Igreja Sede| Eliã Oliveira louva ao Senhor no culto de Santa Ceia

O culto de Santa Ceia desta terça-feira (04) realizado na Igreja Sede da Assembleia de Deus em Alagoas teve o louvor da cantora pernambucana Eliã Oliveira. O pastor José Lealson ministrou a mensagem bíblica da...

Pr. José Orisvaldo Nunes: “Se você está atravessando o Vale, saiba que Deus cuidará de ti!”

O pastor-presidente José Orisvaldo Nunes de Lima foi usado por Deus na ministração da Palavra durante o Culto de Doutrina desta terça-feira (20) no templo-sede da Assembleia de Deus em Alagoas. Após a mensagem, foi feito o convite àqueles que estavam...

500 Anos da Reforma Protestante| Centenas de evangélicos participaram dos Seminários no interior

Cumprindo mais uma rodada de seminários sobre os 500 Anos da Reforma Protestante, as cidades de Arapiraca, Dois Riachos, Porto Calvo e Rio largo sediaram o evento no último sábado (17). Os assembleianos lotaram as igrejas para...

Americano preso morre na Coreia do Norte

A família de Otto Warmbier, cristão de 22 anos, confirmou seu falecimento no dia 19 de junho, apenas uma semana depois de ser libertado – em coma – após 15 meses de prisão na Coreia do Norte. Leia a matéria sobre a...

O único lugar onde podíamos adorar

O vento afiado e o frio sopravam na cela da prisão, mas Hea-Woo dificilmente podia senti-lo. Ela dificilmente podia sentir qualquer coisa. “Eu estava dentro das horas da morte; doente, desnutrida e congelada por causa das condições deploráveis da cela da prisão. Eu não pensei que estaria viva para...

Camboja deve construir 500 novas igrejas, após se libertar da repressão comunista

Dezenas de pastores se aglomeraram em torno de Hun Sen, com os smartphones estendidos, engajados para comemorar o primeiro encontro do primeiro-ministro cambojano com os cristãos...

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

A Igreja continua sendo perseguida na China

CHINA



Somente igrejas aprovadas pelo governo são legais na China. Todas as igrejas domésticas são consideradas "reuniões ilegais." Mas, mesmo um número de igrejas oficialmente sancionadas tem sido alvo por parte do governo nos últimos meses, com os funcionários explicando que eles foram "remover ou modificar as construções ilegais"

 "Nós não sabemos exatamente por que eles invadiram a nossa igreja", relatou um cristão local ao grupo de vigilância International Christian Concern (ICC), que tem monitorado a crescente onda de perseguição na China. "O governo não quer que a gente se reúna para adorar como igreja."

 Membros disseram que a igreja foi invadida, a cerca de um mês, sem qualquer aviso e que a polícia só deixou para trás uma nota afirmando que as pessoas foram detidas por fazer uma "reunião ilegal". Mais de 30 cristãos ainda permanecem sob custódia.

 "É inacreditável que as autoridades locais tenham prendido mais de 100 membros da igreja, incluindo crianças, na cidade de Foshan. Mesmo que a maioria já tenha sido liberta, a experiência foi traumatizante", disse o gerente regional da ICC. “A Igreja Monte das Oliveiras tem mais de 20 anos de história e tem cerca de 170 membros”, acrescentou ele.

 "O que o governo está fazendo aqui é tão bárbaro", desabafou o líder da igreja local Chen Zhi'ai à CNN.

 Em julho, deste ano, um proeminente líder chinês foi condenado a 12 anos de prisão, supostamente para reunir multidões e "perturbar a ordem pública." Provas falsificadas levaram à prisão o pastor Zhang Shaojie, em mais uma tentativa do governo chinês para conter o crescimento do cristianismo.

 "Este caso mostra que o governo chinês continua a encobrir a perseguição religiosa com acusações criminais fabricadas contra um líder de igreja inocente", disse o chefe China Aid, Bob Fu, na época.

 Os dez países mais hostis aos cristãos tratam-se de nações que passam por sérios problemas em seu governo: Somália, Síria, Iraque, Afeganistão, Paquistão e Iêmen. Junto a eles, Coreia do Norte, Arábia Saudita, Maldivas e Irã completam a primeira dezena de países onde ser cristão é, praticamente, uma prova de resistência.

 Ore pela Igreja na China, 37º na lista de Classificação da Perseguição Religiosa.

Fonte:http://www.portasabertas.org.br/
Postado em 15 de outubro de 2014

Cristãos indígenas no meio do fogo cruzado na Colômbia

COLÔMBIA


Os cristãos da comunidade indígena Puinabe (região Guainia) estão com medo por causa da constante pressão do exército colombiano, que tem exigido que eles assinem um documento que lhes permite ocupar áreas onde a mineração ilegal é praticada pelas Farc

 Alguns comandantes de guerrilha mantém vigilância constante sobre a população, buscando evitar que os residentes assinem estes documentos.

 Aqueles que assinam são acusados de serem traidores. Os guerrilheiros têm ameaçado o líder indígena dessa comunidade, que é cristão. Regularmente, eles invadem os cultos e reuniões de oração para pressionar o líder a expulsar o exército da região.

 Perante esta situação, os cristãos estão com medo porque acreditam que a guerrilha irá contra eles se cooperarem com as exigências do exército, aumentando o recrutamento de jovens dentro de sua comunidade.

 Ore pela proteção desse líder cristão e peça por sabedoria para os irmãos que se encontram no meio do conflito entre a guerrilha e o exército. Peça ao Senhor para que lhes dê força para continuar firmes.


Fonte:http://www.portasabertas.org.br/
Postado em 15 de outubro de 2014

Estado Islâmico entrega mulheres e crianças iraquianas como escravos

IRAQUE


O grupo ultrarradical Estado Islâmico (EI) afirmou que entregou mulheres e crianças iraquianas a seus combatentes como "prêmio" de guerra, com a pretensão de ter restabelecido a escravidão em seu califado

 Na edição mais recente de sua revista de propaganda, Dabiq, publicada no domingo (12), a organização extremista sunita admite pela primeira vez de forma aberta que está entregando como escravos os integrantes da comunidade yazidi, que pratica uma religião sincretista*. As vítimas são dadas como prêmio de guerra a seus combatentes.

 Em julho deste ano, o Conselho de Segurança das Nações Unidas denunciou a perseguição a cristãos e outras minorias no norte do Iraque, lar de comunidades minoritárias durante centenas de anos. Hoje, eles são alvo do grupo conhecido como o Estado Islâmico do Iraque e do Levante (ISIS) e seus aliados.

 O Conselho condenou nos termos mais fortes “a perseguição sistemática de indivíduos de populações minoritárias e daqueles que se recusam a aceitar a ideologia extremista do EI”. As autoridades não têm notícias sobre o paradeiro de centenas de mulheres e crianças.

 Em um artigo que tem como título "A recuperação da escravidão antes da hora", a Dabiq afirma que ao escravizar pessoas acusadas de professar uma crença religiosa desviada, o EI restaurou o sentido original de um preceito da sharia, a lei islâmica.

 "Após a captura, as mulheres e crianças foram divididas, segundo a sharia, entre os combatentes do Estado Islâmico que participaram nas operações de Sinjar", afirma o texto.

 O único outro caso conhecido – embora muito menor – é o da escravização de mulheres cristãs e crianças nas Filipinas e na Nigéria pelos mujahidin [jihadistas].

 O EI proclamou, em 29 de julho, a criação de um califado nos territórios sob seu controle no Iraque e na Síria, onde cometeu várias atrocidades, como sequestros, estupros e assassinatos.

 A Portas Abertas está presente no Iraque a fim de apoiar no que for possível e encorajar nossos irmãos em todas as situações, conforme suas necessidades específicas. Mas, ainda há muito a ser feito. Não podemos deixar de orar e estender as mãos para ajuda-los. Mantenha a Igreja viva no Iraque!

 *religião que tende a fundir, numa só, várias doutrinas diferentes


Fonte:http://www.portasabertas.org.br/
Postado em 15 de outubro de 2014

Estudo compara restrições religiosas e a desigualdade de gênero

INTERNACIONAL


Um novo estudo sobre liberdade de crença revela que quanto maior o nível de intolerância religiosa de um país, mais rapidamente os direitos das mulheres e das meninas diminui

 O estudo foi realizado pela Associação Liberdade Religiosa & Negócios (Religious Freedom & Business Association, tradução livre), dirigido por Brian Grim, ex-especialista do Pew Research Centre Religion. Ele analisou dados e fez comparativos de restrições governamentais e Índice de Desigualdade de Gênero da ONU.

 Afeganistão, Egito, Paquistão, Sudão, Iraque e Índia são os países do topo do ranking, tanto para a desigualdade de gênero quanto para restrição religiosa, de acordo com o relatório. Todos esses países também figuram na Classificação da Perseguição Religiosa, atualizada todos os anos pela Portas Abertas. Diariamente, a Portas Abertas também publica notícias dessas nações que revelam a situação dos cristãos em países onde há limitações de se professar a fé em Jesus Cristo.

 Prêmio Nobel
 Na semana passada, a jovem Malala Yousafzai, de 17 anos, consagrou-se a mais jovem vencedora do prêmio Nobel. Em 2012, a estudante paquistanesa sobreviveu a uma tentativa de assassinato por membros do grupo Talibã por sua militância pelo direito à educação das meninas paquistanesas.

 O Paquistão está na oitava posição entre os países que mais perseguem os cristãos. Muitas meninas cristãs, particularmente, correm risco de sequestro e ataques.

Fonte:http://www.portasabertas.org.br/
Postado em 15 de outubro de 2014

Cresce preocupação que o Nepal proíba conversões cristãs

Os cidadãos do Nepal correm o risco de serem proibidos de se tornar cristãos, a menos que uma nova Constituição lhes assegure o direito à crença


 A organização Christian Solidarity Worldwide (CSW) afirma que não há lei no Nepal para defender as pessoas que renunciam a outra fé e se convertem ao cristianismo. Vários políticos têm alegado que a conversão de uma fé à outra deve ser proibida.

 Martin Gore, da CSW, disse que "é muito incerto que a [liberdade religiosa] seja garantida na nova Constituição.”

 Ele continuou: "Os tratados internacionais que o Nepal assinou realmente afirmam que todos têm o direito de adotar uma religião de sua própria escolha, mas as cláusulas [da Constituição] que temos visto até agora não garantem isso.”

 "O Estado tem propostas, no novo código penal, apresentadas antes da Assembleia Constituinte, alguns anos atrás, que proíbem todas as conversões no novo código penal. Apesar de não terem sido consideradas no plenário da Câmara, essas propostas foram redigidas”, concluiu Gore.

 De uma população de quase 30 milhões, apenas 2,85% das pessoas no Nepal são cristãs. O país tornou-se um Estado laico após uma guerra civil de uma década entre 1996 e 2006. Como parte do cessar-fogo, foi obrigado a criar uma Constituição que ainda não foi feita, mesmo oito anos depois.

 Um projeto de Constituição deverá ser lançado em janeiro, com lugar para consultas e reformulações ao longo de 2015.

 Leia também
 Cristianismo sob ameaça no Nepal

Fonte:http://www.portasabertas.org.br/
Postado em 15 de outubro de 2014

DINAMI: Dia Nacional de Missões

DINAMI: Dia Nacional de Missões

Janela 10/40 O Maior Desafio Missionário da Atualidade.

Janela 10/40 O Maior Desafio Missionário da Atualidade.

Seguidores

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More