Assembleia de Deus em Bebedouro realiza 8ª Semana Missionária

A Assembleia de Deus em Bebedouro, conduzida pelo pastor Luciano de Aquino, realizou entre os dias 04 e 10 de setembro sua 8ª Semana Missionária. Com o tema: “Destinado à morte. Quem está...

Jovens de Bebedouro fazem blitz missionária na Praça Lucena Maranhão

O departamento missionário da Assembleia de Deus em Bebedouro, congregação liderada pelo pastor Luciano de Aquino, promoveu uma Blitz Missionária neste feriado de 07 de Setembro. A ação foi...

Como vivem os cristãos na Malásia

Localizada no sudeste asiático, a Malásia é constituída majoritariamente pelo povo malaio. Além dos malaios, há também minorias chinesas e nativas – as quais são claramente desfavorecidas pelo governo. Por lei, todo malaio...

Em 1/3 dos países do mundo é proibido evangelizar

As leis que proíbem a blasfêmia são “alarmantemente difundidas” em todo o mundo, com muitos países estabelecendo punições desproporcionais, que vão desde prisão até a pena de morte. Um relatório sobre leis antiblasfêmia e...

Jovens com sede de Deus

Kyana é uma jovem cristã do Mundo de Fala Persa, ela, assim como muitos jovens enfrentam muitos desafios para servir a Jesus. Para entender melhor como isso acontece, a Revista Portas Abertas contará a...

Tammar e Nadina ainda precisam da sua oração

Em maio, compartilhamos a história de Tammar* e Nadina*. Um líder cristão foi perseguido pelos vizinhos e teve a igreja invadida; a situação estressante interrompeu a gravidez da esposa. Depois disso, a Portas Abertas enviou...

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

As tragédias nos mostram o quanto somos frágeis

 


 Postado por Mariano Siqueira

O acidente aéreo que matou jogadores da Chapecoense e outras pessoas ligadas ao clube, mas também jornalistas e tripulantes que seguiam no voo com destino à Colômbia, deixou todo o Brasil de luto e o mundo perplexo.
 Trata-se da maior tragédia já ocorrida com atletas de uma mesma agremiação esportiva.
 O "mundo" do futebol, principalmente, irá demorar muito para administrar a fatalidade.
 É claro que os familiares daqueles que se foram, certamente irão sofrer mais ainda, tendo em vista as perdas irreparáveis.
 No entanto, situação dessa grandeza, também deixa-nos emocionalmente abalados.
 Afinal, não passamos de "pó e cinza" que o vento carrega.
 Em verdade, enquanto aqui estivermos, estamos sujeitos a morrermos também de maneira trágica.
 Não importa se agnósticos, ateus ou crentes, acidentes não escolhem pessoas.
 Quanto àqueles que querem culpar a Deus por causa das duras perdas que nos acontecem na terra, estão totalmente errados.
 O Grande General jamais comete injustiças!
 Agora, o homem quando quebrou o pacto com seu Criador no Jardim do Éden ( Gênesis 3 ), aí sim, é que trouxe toda a sorte de miséria à raça humana.
 Trata-se da lei da colheita ( Gálatas 6.7 ).
 Do nosso ponto de vista, não devemos nos preocupar de que modo morreremos, mas sim, como estaremos no momento da partida rumo à eternidade!
 Portanto, aproveitamos a oportunidade para continuarmos orando pelas famílias enlutadas.

 Em Cristo

Texto de Tadeu de Araújo  

Postado: 30 de novembro de 2016

Cruzada em Paulo Afonso tem o saldo de 84 vidas para Cristo

 
 Pastor José Orisvaldo Nunes foi o preletor do culto de abertura


 Paulo Afonso (BA)
Uma grande Cruzada Evangelística realizada na cidade de Paulo Afonso (BA) teve o saldo de 84 vidas para Cristo. O culto ao ar livre aconteceu nos dias 24, 25 e 26 de novembro na praça principal da cidade e reuniu centenas de pessoas para adorar ao Senhor e ouvir a mensagem do evangelho.

 O pastor José Orisvaldo Nunes de Lima, presidente da Assembleia de Deus em Alagoas, foi o preletor do culto de abertura, que teve o louvor da cantora Amara Barros. O segundo dia de evento teve a preleção do pastor Moisés Leopoldino e o louvor do cantor Emerson Augusto. A irmã Fábia Bezerra foi a preletora do culto de encerramento.

 “O poder de Deus se manifestou grandemente e a cidade foi impactada pela grande quantidade de gente que chegou à praça”, comentou um participante.

 Além dos citados, a Cruzada contou com a participação de muitos cantores e departamentos locais e convidados que abrilhantaram os cultos com hinos de louvor a Deus, além de vários ministros da região que prestigiarem o evento com suas presenças.



Postado: 30 de novembro de 2016

Prisioneiro cristão é libertado inesperadamente


Tohar foi condenado a 10 anos de prisão. Depois de quase 7 anos vivendo em campo de trabalho forçado, o juiz permitiu sua liberdade condicional


Uzbequistão
Tohar Haydarov é um cristão uzbeque de 33 anos, que permaneceu preso durante 6 anos e 10 meses. Sua sentença era de 10 anos no total, mas ele foi libertado inesperadamente. Como a decisão foi repentina, ninguém foi avisado sobre sua liberdade e não havia ninguém para ir buscá-lo na saída da prisão.

 Quando ele chegou em sua casa e reencontrou a família, todos diziam: “Deus ouviu as nossas orações”. Durante o tempo em que esteve preso, irmãos de várias localidades participaram de uma campanha de cartas, enviando palavras de consolo e encorajamento a ele.

 Entenda o caso

 Tudo começou em janeiro de 2010, quando policiais do Uzbequistão o levaram a uma delegacia para interrogatório. Eles o pressionaram a negar sua fé. Como ele se recusou, “plantaram” drogas em seu bolso. Ele foi agredido e forçado a assinar alguns documentos. Em março, o pai de Tohar foi encontrado morto em sua própria casa. De acordo com relatos, a causa da morte foi por um choque elétrico acidental.

 No mesmo mês, o tribunal o condenou o cristão a 10 anos de prisão sob acusações de posse de drogas e tráfico. Tohar era líder de uma igreja e todos os fiéis afirmam que ele foi punido por promover atividades religiosas. Depois da prisão, ele foi transferido para um campo de trabalho perto de Qarshi. Os advogados lutaram pela sua liberdade, mas em maio de 2016 seu pedido de anistia foi negado. Em novembro, porém, um juiz permitiu oficialmente a liberdade condicional para Tohar.

 Motivos de oração

 Agradeça a Deus por atender ao pedido de todos os irmãos que perseveraram em oração pela liberdade de Tohar.

 Louve ao Senhor por esse tempo de alegria e refrigério; que Tohar possa se recuperar totalmente, tanto em saúde física quanto emocional.

 Ore pelo juiz que permitiu a liberdade condicional, pelos advogados envolvidos nesse caso e para que essa decisão não seja revogada. Ore pela igreja e pelos cristãos perseguidos no Uzbequistão.

 Leia também
Jovem pastor é condenado a dez anos de prisão
Cristão é acusado e preso por posse e distribuição de drogas



Postado: 30 de novembro de 2016

“Pela bênção dos justos a cidade é exaltada, mas pela boca dos ímpios é destruída.” (Provérbios 11.11)

 
 “Acreditamos que nós, os cristãos egípcios, fomos chamados para brilhar nessa terra e para abrir os olhos de milhões de pessoas para que retornem ao Pai amoroso e que o reconheçam no nome de Jesus Cristo”

 Egito
Recentemente, no Egito, houve um chamado feito pela Irmandade Muçulmana e seus grupos radicais afiliados para que os egípcios voltem às ruas, a fim de realizarem grandes manifestações contra o presidente Al-Sisi e seu governo. No primeiro semestre, centenas de egípcios protestaram contra a violência de policiais e também fizeram muitas reivindicações.

 O cenário do país está realmente conturbado e os direitos dos cidadãos são cada vez mais violados. E, em meio ao caos, os cristãos são ainda mais atingidos. A igreja já vive sob grande pressão e enfrenta muitos desafios. Um governo instável poderia piorar essa situação.

 Por isso, nossos irmãos egípcios pedem para que todos orem com eles, pedindo a Deus pela sua mão poderosa protegendo o país e seus governantes. “Acreditamos que nós, os cristãos egípcios, fomos chamados para brilhar nessa terra e para abrir os olhos de milhões de pessoas, para que retornem ao Pai amoroso e que o reconheçam no nome de Jesus Cristo”, conclui um cristão perseguido que não foi identificado por motivos de segurança.

 Leia também
Cristãos no Egito enfrentam perseguição severa
O amor de Cristo reina em meio à violência
Egípcios vão às ruas protestar contra a violência



Postado: 30 de novembro de 2016

Cristãos presos precisam de orações


Os advogados de defesa continuam apelando ao governo sudanês pela garantia de que esse julgamento seja realizado com respeito aos princípios legislativos do país

Sudão
Hassan, Kuwa e alguns outros cristãos estão enfrentando suas lutas dentro de uma prisão no Sudão. Recentemente, eles foram intimados a comparecer novamente ao tribunal, por isso, eles pedem a todos que orem e intercedam nesse momento de decisão. Eles almejam a liberdade, mas também necessitam de cura física e emocional.

 Na ocasião em que foram julgados e presos, sequer havia uma acusação formal. Só depois de alguns meses é que a justiça determinou os tipos de crimes cometidos pelos cristãos e, entre eles, dois são puníveis com a morte. O promotor contestou as alegações de perseguição religiosa no Sudão.

 Os advogados de defesa continuam apelando ao governo sudanês pela garantia de que esse julgamento seja realizado com respeito aos princípios legislativos do país, que incluem a participação de representantes legais e de familiares, independentemente de religião ou etnia. Nesse momento, eles necessitam de orações.

 Pedidos de oração

 Ore por Hassam, Kuwa e os demais cristãos que se encontram presos com eles, para que sejam libertos em breve. Ore também por suas famílias.

 Interceda pelos advogados de defesa, para que sejam estratégicos e que consigam revogar o pedido de sentença de morte.

 Peça ao Senhor para fortalecer nossos irmãos sudaneses e que eles tenham uma fé inabalável.

 Entenda o caso
Dois líderes cristãos sudaneses estão em fase de julgamento
Líderes cristãos são julgados e condenados
Líder cristão é preso novamente
O preço de servir a Cristo no Sudão



Postado: 30 de novembro de 2016

Seguidores

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More