congresso Vamos Orar Juntos

 Redação: Ana Luíza Vastag

Fonte:http://www.portasabertas.org.br/
Postado em 25 de novembro de 2012

Permanecendo Firme Através da Tempestade


"Às vezes o Senhor acalma a tempestade. Às vezes, Ele permite que a tempestade aumente… e acalma seus filhos." Paul Estabrooks


 Segundo o livro Operation World (Operação Mundial), pela primeira vez foi documentado que há uma "igreja adoradora" em cada país geopolítico do mundo. Essa foi a primeira informação compartilhada pelo correspondente canadense Paul Estabrooks no culto de abertura do Congresso Vamos Orar Juntos, da Portas Abertas.

 Estabrooks é autor de diversos livros e é responsável, também, pelo conteúdo do treinamento Permanecendo Firme Através da Tempestade (PFAT). Esse treinamento é aplicado apenas nos projetos de campo da Portas Abertas, ou seja, em países onde ficam as bases de apoio que formam a linha de frente do trabalho de fortalecimento dos cristãos que sofrem perseguição, lugares onde há severa punição para aqueles que decidem seguir o Senhor Jesus.

 Como parte da programação do Congresso, essa é a primeira vez que esse conteúdo é divulgado no Brasil. Já nos primeiros slides da apresentação de Estabrooks há uma afirmação muito interessante: "Os cristãos são como sachês de chá. É preciso colocá-los na água quente para saber o quanto eles são fortes!" Ele contou que aprendeu essa verdade com irmãos da Igreja perseguida.

 Durante a manhã de hoje (23), o correspondente ministrou aos participantes do Vamos Orar Juntos duas partes do treinamento. Inicialmente, afirmou: "Há dois lados da vida cristã: o sofrimento e a glória. Quando nós participamos do sofrimento de Jesus, podemos ter certeza que também participaremos da sua glória."

 Para Estabrooks, "sofrimento, na vontade de Deus, tem significado e propósito: tornar o cristão alguém segundo a imagem de seu filho, Jesus". Ele continuou: "Se não vale a pena morrer por Cristo, não vale a pena viver!"

 Então, recontou a história que alguns irmãos na América Latina lhe falaram. Nessa região há diversos países em que a violência fala mais alto que a tolerância religiosa e o respeito aos direitos humanos. O tempo todo, cristãos enfrentam risco de morte. Acordam de manhã, beliscam a si mesmo e, ao perceberem que ainda estão vivos, glorificam ao Senhor por mais um dia em que podem servi-Lo e adorá-Lo na Terra. "Já estamos mortos em Cristo, só nos resta servimos ao Senhor dia após dia", disseram eles a Estabrooks.

 Paul acrescentou: "Às vezes as tempestades da vida vêm para nos mostrar que Deus está no controle. Ele não nos garante conforto, mas dá a certeza que a tempestade, um dia, vai acabar!"

 NÃO PERCA: Hoje, às 20h30, teremos a transmissão online ao vivo do culto com o pastor Medardo Oviedo, da Colômbia. Na hora indicada, acesse o Portal Água Viva e seja edificado em sua fé através do testemunho de vida desse cristão.

 *Congresso Vamos Orar Juntos

 Redação: Ana Luíza Vastag

Fonte:http://www.portasabertas.org.br/
Postado em 25 de novembro de 2012

ATENÇÃO! Congresso Vamos Orar Juntos será transmitido online

Programe-se: Culto ao vivo pela Internet essa sexta e sábado, às 20h30!



 Finalmente chegou o mês mais esperado do ano! Dez anos após a última edição do Congresso Vamos Orar Juntos, promovemos a nova edição desse que é considerado um dos maiores eventos da Portas Abertas.

 Dois correspondentes internacionais irão compartilhar seu conhecimento e experiência. São eles: Paul Estabrooks, do Canadá - que já falou essa noite (21), na abertura do evento e continuará ministrando amanhã - e Medardo Oviedo, da Colômbia. Prepare-se, cada um deles têm uma centena de testemunhos e estudos da Bíblia que certamente edificarão sua fé. Também estão previstas diversas reuniões de oração ao longo da programação, como vigílias e uma sala de intercessão que funcionará 24 horas por dia, até o final das atividades.

 Uma oportunidade como essa ninguém quer perder não é? Pensando nisso, preparamos uma surpresa para quem ficou em casa: todos cultos noturnos serão transmitidos ao vivo por meio de uma plataforma online! É muita bênção! Então, aproveite para ouvir a Palavra do Senhor e compartilhar com o maior número de pessoas possível. Às 20h30, acesse o link: www.portalaguaviva.com.br.

 Na graça de Cristo,
 Equipe Portas Abertas

Fonte:http://www.portasabertas.org.br/
Postado em 25 de novembro de 2012

No estado de Taraba (Nigéria), o número de mortos sobe para dez

13º país na classificação de nações que mais perseguem os cristãos, a Nigéria está sempre no noticiário internacional por conta da violência religiosa que ocorre no norte do território. Dessa vez, o problema se instalou na parte sul: dez pessoas já foram mortas


 O número de mortos na violência que eclodiu na manhã de domingo (18), entre muçulmanos e cristãos, na cidade de Ibi, estado de Taraba, subiu para dez. Entre os que foram mortos na segunda-feira (19), um policial faleceu na tentativa de resgatar alguns refugiados que fugiam da cidade para evitar serem pegos no fogo cruzado.

 Soldados do 93º Batalhão de Takum agiram a fim de restabelecer a normalidade à cidade. Os oficiais prenderam um número desconhecido de pessoas vestidas com o uniforme do Exército e, acredita-se que eram mercenários de Sarkin Kudu, uma aldeia localizada na fronteira do estado de Plateau.

 Armas perigosas, incluindo três fuzis AK 47, uma espingarda, 12 canhões de barril único, fabricados localmente, um lançador de foguetes, uma pistola, 23 armas e 55 munições dinamarquesas, bem como 20 anéis e vários encantos, foram recuperados por soldados liderados pelo tenente-coronel N.J Edet.

 Além dos mortos, mais de 200 pessoas sofreram diferentes graus de lesão e estão recebendo tratamento em vários hospitais em Ibi e no Hospital Geral de Wukari, que se diz lotado, sem condições para cuidar de mais vítimas.

 Domingo (18), cinco pessoas foram mortas pela violência desencadeada a partir da tentativa de um homem de passar pela barricada montada em frente à Igreja Cristã Reformada da Nigéria (CRCN, sigla em inglês). Enquanto o culto ainda estava em andamento, a Boys Brigade (Brigada dos Meninos, tradução livre) resistiu ao ataque, com o objetivo de proteger aqueles que estavam dentro da igreja.

 Presidente do governo local de Ibi, Alhaji Ishaka Adamu, disse ao jornal THISDAY que a violência tem um tom político e também parece ser uma crise religiosa. Ele confirmou que várias casas foram incendiadas nos ataques.

 Por conta dos levantes violentos, o governo estadual declarou toque de recolher de 24 horas na cidade, como parte dos esforços para evitar uma nova escalada dos ataques.

 Uma equipe de soldados do 93º Batalhão de Takum e policiais anti-motim estão espalhados pela cidade a fim de combater a violência. Em comunicado assinado pelo Comissário Estadual da Informação, Sr. Emmanuel Bello, o governo afirmou que não vai parar enquanto não devolver a paz à cidade conturbada.

Fonte:http://www.portasabertas.org.br/
Postado em 25 de novembro de 2012

Paquistão: caso Rimsha foi resolvido!

Portas Abertas Reino Unido: "Estamos muito satisfeitos em informar que o caso contra Rimsha Masih, a paquistanesa cristã que foi presa em agosto, acusada de blasfêmia, foi anulado por um tribunal de Islamabad ontem, 20 de novembro"


 Em resposta ao veredito, o advogado de Rimsha, Akmal Bhatti, afirmou que seu caso havia se configurado em um abuso de direito. "O tribunal revogou a acusação, declarando Rimsha inocente", disse ele.

 Durante o desenrolar das investigações, Khalid Jadoon, imã da mesquista de Mehrabadi, foi acusado de plantar provas contra Rimsha. Ele será julgado por acusar falsamente.

 Por enquanto, não houve reação da parte de Rimsha ou sua família, que permanecem na clandestinidade. Outros cristãos, que fugiram do bairro de Mehrabadi temerosos de retaliação muçulmana pela suposta ofensa de Rimsha, têm voltado para suas casas. Mas os advogados de Rimsha concordaram que ela e sua família nunca poderão retornar.

 "Primeiro caso desse tipo"

 Rimsha foi presa em 17 de agosto, suspeita de profanar textos islâmicos. Originalmente, ela foi acusada em um tribunal adulto, onde a pena por blasfêmia é a prisão perpétua. Porém, após a sua idade ter sido comprovada, seu caso foi transferido para um tribunal de menores. Ficou confirmada também a evidência médica de sua capacidade mental prejudicada. Desde então, seu caso recebeu atenção da mídia internacional e provocou um debate sobre a forma como leis rigorosas de blasfêmia do Paquistão estão sendo usadas ​​para acerto de contas e vinganças.

 "Esse é o primeiro caso desse tipo, em que uma pessoa acusada sob as rígidas leis de blasfêmia do Paquistão é inocentada da acusação", disse Naveed Chaudry, outro advogado de Rimsha. "Este caso também trouxe, pela primeira vez, um debate sobre como essas leis são utilizadas para atingir pessoas inocentes", concluiu.

 Leis de blasfêmia do Paquistão têm estado no centro das atenções desde que a cristã Asia Bibi, mãe de cinco filhos, foi condenada à morte em novembro de 2010 por insultar o profeta Maomé. Até hoje, ela permanece na prisão.

 Obrigado a todos os irmãos, ao redor do mundo, que oraram por Rimsha. Sua intercessão fez a diferença!

 Pedidos de oração

 Renda graças ao Senhor pela anulação do caso de Rimsha. Ore por proteção contínua para ela e sua família e por um lugar seguro onde eles possam morar.

 Lembre-se de interceder por Asia Bibi, que permanece na prisão sob a acusação de blasfêmia. Peça a Deus por sua libertação.

 Ore para que o caso de Rimsha provoque a reavaliação e abolição das leis de blasfêmia do Paquistão.

 Entenda o caso:

Polícia paquistanesa prende menina de 11 anos por blasfêmia 
Médicos confirmam incapacidade mental de menina paquistanesa

Adolescente acusada de blasfêmia no Paquistão não pode ir para casa
No Paquistão, adolescente cristã é declarada inocente, mas caso prossegue
Menina acusada de blasfêmia, no Paquistão, enfrenta novos processos legais
Rimsha e sua família ficarão no Paquistão

Fonte:http://www.portasabertas.org.br/
Postado em 25 de novembro de 2012

domingo, 11 de novembro de 2012

Portas Abertas visita vítimas do atentado de Kaduna


 Localizada a oeste da África, a Nigéria ocupa o 13º lugar na classificação dos países que mais perseguem os cristãos. Nos últimos meses, o norte do território tem sido alvo de uma série de ataques contra as Igrejas. Extremistas islâmicos almejam a imposição da sharia (lei islâmica) e do Islã como religião oficial do Estado


 Pouco depois de, supostamente, um membro do grupo radical Boko Haram dirigir um carro carregado de explosivos até uma Igreja de Kaduna, na Nigéria, e detonar uma bomba lá, colaboradores da Portas Abertas foram ao local, a fim de falar com testemunhas e incentivar os enlutados e feridos a manterem-se fiéis ao Senhor, mesmo em meio à dor e à perda.

 No final de outubro, a congregação estava reunida para um culto de adoração, como fazia todas as manhãs de domingo. Próximo das 8h45, o motorista de um Honda CRV direcionou o veículo para o portão de segurança da igreja. Quando oficiais chegaram até o veículo, o condutor inverteu e, em seguida, acelerou em linha reta através da cerca para dentro do prédio da igreja, detonando a bomba. A explosão abriu um buraco na parede e no telhado do edifício. A imprensa local informou que nove pessoas foram mortas, mas testemunhas indicaram que quatro morreram, enquanto 145 ficaram feridas.

 "Eu estava prestes a entoar o coro de uma canção quando ouvimos um golpe estrondoso. O veículo atingiu a parede ao lado do coro, que se quebrou e caiu sobre nós. Quando eu voltei à consciência toda a igreja estava envolta em fumaça. Meu corpo estava em tal estado de choque que eu pensei que o impacto da explosão tinha me matado. Todos choravam muito. Havia vidros quebrados e sangue por toda parte. Eu vi os corpos sem vida e tive de orar, pedir por coragem. Alguns membros do meu coro estavam entre os mortos", disse Emmanuel Danyang (foto), maestro da igreja.

 "Estabeleceu-se uma imensa confusão na igreja. Correndo, impotente, por todas as direções, eu só podia gritar para os céus. A raiva paralisante foi surgindo dentro de mim ao testemunhar o desastre e a agonia no rosto das pessoas", compartilhou Sansão, outro cristão que viveu essa terrível experiência.

 A Portas Abertas visitou vítimas em quatro hospitais diferentes e outras em suas casas. Cecilia Samuel, que perdeu o marido na explosão, disse, pouco depois da alta hospitalar, "Eu sou feliz por estar viva hoje. Meu marido e eu estávamos na área do coro da igreja quando a bomba explodiu. Foi realmente um dia terrível para mim. Eu o vi morrer. Mas agradeço a Deus porque o meu marido morreu nEle, salvo. E eu o encontrarei no céu quando chegar a minha vez também."

 Um tempo precioso foi gasto com as crianças afetadas física e emocionalmente pelo incidente. Quinta-feira, 8 de novembro, aconteceu um funeral coletivo pelo falecimento de quatro pequenos cristãos.

 Apesar do ataque, os cultos já foram retomados normalmente. Kazat, um crente que escapou por pouco da morte na explosão declarou: "Nenhum ataques ou bombardeio pode nos impedir de seguir a Jesus. Essas experiências só nos aproximam mais ainda de Deus. Nossos irmãos e irmãs que morreram estão agora com o Senhor, por isso, se morrermos em Cristo somos mais que vencedores."

 Colaboradores da Portas Abertas constataram que este é o sentimento geral entre os cristãos. Todos se declararam preparados para suportar a perseguição por causa de sua fé em Cristo.

 Pedidos de oração

 • Ore para que o Senhor continue fortalecendo, guiando e protegendo os cristãos no norte da Nigéria.
  • Interceda pelo trabalho da Portas Abertas na Nigéria, pelo treinamento de cristãos a estarem preparados e resistirem a perseguição atual com amor, fé e confiança.
  • Peça pelos líderes da Igreja em todo norte da Nigéria, que confessaram o quanto é difícil controlar os jovens quando incidentes como estes ocorrem. Ore por parcerias entre a Portas Abertas e as Igrejas, para que a juventude cristã seja incentivada a responder à perseguição de maneira diferente.
  • Muitos cristãos em todo o país têm sido afetados por ataques de perseguição que resultam em traumas sérios. Ore para que o trabalho da Portas Abertas ajude às Igrejas a ministrarem a esperança e a graça do Senhor sobre a vida dos cristãos traumatizados.

 Fonte:http://www.portasabertas.org.br/
Postado em 11 de novembro de 2012

Em Mianmar, a perseguição aos cristãos Chin é intensificada

 Localizado no Sudeste da Ásia, Mianmar tem uma população de apenas 4% de cristãos. Com 89% de seguidores do budismo, é o 33º país na classificação de nações que mais perseguem os adeptos do cristianismo


 Em 5 de setembro, a Organização de Direitos Humanos de Chin (CHRO, sigla em inglês) divulgou um relatório de 160 páginas intitulado "Ameaças à nossa existência: a perseguição aos cristãos étnicos Chin de Mianmar (antiga Birmânia)".

 Em face às alegações do governo local de reformas profundas, o relatório expõe graves violações da liberdade religiosa em curso e abusos dos direitos humanos, tais como: trabalho forçado, tortura, estupro e outros tipos de tratamento cruel e desumano, que levaram milhares de cristãos Chin a fugirem de seu estado, lar de cerca de 500.000 deles. O documento também revelou violações do direito à liberdade de reunião religiosa, coerção para conversão ao budismo e a destruição de cruzes cristãs em Chin.

 "O governo do presidente Thein Sein reivindica que a liberdade religiosa é protegida por lei, mas, na realidade, o budismo é tratado como a religião do Estado de fato", disse o diretor do Programa CHRO, Salai Ling. "As instituições do Estado e ministérios de anteriores regimes militares continuam a operar da mesma forma discriminatória ainda hoje. Infelizmente, poucas reformas chegaram ao Estado de Chin", concluiu.

 Fonte:http://www.portasabertas.org.br/
Postado em 11 de novembro de 2012

No seu país é proibido carregar uma Bíblia? Leve-a no celular!

 A Igreja Perseguida tem se beneficiado da popularização de smartphones em todo o mundo. Ter uma Bíblia no celular é mais seguro e fácil de usar. Com a facilidade de se adquirir cartões de memória é possível ter conteúdo de áudio, vídeo e texto dentro de um único chip. É a tecnologia a serviço do Reino de Deus

 Hoje em dia, a distribuição de Escrituras e materiais cristãos acontece de maneira mais eficaz e frequente através de plataformas digitais. Especialmente em países onde a posse da Palavra de Deus representa um risco de morte para os cristãos, cartões de memória em telefones celulares são ideais para o armazenamento da Bíblia.

 Conheça dois exemplos de cristãos de um país da Ásia Central, onde cartões de memória como esses estão sendo usados para fortalecer a fé e propiciar a distribuição da Palavra de Deus:

 Algo especial para Hussein Bashir

 *é cristão. Certa ocasião, ele presenteou o amigo Hussein* com um cartão de memória para o celular. E disse: "Você é meu melhor amigo, por isso quero te dar algo muito especial."

 Bashir sabia que o amigo ouvia programas de rádio cristãos. Entusiasmado com a ideia de ter sua própria Bíblia, Hussein teve medo de apagar qualquer arquivo do celular, por engano; mas Bashir o assegurou que é impossível excluir dados da memória do cartão.

 Além da Bíblia, o chip de memória trouxe mais novidades. Hussein marcou de se encontrar com Bashir para, juntos, assistirem a um filme sobre Jesus. O vídeo faz parte dos recursos disponíveis no celular. Ele estava à procura de algo que o permitisse ouvir a Palavra de Deus. Agora isso é disponibilizado a ele e, por essa razão, Hussein é muito grato. "Eu agradeço à Portas Abertas por esses chips de memória. Agora eu posso ouvir a Palavra de Deus o tempo todo e em qualquer lugar."

 Adnan* pede por uma Bíblia

 De um país restrito, Adnan recebe o telefonema de Z. Ele é responsável pelo trabalho de acompanhamento dos ouvintes de uma rádio cristã. Adnan pede a ele uma Bíblia em sua língua e recebe uma surpresa: Z o encoraja a utilizar seu cartão de memória do celular, que possui vários recursos, entre eles os Evangelhos em formato de áudio. “Consequentemente, a fé vem por ouvir a mensagem, e a mensagem é ouvida mediante a palavra de Cristo.” Romanos 10.17

 *Nomes trocados para a segurança dos cristãos

 Fonte:http://www.portasabertas.org.br/
Postado em 11 de novembro de 2012

Membros de Igreja não registrada na China são presos

 A perseguição aos cristãos na China abrange desde multas e confisco de Bíblias até a destruição de templos. Evangelistas são detidos, interrogados, torturados e aprisionados. Esse grupo em específico foi detido por pregar sobre Jesus e liberado somente quatro dias depois



 Segundo a agência de notícias ChinaAid, a equipe evangelística foi detida pela polícia, no sul da cidade de Shenzhen, por distribuir panfletos e pregar o Evangelho. O grupo só foi liberado em 31 de outubro, quatro dias depois da prisão.

 Esta equipe tem viajado por toda a China para pregar o Evangelho. Quando foram presas, em 27 de outubro, as seis pessoas envolvidas participavam de atividades evangelísticas em uma praça em Shenzhen, local que faz fronteira com Hong Kong.

 Entre os detidos estava um cristão cego, Li Hailing, de Handan, na província de Hebei. Ele contava seu testemunho pessoal, quando a polícia chegou. Os demais foram: Du Weixiao, de Nanchang, província de Jiangxi; Huo Xiaofeng, de Xuchang; Henanprovinc; e Han Dongkui de Yanji, província de Jilin.

 Teoricamente, os cristãos chineses têm direito à liberdade religiosa, mas o espaço para evangelização é limitado. Além da perseguição governamental, as tentativas de evangelização de muçulmanos no extremo noroeste do território chinês têm enfrentado resistência e alguns ataques.

 As leis religiosas que entraram em vigor em 1º de março de 2005 aumentaram a pressão sobre grupos não-registrados, exigindo que se legalizassem ou se preparassem para sofrer as consequências. Saiba mais sobre a China aqui.

 Fonte:http://www.portasabertas.org.br/
Postado em 11 de novembro de 2012

Multidão muçulmana queima Igrejas na Tanzânia

 Desde o início deste ano, o grupo islâmico separatista UAMSHO, que luta para que o arquipélago de Zanzibar se torne independente da Tanzânia continental, atacou as Igrejas locais e outras propriedades cristãs


 Na última semana, diversos cristãos na Tanzânia buscavam um lugar para o culto de domingo, 4 de novembro, após militantes islâmicos atacarem e incendiarem pelo menos três Igrejas da região. Segundo autoridades locais, os extremistas danificaram outras propriedades cristãs na maior cidade do país do Leste Africano.

 A polícia prendeu 122 seguidores do grupo islâmico separatista da Associação para Mobilização e Propagação Islâmica (UAMSHO, sigla em inglês) que estavam, supostamente, envolvidos nos motins em Dar es Salaam.

 Em meio aos confrontos de 12 de outubro nos subúrbios Mbagala de Dar es Salaam, que também envolveram a destruição de lojas e outros comércios, a bandeira da UAMSHO foi levantada sobre a Igreja Evangélica Assembleia de Deus da Tanzânia, disseram testemunhas. Não houve relatos imediatos de maiores danos.

 Cristãos relataram que a violência foi provocada por um incidente acontecido em 10 de outubro, em que um rapaz cristão teria profanado o Alcorão, um livro considerado sagrado pelos muçulmanos. O fato foi relatado a uma mesquita local e, em seguida, um grupo de muçulmanos ameaçou matar o menino.

 Prisão preventiva

 Quando a polícia levou o rapaz sob custódia, a multidão invadiu a delegacia, exigindo que ele seja entregue para a punição. O nome do rapaz não foi imediatamente identificado. Membros do UAMSHO supostamente utilizaram-se do incidente para aumentar as tensões, como parte de sua campanha para tornar o arquipélago de Zanzibar independente da Tanzânia continental.

 A violência contra cristãos está aumentando significativamente nesse continente. Em Zanzibar, especialmente, já que é um território de maioria muçulmana.

 "As Igrejas estão com muito medo dos separatistas do UAMSHO, temendo que tumultos despontem novamente", citou a agência de notícias Barnabas Fund alegando a autoria da frase a um pastor local que, aparentemente, falou em condição de anonimato, por questões de segurança.

 Fonte:http://www.portasabertas.org.br/
Postado em 11 de novembro de 2012

Evangélicos se mobilizam pelo cuidado com o meio ambiente

 
 Encontro aconteceu na Jamaica e discutiu o papel da Igreja no cuidado com a criação


 Evangélicos de todo o mundo se reuniram, recentemente, na Jamaica discutir de que maneira a Igreja pode se envolver no cuidado com o meio ambiente. O encontro foi organizado em conjunto pela Aliança Evangélica Mundial (WEA) e pelo Movimento Lausanne.

 Sessenta delegados de 23 países passaram cinco dias trabalhando o papel da igreja no cuidado com o meio ambiente. Conclusões da reunião irão proporcionar a inspiração para um "Call to Action" (apelo de ação) prestes a ser lançado.

 As duas organizações também estão reunindo recursos para contribuir para "o desenvolvimento de um movimento global para cuidar da criação através de igrejas locais". Chris Elisara, diretor-executivo da Força Tarefa da WEA Criação Care, disse que "sempre que o povo de Deus se unir em oração, humildemente, e focado em buscar o Reino de Deus primeiro, as coisas maravilhosas podem acontecer". "Isso ocorreu nessa consulta global onde os resultados, creio eu, vão ter um impacto enorme e positivo não só na missão global e evangélicos, mas, em última análise, em toda a criação."

 Thomas Schirrmacher, presidente da Comissão Teológica da WEA, lançou um forte apelo aos cristãos no Sul Global "para liderar a Igreja sobre a questão do cuidado com a criação", porque eles estão sendo impactados mais pelos efeitos negativos da poluição, a degradação ecológica e a instabilidade do clima. A WEA e Lausanne pretendem emitir um relatório no prazo de três meses e um livro no próximo ano com papéis e reflexões a partir do Encontro.

 Cris Elisara acrescentou que "enquanto a reunião Micah e seus resultados foram focados em cuidado com a criação e mudança climática, o segundo encontro deste ano global está focado na relação entre a missão de Deus, o Evangelho, e cuidado da criação". "Ao combinar os seus focos, os evangélicos que estão buscando entendimento e orientação sobre os cuidados de criação são bem servidos por estes dois documentos."

 O reverendo Edward R. Brown, representante do Movimento Lausanne, disse que há agora planos para consultas regionais sobre cuidado com a criação no sudeste da Ásia, África e leste da América do Norte. Ele disse que a chamada à ação estava sendo emitida porque "acreditamos que a crise ambiental é uma questão que deve ser resolvida em nossa geração".

  Fonte:http://www.adalagoas.com.br/
Postado em 11 de novembro de 2012

Fãs gostariam de ver Denzel Washington interpretando Jesus no cinema

 Denzel Washingtonem The Book Eli


Ator foi escolhido por 21% dos entrevistados na pesquisa feita pelo programa 60 segundos

 Uma pesquisa realizada nos Estados Unidos revelou que boa parte dos norte-americanos gostariam de ver o ator Denzel Washington interpretando o papel de Jesus Cristo nos cinemas. Denzel é um dos atores mais conceituados de Hollywood, e é assumidamente evangélico. Recentemente, numa entrevista o ator revelou uma experiência espiritual na época de sua conversão.

 O ator interpretou recentemente, no filme O Livro de Eli, um personagem cego que tinha como prioridade, proteger a Bíblia da extinção e garantir que novos exemplares fossem impressos. Com a pergunta “Se você estivesse dirigindo um novo filme para o cinema sobre o Novo Testamento, qual ator iria escolher para interpretar Jesus?”, o programa 60 Minutes e a revista Vanity Fair colheram as opiniões de 1.102 adultos.

 A pesquisa, feita por telefone, apontou que 21% dos entrevistados preferiam que Denzel Washington fosse designado para interpretar o papel, seguido do ator Daniel Day Lewis. De acordo com o site Noticia Cristiana, boa parte dos entrevistados, porém, afirmou que nenhum deles seria adequado, e sugeriu nomes como Al Pacino, Ryan Gosling, Woody Allen e Philip Seymour Hoffman.

  Fonte:http://www.adalagoas.com.br/
Postado em 11 de novembro de 2012

Depois de abrir igreja, Rivaldo deixa a Angola


Jogador promete fazer do país africano sua segunda casa


 O jogador Rivaldo comunicou nesta segunda-feira (5) que está deixando a Angola, país onde mora desde o mês de janeiro quando assinou um contrato com o time Kabuscorp.

 A notícia de sua saída do país africano acontece menos de um mês depois da inauguração da Comunidade Evangélica Shammah, igreja construída no terreno comprado por Rivaldo que pretende voltar outras vezes para Angola, local onde ele considera ser sua segunda casa. “Angola foi um marco em minha vida, posso dizer que aprendi muito neste lugar e estou indo embora feliz, com uma grande bagagem na minha vida profissional e espiritual”, escreveu.

 Aos 40 anos o atleta já chegou a cogitar a aposentadoria, mas no comunicado que divulga sua saída do time angolano ele não comenta seu futuro, apenas agradece o presidente do time, os torcedores e os jogadores. “Angola entrou em minha vida de uma forma muito especial, estou fazendo outros projetos, fora de campo aqui. E quero ter um vínculo com essa nação”, disse.

 Leia na íntegra:

 Este ano foi um ano positivo em minha carreira, apesar de ficarmos em quarto lugar no Campeonato Angolano Girabola 2012, eu fui o terceiro artilheiro do campeonato, o primeiro terminou com 14, o segundo com 12 e eu com 11 gols.

 Fui o artilheiro da minha equipe, de 30 jogos em 21que joguei (sic)

 Fui escolhido como melhor jogador estrangeiro do campeonato, o troféu será entregue na quarta, dia 7/11, ainda não sei se estarei para receber, mas caso não esteja enviarei um representante.

 Estou Muito grato ao presidente Bento Kangamba, aos torcedores, jogadores em geral pelo grande apoio e carinho que recebi, fiz várias amizades, conheci uma outra cultura, tive o privilégio de poder fazer um pouco pelas crianças que necessitam, colocando o Instituto Rivaldo10 em Ação.

 Com todo o meu coração, financiei a construção de uma igreja para esta nação, aonde tenho certeza que será lugar de adoração e de milagres, muito feliz por ter deixando minha marca aqui.

 Angola entrou em minha vida de uma forma muito especial, estou fazendo outros projetos, fora de campo aqui. E quero ter um vínculo com essa nação.

Estou trabalhando para conseguir meu visto de residência, para poder ter livre acesso a este país que com certeza será minha segunda casa. Estou até comprando uma casa aqui, para poder retornar inúmeras vezes.

 Estou impressionado com o desenvolvimento deste país, inúmeras construções, projetos, o presidente esta fazendo um ótimo trabalho, em 9 meses que estive aqui vi muitas mudanças e com certeza isso irá continuar.

 Angola foi um marco em minha vida, posso dizer que aprendi muito neste lugar e estou indo embora feliz, com uma grande bagagem na minha vida profissional e espiritual.

 Este propósito foi cumprido, e sei que viram muitos outros. Pois hoje tenho uma aliança com essa nação.

  Fonte:http://www.adalagoas.com.br/
Postado em 11 de novembro de 2012

EUA| Obama vence e país avança com agenda liberal em seis Estados

 Obama comemora com a família


O "casamento" gay foi aprovado em quatro Estados e a liberação da maconha em dois

 Em uma das mais disputadas eleições da história dos Estados Unidos, o presidente democrata Barack Hussein Obama venceu o republicano e ex-governador Mitt Romney por 303 a 206 nos colégios eleitorais, com uma conquista marcada por vitórias apertadíssimas nos Estados-chave de Ohio, Virgínia e Flórida e apenas 2 pontos percentuais de diferença na votação nacional.

 Ao todo, com poucas urnas ainda a serem apuradas (até às 10h de hoje), Obama teve 50,2% dos votos válidos, contra 48,2% de Romney. O 1,6% restante foi para outros candidatos. Isso quer dizer que praticamente 50% da nação não votou no presidente, o que significa um país profundamente dividido. Nos parlamentos, a mesma divisão foi vista, com os democratas mantendo a maioria no Senado e os republicanos, a maioria na Câmara dos Representantes.

 Outro dado desta eleição foi o avanço da agenda social liberal no país, não apenas porque o presidente reeleito é o mais liberal da história dos EUA, mas também porque, nesta eleição, simultaneamente à vitória de Obama, o “casamento” gay foi aprovado em plebiscito em quatro Estados (Maine, Minessota, Maryland e Washington) assim como a legalização da maconha para fins recreativos nos Estados de Washington e Colorado.

 DISCURSO

 Obama, que ganhou mais quatro anos para continuar implantando seu programa de mudanças, teve dificuldades para iniciar seu discurso. A plateia gritava para o presidente: "Mais quatro anos! Mais quatro anos". Obama disse que parabenizou o candidato republicano, Mitt Romney, e seu candidato a vice, Paul Ryan, pela campanha.

 O democrata, falando a uma multidão, fez uma declaração de amor à primeira-dama, Michelle, e às filhas, Sasha e Malia, citou o "primeiro cachorro", Bo, e também agradeceu a sua equipe de campanha. Obama afirmou que nunca teve tantas esperanças sobre o futuro do país. "Apesar de todas as nossas diferenças, muitos compartilham esperanças para o futuro dos Estados Unidos", disse.

 O presidente celebrou o processo democrático no país e disse que quer "trabalhar com líderes dos dois partidos", pois há muito trabalho a fazer. Ele citou a necessidade de reduzir o déficit, reformar o código tributário, aprovar a reforma da imigração e diminuir a dependência do país do petróleo estrangeiro. O presidente reeleito também disse que quer conversar com o derrotado Romney. "Podemos trabalhar juntos para levar o país adiante", disse.

  Fonte:http://www.adalagoas.com.br/
Postado em 11 de novembro de 2012

Comissão da Verdade vai investigar participação de religiosos na ditadura



Serão investigados os líderes que colaboraram com os militares e aqueles que resistiram à repressão

 Amanhã (8), o grupo da Comissão Nacional da Verdade estará se reunindo para investigar a atuação das igrejas católica e evangélica no período da ditadura militar brasileira. A investigação será coordenada por Paulo Sérgio Pinheiro, tendo apoio de pesquisadores autônomos e teólogos que foram convidados para fazer parte deste trabalho que tem como objetivo identificar os participantes e os combatentes desse serviço.
  A ideia é encontrar os religiosos que resistiram à repressão da época e também encontrar aqueles que colaboraram com os militares. Um dos primeiros religiosos a prestar depoimentos será Anivaldo Padilha, o evangélico frequentava uma igreja e foi delatado por seus pastores durante a ditadura. Ele foi preso, torturado e partiu para o exílio.
 Padilha era casado e sua esposa estava grávida, a criança nasceu quando ele estava fora do Brasil e só foi conhecer seu pai aos oito anos. Essa criança é Alexandre Padilha, hoje ministro de Saúde.

 Fonte:http://www.adalagoas.com.br/
Postado em 11 de novembro de 2012

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Laos: Três pastores permanecem detidos

 O cristianismo é uma religião minoritária no Laos. O maior grupo cristão é da tribo khmu; a maioria das igrejas está na zona rural. O país ocupa o 12º lugar na classificação de nações que mais perseguem os cristãos


 Após a transferência de três líderes cristãos do Laos – pastores Bounlert, Adang e Onkaew –, do distrito Phin para a prisão da província de Savannakhet, ao sul do país, em 17 de setembro, autoridades descobriram que suas prisões não foram justificadas. Incapazes de encontrar base legal para mantê-los detidos e por estarem sob a pressão de superiores, os pastores foram libertados e escoltados de volta para suas casas, em 10 de outubro.

 Os familiares foram informados da sua liberação, porém, os três não chegaram a seus respectivos lares. Eles realmente voltaram para Phin, mas continuam a ser vítimas de assédio, dificuldades e ameaças até hoje. As autoridades distritais de Phin, supostamente, buscam por mais provas para acusá-los.

 Em 18 de outubro, o chefe e os anciãos da aldeia Allowmai, juntamente com a família do pastor Bounlert, foram convocados a comparecer na sede de polícia local. Lá, o chefe da aldeia não-cristão e os anciãos exigiram que o pastor Bounlert e os demais cristãos fossem submetidos a um ritual animista (referente a todos os elementos do Cosmos: Sol, Lua, estrelas), fazer um juramento com "água sagrada", a fim de continuar morando na vila.

 Líderes cristãos da província de Savannakhet acreditam que a polícia está recorrendo ao ritual tradicional local com o objetivo de forçar os cristãos a negarem sua fé, já que foram mal sucedidos em uma ação legal contra eles.

 Os três pastores rejeitaram a participação no ritual. Eles sustentam que faz parte de seus direitos legais e constitucionais serem cristãos livres em Laos. No entanto, as autoridades do distrito e da aldeia não compartilham dessa visão.

 Em 4 e 5 de outubro, anciãos da aldeia de Vongseekaew, também no distrito Phin, tentaram forçar cerca de 50 cristãos (que compõem 13 famílias) a participarem de rituais animistas tradicionais, fazer juramentos e beber "água sagrada", feita a partir de encantamentos. Ao tomarem parte nos rituais, cristãos seriam vistos como declarando, publicamente, que estão aderindo à religião tradicional da aldeia e seus costumes, seguindo o caminho de seus espíritos ancestrais, abandonando assim a fé cristã.

 Os anciãos sustentaram que o direito de residir na aldeia seria entregue somente às famílias que se submetessem aos rituais. Depois de inúmeras tentativas, cristãos continuaram recusando-se a participar dos rituais. Os anciãos, em seguida, declararam que estes tinham, portanto, perdido o direito de viver na vila Vongseekaew e precisariam deixar a aldeia imediatamente.

 Dias depois, autoridades do Laos deram continuidade à perseguição aos cristãos, ameaçando destruir suas casas se eles continuassem a se recusar a submeter-se aos rituais e, assim, deixar de seguir a fé cristã.

 A situação é revertida em uma aldeia, mas piora em outra

 Nos dias 8 e 9 de outubro, porém, o chefe do distrito Phin, o escritório de assuntos religiosos, e a polícia militar organizaram uma reunião pública na vila. O chefe do distrito declarou então, que moradores de Vongseekaew poderiam aderir livremente a qualquer religião de sua escolha, incluindo o budismo, o cristianismo e o animismo. Ele instruiu para que ninguém fosse perseguido por causa de sua escolha religiosa. Desde então, as coisas têm estado mais tranquilas em Vongseekaew e os cristãos mantiveram a sua fé.

 Porém, há oito quilômetros dali, na vila Allowmai, autoridades ainda estão tentando coagir os cristãos a submeterem-se aos rituais e abandonarem a fé. A polícia de Phin continua com as ameaças de manter os pastores Bounlert, Adang e Onkaew na prisão por dois ou três anos a mais, já que os cristãos em Allowmai não negaram sua fé.

 O país comunista Laos tem cerca de sete milhões de habitantes, a maioria (67%) é budista. Os cristãos constituem cerca de 2% da população, dos quais 0,7% são católicos.

  Fonte:http://www.portasabertas.org.br/
Postado em 07 de novembro de 2012

Cristãos nigerianos pedem oração pelo fim da violência

 Constitucionalmente, a Nigéria é um Estado laico com liberdade religiosa. Embora exista liberdade para evangelizar, há uma forte oposição dos muçulmanos contra os cristãos que procuram praticar este ministério. A oposição islâmica já foi responsável pela morte de muitos mártires, especialmente na região norte do país


 O norte da Nigéria tem sido atingido por uma onda de ataques brutais contra Igrejas, em sua maioria, atribuídos ao grupo militante islâmico extremista Boko Haram. Líderes religiosos do país pedem aos cristãos ao redor do mundo para que orem e jejuem pelo fim da violência.

 Pelo menos sete pessoas morreram e dezenas ficaram feridas em um atentado suicida durante a reunião de oração de uma Igreja de Kaduna, na semana passada. O líder cristão Ikechi Nwachukwu Nwosu informou que a situação dos cristãos na Nigéria está "terrível".

 Ele apelou aos cristãos para que pressionem seus governos para intervirem na situação da Nigéria. Por isso, adeptos do cristianismo em todo o país devem se unir em uma semana de oração e jejum a partir de 12 de novembro. O pedido é para que crentes de diversas localidades se juntem a eles.

 Abraão Yisa, líder cristão local declarou: "As Igrejas estão sendo bombardeadas todos os domingos, especialmente na parte norte do país. Por causa disso, as pessoas estão se recusando a ir aos cultos ou, quando vão, não sabem se voltarão para casa. Reuniões de oração durante a semana foram interrompidas, as pessoas estão com medo de adorar", disse.

  Fonte:http://www.portasabertas.org.br/
Postado em 07 de novembro de 2012

Na Malásia, cantora é boicotada por interpretar música cristã

 “Cantem ao Senhor um novo cântico; cantem ao Senhor, todos os habitantes da terra!” Salmos 96.1

 Uma música cristã, composta em 2007, provocou fortes reações do grupo Perkasa para Todos os Muçulmanos, de extrema direita, da Supremacia Malasiana. Os radicais boicotaram a cantora Jaclyn Victor por causa da canção "Harapan Bangsa" ("A Esperança da Nação"), interpretada em malaio. Escrita por um pastor, a canção fala sobre a paz na Malásia. Membros do Perkasa, no entanto, consideraram-na como um insulto ao Islã, afirmando que a letra é insensível e desrespeitosa para os não-cristãos.

 Uma assembleia especial inter-religiosa do governo não tem sido clara quanto à possibilidade de condenar o boicote de extremistas do Perkasa. O senador Tan Sri Dr Koh Tsu Koon disse, apenas: "Eu não quero comentar sobre isso. Eles podem boicotar o que quiserem. Vivemos em um país livre."

 O Departamento de Desenvolvimento Islâmico da Malásia e do Ministério da Informação, Comunicação e Cultura estão investigando a letra da música para confirmar se, como o vice-ministro da Educação, Dr. Mohd Puad Zarkashi, declarou: "Realmente toca na questão da fé (akidah)".

 Defensora de seu direito como cristã, de cantar "Harapan Bangsa" em um país multirreligioso, multirracial e multiétnico, em que os cristãos representam quase um décimo da população, Jaclyn disse que a música não era para fins comerciais, foi gravada, especialmente, para Igrejas no leste da Malásia, onde a população cristã representa perto de 40%.

 Ela acrescentou: "Eu estou ciente que, talvez porque cantei no idioma malaio, alguns viram isso como insensível e pensaram que eu estava tentando difundir os ensinamentos cristãos." Mas, continuou Jaclyn, "eu cantei no idioma malaio porque muitos cristãos em Sabah e Sarawak falam essa língua."

 A Malásia ocupa o último lugar (50º) na classificação de países que mais perseguem os cristãos. O cristianismo é a segunda maior corrente religiosa do país e a que mais cresce. A constituição prevê liberdade religiosa, mas concede aos governos federal e estadual o poder de “controlar e ou restringir a propagação de qualquer doutrina ou crença religiosa entre os muçulmanos”.

 Grupos de minorias religiosas têm permissão para praticar sua fé, mas, nos últimos anos, estão reclamando da parcialidade das leis do país, baseadas na sharia (legislação islâmica), que, ao serem aplicadas, principalmente em questões religiosas e familiares, favorecem mais aos muçulmanos do que aos não muçulmanos. Ore pela pregação e o desenvolvimento do Evangelho de Jesus nesse país.

  Fonte:http://www.portasabertas.org.br/
Postado em 07 de novembro de 2012

Cristão morre em um calabouço na Eritreia

  Sexta-feira (2), a Portas Abertas foi informada da morte de um cristão em um acampamento militar da Eritreia. O jovem chamado Adris Ali Mohammed (31), morreu na terça-feira, 30 de outubro, após dois anos de prisão em Aderset. Mohammed, que passou a maior parte de sua sentença em um calabouço sufocante, sofria de malária grave, mas o tratamento médico lhe foi negado


 O moço era muçulmano, da cidade de Tesenai. Há dois anos, após sua conversão ao cristianismo, tornou-se conhecido pela polícia da Eritreia. Por essa razão, Mohammed foi preso e levado para o acampamento militar Aderset. De acordo com uma fonte confiável, ele suportou forte pressão para desistir de sua fé ao longo do tempo em que permaneceu na prisão.

 "Ele sofreu dura punição militar e enfrentou inúmeras ameaças de morte para renunciar sua crença. Mas ele enfrentou a morte com coragem e foi para o seio do seu Salvador, Jesus Cristo, em quem ele estava seguro para a vida eterna. Que a sua alma descanse eternamente!”, declarou o informante, que não pode ser identificado por questões de segurança.

 Secretamente, autoridades militares o enterraram fora do acampamento. Não se sabe quantos membros da família ele deixou.

 Colaboradores da Portas Abertas estimam que cerca de 100 cristãos estão presos, atualmente, no acampamento militar Aderset, por causa de sua fé. O campo está localizado na parte ocidental da Eritreia.

 Pedidos de oração

 • Continue orando para que o Senhor proteja os cristãos na Eritreia do sofrimento, desânimo e tristeza.
 • Interceda para que muitos muçulmanos venham a experimentar a fé em Cristo, assim como Adris Ali Mohammed.
 • Peça a Deus pelo fortalecimento e perseverança da Igreja diante de todas as dificuldades para a pregação do Evangelho no país.

  Fonte:http://www.portasabertas.org.br/
Postado em 07 de novembro de 2012

Abençoados para serem uma bênção

 Dos diversos projetos que a Portas Abertas apoia em favor dos irmãos que sofrem perseguição religiosa ao redor do mundo, o fornecimento de recursos financeiros a um casal em Bangladesh propiciou a construção de um poço artesiano para a retirada de água potável. O país ocupa a 49ª posição na classificação de países que mais perseguem os cristãos


 "Minha esposa vai ao poço de um vizinho buscar água à meia-noite para que ninguém a veja”, confessou Ali Siddiki, um policial da aldeia, de 69 anos, aposentado. "Se eles a pegarem, ela será acusada de roubar água! É uma coisa vergonhosa de se fazer, mas não temos outro meio para obtermos água potável”, disse.

 Poços artesianos são uma fonte comum de água potável nas aldeias rurais de Bangladesh. Poucos moradores possuem poços particulares, enquanto a maioria compartilha poços públicos. Ex-muçulmanos de Bengali convertidos a Cristo são impedidos de obter água por dois motivos: arsênico e fé cristã.

 "Em nossa área, poços públicos têm mais arsênico, por isso o governo selou", explicou Ali. “Poços livres de arsênico estão sempre lotados. Eu não estou autorizado a pegar água porque sou cristão.” Ali Siddiki converteu-se a Cristo em 1991. Cresceu em um lar muçulmano, mas desistiu de cumprir os ritos do Islã. Ele descreveu sua vida antes de Cristo como "suja", sem qualquer boa reputação. Em determinado momento, sentiu que precisava mudar e pedir perdão. "Mas no Islã, se você perder apenas uma oração (de cinco) em um dia, você é condenado a passar muitos anos no inferno. E eu perdi mil vezes!", declarou Ali.

 Parecia que, quanto mais Ali seguia o Islã na busca da paz para a sua alma, mais isso se tornava impossível. Seu desespero terminou por levá-lo a explorar outras religiões, a fim de saber o que essas crenças diziam sobre pessoas como ele, um pecador.

 "Um cristão me mostrou na Bíblia que Isa (Jesus) veio para salvar os pecadores", relatou Ali. "Ele leu para mim Marcos 2:17: ‘Não é o saudável que precisa de um médico, mas sim os doentes. Eu não vim chamar os justos, mas os pecadores’.” Nesse versículo, eu encontrei esperança, decidi me converter ao cristianismo e seguir a Jesus.

 "Desde então, eu parei com meus maus hábitos. Mas as consequências de algumas ações passadas estão me assombrando. Quando eu era muçulmano, me casei com duas mulheres. Minha primeira esposa tornou-se cristã também, mas a minha segunda mulher permaneceu muçulmana”, disse Ali, explicando que teria de pagar uma grande soma à sua segunda esposa por ter se divorciado dela.

 Ali sempre quis construir um bom relacionamento com as pessoas de sua aldeia, mas nunca conseguiu. Como muçulmano, não era muito querido; como cristão, passou a ser odiado. A proibição de sua família de acesso ao poço artesiano foi apenas o começo das muitas pressões que os muçulmanos frequentemente usam contra os crentes para forçá-los a voltar ao islamismo. Em Bangladesh, os cristãos representam menos de um por cento da população do país, que soma 16 milhões de pessoas.

 "Eu não me preocupava com os muçulmanos", disse Ali. "Mas minha esposa e eu não poderíamos continuar indo à propriedade do vizinho sorrateiramente para conseguir água. Não é só vergonhoso, como pode nos colocar na cadeia! Então, nós oramos pelo nosso próprio poço."

 Este ano, a Portas Abertas forneceu recursos para que Ali tivesse seu próprio poço artesiano. Ele teve a oportunidade de compartilhar sua história em um seminário que aconteceu em agosto, para casais que vivem sob contexto muçulmano.

 "Eu não tenho palavras suficientes para expressar minha gratidão a Deus e à Portas Abertas," disse Ali. "O poço que vocês me proporcionaram ajudou não só a minha família, como também as demais pessoas da minha aldeia. Muitos de nossos poços têm arsênico, então, as pessoas têm se aglomerando ao redor de poços públicos e privados para conseguir água. Tenho compartilhado a minha água com os vizinhos. Espero que isso me ajude a restaurar as boas relações com eles”, falou.

 Pedidos de oração

 • Ore para que Ali Siddiki possa compartilhar seu testemunho de conversão a Cristo com todos os moradores de sua aldeia muçulmana. Peça a Deus para que o poço artesiano que ele abriu permaneça livre de arsênico.
  • Interceda para que Ali tenha sabedoria de Deus para cuidar de sua família. Ele vive com sua primeira esposa e seu filho mais velho. Sua segunda esposa e os outros quatro filhos estão separados dele.
  • Peça a Deus para que a saúde de Ali seja restaurada.
  • Ore para que os ex-mulçumanos que participaram do seminário para casais, em agosto desse ano, apliquem as lições bíblicas que aprenderam sobre o casamento e a família.

 Fonte:http://www.portasabertas.org.br/
Postado em 07 de novembro de 2012

DINAMI: Dia Nacional de Missões

DINAMI: Dia Nacional de Missões

Janela 10/40 O Maior Desafio Missionário da Atualidade.

Janela 10/40 O Maior Desafio Missionário da Atualidade.

Seguidores

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More