Culto de Doutrina no templo-sede tem mensagem sobre a Porta Velha

O culto de doutrina desta terça-feira (11) reuniu centenas de evangélicos no templo-sede da Assembleia de Deus em Alagoas, localizado na Avenida Moreira e Silva, no bairro do Farol, em Maceió, para...

Este é um lugar difícil para os cristãos, mas creio que Deus está trabalhando

O Laos tem estado sob o controle do Partido Revolucionário Popular do Laos desde 1975. Sua rede exclusiva de familiares e amigos de membros do partido aumenta a pressão sentida pelos cidadãos do Laos...

Chuck Norris: “Ler a Bíblia me trouxe de volta a Cristo”

Chuck Norris é uma das figuras mais reconhecidas na indústria do entretenimento. Consagrado como campeão de Karatê, virou ator sempre interpretando personagens ‘durões’. Mais recentemente...

Pr. José Orisvaldo Nunes batiza jovem da Argentina e realiza o sonho da família

O pastor-presidente José Orisvaldo Nunes de Lima realizou esta semana o batismo de uma jovem da cidade Pergaminho, província de Buenos Aires, que visitou o Brasil juntamente com a família. A cerimônia...

Rev. José Orisvaldo Nunes de Lima fala sobre a celebração dos 500 anos da Reforma Protestante

Queridos irmãos em 31 de outubro de 1517, véspera de celebração de Todos os Santos a capela do castelo de Wintenberg estava cheia de pessoas que apesar de cristãos desconheciam quase que por completo as Sagradas Escrituras, e por isso...

Como vivem os cristãos na Nigéria

O país mais populoso da África, a Nigéria, está em 12º lugar na atual Lista Mundial da Perseguição e a situação de violência contra os cristãos é alarmante. O grupo extremista Boko Haram tem sido responsável por...

domingo, 31 de julho de 2016

Índia está presente na relação dos 20 países onde é mais perigoso seguir a Cristo

 
 Pela primeira vez desde a criação da Classificação da Perseguição Religiosa, a Índia está presente na relação dos 20 países onde é mais perigoso seguir a Cristo 

 Índia
O aumento do nível de perseguição aos cristãos deve-se ao crescimento do nível de violência, encabeçado principalmente por extremistas hindus, seguido de extremistas muçulmanos e outros grupos radicais.

 Desde que o partido nacionalista BJP ganhou as eleições de maio de 2014, a atmosfera na Índia mudou, o que resultou em um aumento de pressão às minorias se expressando em um aumento de incidentes violentos. Extremistas hindus afirmam que a Índia pertence a apenas uma religião. Por isso, monitoram atividades de igrejas e muitos estados têm leis que proíbem a conversão ao cristianismo.

 Incidentes ocorrem quase diariamente. Igrejas e casas de cristãos são destruídas, pastores e membros de igrejas são espancados e até mesmo mortos.

 Hindus que atacam cristãos e muçulmanos podem fazê-lo livremente por causa da impunidade judicial. Aqueles que deixam sua fé hindu são os mais pressionados. Eles enfrentam pressão para voltar à antiga religião, sofrendo espancamentos e, por vezes, morte. Como resultado, o nível de medo e incerteza da maioria dos cristãos tem aumentado. Mas apesar de todos esses obstáculos a igreja está crescendo. Assim como o próprio país, é diversificada e enfrenta uma série de problemas internos e pressões externas.

 Apesar de todas as tendências preocupantes, a igreja se mantém firme em sua vocação, de testemunhar de Cristo ao mundo. Com a ajuda de parceiros, a Portas Abertas tem apoiado os irmãos por meio de distribuição de materiais cristãos, formação e treinamento bíblico, desenvolvimento social e ajuda jurídica para cristãos colocados à margem da sociedade.

 "Eu amo muito Jesus. Ele é tudo o que tenho e estou confiante de que ele nunca vai me deixar. Sempre que estou fraca, Deus me lembra de sua promessa em Isaías 41.10: Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça.” Saria, cristã indiana.






Postado 31 de julho de 2016

Ele é tudo o que tenho, e estou confiante de que ele nunca vai me deixar

 

 Sobre a Índia
Desde Maio de 2014, a Índia tem sido governado por um governo Bharatiya Janata Party (BJP), liderado pelo primeiro-ministro Narendra Modi.
 Como resultado, radical hinduísmo, que já estava presente no governo anterior, tem aumentado continuamente.
 Enquanto a intolerância tem aumentado, e as minorias são constantemente atacados, o governo central se recusou a falar contra as atrocidades - assim, incentivar ainda mais os radicais hindus a reforçarem as suas acções.
 O nível de impunidade tem subido acentuadamente para aqueles que empurrar para uma Índia completamente Hindu.


Líder: O primeiro-ministro Narendra Modi
Governo: República Federal
População: 1,3 bilhões (62,3 milhões de cristãos)
Religião principal: hinduismo
Perseguição Leve: Grave
Fonte de perseguição: nacionalismo religioso



Postado 31 de julho de 2016

Restrições mais severas para as Igrejas no sul da China

 
 Igrejas no sul da China


Ásia
Relatórios recentes indicam que as restrições sobre as igrejas não registradas em Guangdong, China estão apertando. Algumas igrejas foram convidados a sair de suas instalações (edifícios comerciais), com o fundamento de que eles não estão registrados locais religiosos. Algumas dessas igrejas têm congregações de 100-300 membros.

 As restrições crescentes estão fazendo alguns proprietários não querem alugar imóveis para as igrejas não registradas para evitar quaisquer problemas potenciais com as autoridades. Algumas igrejas têm estendeu a mão para advogados de direitos humanos para ajudar, o que pode resultar em conflitos elevadas entre as igrejas e as autoridades.

 Um contato local da Portas Abertas disse que as autoridades convidou para uma "reunião de chá" e sutilmente aconselhou-o a limitar o seu tamanho congregação para menos de 50 membros. Por mais de uma década, um tamanho de congregação de cerca de 100 (ou até mais em algumas regiões) tem sido geralmente considerado "aceitável" na China. Pelo menos um dos pastores locais planos para dividir a igreja em várias novas igrejas para que cada não exceda 50 crentes. Ele também está pensando em alugar apartamentos residenciais para as pequenas reuniões de grupo da igreja.

 Alguns contatos locais observou que as restrições religiosas em Guangdong foram apertando uma vez que o "Movimento Occupy Central" em Hong Kong em 2014. O governo chinês vê o "Movimento Occupy Central" como um movimento político relacionado com igrejas em Hong Kong. Ao longo das últimas décadas, as igrejas em Guangdong e Hong Kong foram intimamente relacionadas e o ex recebeu amplo apoio do último.

 relatos ocasionais também continuam a surgir de casos individuais de interferência oficial com atividades cristãs em outras regiões da China. Embora cada caso é motivo de preocupação, o número de casos representa uma parte relativamente pequena percentagem das centenas de milhares de igrejas na China. Por favor, orem para que as igrejas locais em Guangdong vai ter sabedoria e coragem para interagir com as autoridades locais, e que as igrejas em toda a China vai continuar a testemunhar de Cristo e crescer na maturidade em meio à incerteza sobre um potencial aumento restrições religiosas.



Postado 31 de julho de 2016

Temos avançado com o evangelho até os rios mais distantes e muitas crianças e adolescentes tem conhecido a Cristo



Relatório de Julho

 Saudações na paz do Senhor, 

Aqui na sede do projeto em Maracanã, depois do encerramento das aulas da creche missionária, realizamos uma série de encontros com as crianças e adolescentes para reforçar o ensino da Palavra de Deus. Como sempre, servimos uma alimentação nutritiva para todos os que participaram. Foi uma benção! Recebemos cerca de 200 crianças por dia durante essas atividades. Foi uma benção!

 Na Unidade da Creche na ilha de Derrubada, estamos orando pela construção de uma cozinha de barro para podermos cozinhar para as crianças e adolescentes que vem de tão longe e precisam ser recebidos com um alimento fresquinho e gostoso. Cremos que essa vitória está próxima.

 Lá na creche localizada na ilha de São Tomé, no Marajó, temos avançado com o evangelho até os rios mais distantes e muitas crianças e adolescentes tem conhecido a Cristo. Estamos felizes com as nove decisões por Cristo ocorridas nas últimas semanas. Lá não tem energia, as missionárias residentes estão orando por um gerador, cremos que já foi liberado no céu.

 Lá na comunidade do Jaucaia, conseguimos pagar o terreno e em breve iniciaremos a construção da nossa nova base missionária, iremos manter, pela fé, duas missionárias lá em tempo integral. Estamos esperando uma grande colheita. Essa comunidade é muito carente e precisam muito de Cristo. Tudo vai mudar depois que Jesus chegar! Eu creio!

 Finalmente nossa creche missionária em Borralhos está pronta e as missionárias já estão morando nela, já não dependemos de um imóvel emprestado. Glória a Deus. Agora só faltam os quadros brancos, mesas, cadeiras e demais móveis. Mas sei que Deus proverá!

 Meu esposo está há um mês em Cobras, no interior do Piauí, para construir a casa das missionárias e a nossa nova unidade da creche escola. Ele está exausto e perdeu muito peso, mas está feliz. Deus tem feito maravilhas e logo as missionárias estarão morando nessa difícil comunidade onde não chove a tantos anos! Mas está chegando o Evangelho que liberta!

 Ontem saímos para visitar os ramais da Mina e Prauarí, que fazem parte do nosso campo, não é fácil se deparar com realidades tão duras e tão difíceis, uma das famílias que visitamos estava preparando um mingau de farinha para almoçar às duas da tarde. Em outra casa, onde havia quase dez crianças, não havia o mínimo necessário para suprir as necessidades mais básicas. Levamos uma cesta básica e estamos nos mobilizando para levar o material escolar.

 É, não é fácil não. Mas nós avançamos porque sabemos que não estamos sozinhos, na nossa frente vai o Senhor das Missões! Então vale a pena seguir em frente nessa estrada. Vale a pena chorar um pouco mais, sofrer um pouco mais, se esforçar um pouco mais. Tudo é por Cristo e para Cristo.

 Esses povos ribeirinhos, indígenas, quilombolas e sertanejos também estão incluídos na Cruz e a única esperança que eles têm de conhecer a Cristo e serem libertos de seus pecados está em nossas mãos. Precisamos nos esforçar. Aprender a nos sacrificar! Os céus não esperam menos de nós.

 Pedidos de oração:
 · Pela segurança em todas as nossas bases missionárias;
 · Pelo sustento de nossas obreiras e alunas;
 · Por recursos para as ampliações e construções necessárias;
 · Por mais intercessores e mantenedores;
 · Por vidas convertidas a Cristo e vivendo uma vida de frutificação;
 · Por cada criança e adolescente atendidos no projeto.

 Kelem Gaspar e toda a equipe do Projeto Campos Brancos
 http://missionariakelem.blogspot.com.br/


 CONTAS
  Caixa Econômica Federal: Ag. 4684 - Op: 013 - C/P 7622-0
 Banco do Brasil: Ag 1436-2, c/c 6993-0 (Kelem Gaspar)
 Banco do Brasil: Ag 2123-7, C/C 19167-1 (Associação)
 Bradesco: Ag. 0697-1 C/C 523.164-7



Postado 31 de julho de 2016

Cristão paquistanês não nega a Jesus e tem os braços decepados

 
 


De acordo com a Associação Evangélica de Desenvolvimento Legal, Aqeel Masih, um cristão paquistanês, foi sequestrado por muçulmanos fanáticos. Ele estava trabalhando em um posto de gasolina na capital Lahore – local do sequestro. Os extremistas exigiram que ele renunciasse sua fé. Mesmo sob insultos, agressões e ameaças, Aqeel não negou a Cristo por isso teve os dois braços decepados.

 Aqeel já teria notificado à polícia acerca do assédio dos extremistas, mas de nada adiantou. As autoridades paquistanesas fazem questão de ignorar os apelos dos cristãos perseguidos naquele país.

 Depois do acontecimento, Aqeel voltou à delegacia e foi ouvido pelos policiais, que tentaram afastá-lo de jornalistas para que o caso não fosse divulgado. Três suspeitos já foram detidos, mas negaram a acusação. Até o momento, o caso não foi comprovado e não houve punição para os agressores.

 Os cristãos são o grupo que mais sofre com a perseguição religiosa no mundo, especialmente em países da África, do Oriente Médio e do Sudeste Asiático. A perseguição é feita, muitas vezes, pelo Estado e por grupos islâmicos. Em 2015, 7 mil cristãos foram mortos por causa de sua fé – o maior número desde que os dados passaram a ser registrados.



Postado 31 de julho de 2016

DINAMI: Dia Nacional de Missões

DINAMI: Dia Nacional de Missões

Janela 10/40 O Maior Desafio Missionário da Atualidade.

Janela 10/40 O Maior Desafio Missionário da Atualidade.

Seguidores

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More