Domingo da Igreja Perseguida é tema do Culto de Missões da AD Bebedouro

No segundo domingo de junho, o Departamento de Missões da Assembleia de Deus em Bebedouro, coordenado pelo diácono Mariano Siqueira, organizou mais um culto missionário abençoado abordando relatos...

Pr. José Orisvaldo Nunes: “Se você está atravessando o Vale, saiba que Deus cuidará de ti!”

O pastor-presidente José Orisvaldo Nunes de Lima foi usado por Deus na ministração da Palavra durante o Culto de Doutrina desta terça-feira (20) no templo-sede da Assembleia de Deus em Alagoas. Após a mensagem, foi feito o convite àqueles que estavam...

500 Anos da Reforma Protestante| Centenas de evangélicos participaram dos Seminários no interior

Cumprindo mais uma rodada de seminários sobre os 500 Anos da Reforma Protestante, as cidades de Arapiraca, Dois Riachos, Porto Calvo e Rio largo sediaram o evento no último sábado (17). Os assembleianos lotaram as igrejas para...

Americano preso morre na Coreia do Norte

A família de Otto Warmbier, cristão de 22 anos, confirmou seu falecimento no dia 19 de junho, apenas uma semana depois de ser libertado – em coma – após 15 meses de prisão na Coreia do Norte. Leia a matéria sobre a...

O único lugar onde podíamos adorar

O vento afiado e o frio sopravam na cela da prisão, mas Hea-Woo dificilmente podia senti-lo. Ela dificilmente podia sentir qualquer coisa. “Eu estava dentro das horas da morte; doente, desnutrida e congelada por causa das condições deploráveis da cela da prisão. Eu não pensei que estaria viva para...

Camboja deve construir 500 novas igrejas, após se libertar da repressão comunista

Dezenas de pastores se aglomeraram em torno de Hun Sen, com os smartphones estendidos, engajados para comemorar o primeiro encontro do primeiro-ministro cambojano com os cristãos...

terça-feira, 31 de julho de 2012

Violência, na Síria, afeta a vida dos Cristãos

As revoltas na Síria, seguidas de conflito armado entre as forças do governo e o exército de oposição ELS (Exército Livre da Síria), completaram um ano e meio, e dizimaram milhares de vidas. O futuro político do país é incerto!


Milhares de sírios, incluindo um grande número de cristãos, fugiram de suas casas, especialmente das cidades de Homs e Hama, e mais recentemente, de Damasco e Aleppo. Há relatos de que os cristãos têm sido alvo tanto das forças do governo, quanto dos rebeldes.


Vários proeminentes cristãos sírios foram mortos, incluindo o ministro da Defesa, general Dawoud Rajha (assassinado em um ataque aos Escritórios Nacionais de Segurança em Damasco em 18 de julho) e o brigadista-Geral, Nabil Zougheib, (assassinado juntamente com sua esposa e filho, em sua casa, em um bairro cristão de Damasco, em 21 de julho).

A maioria dos líderes cristãos do país alega que os ataques contra os cristãos não têm motivações religiosas, e sim políticas e econômicas. Muitos cristãos temem que os grupos radicais islâmicos fiquem cada vez mais influentes, e que isso leve ao aumento da hostilidade contra eles e outras minorias. Eles temem que estejam cada vez mais vulneráveis às atividades criminosas, inclusive sequestros.

Ao longo do conflito armado entre governo e oposição, os cristãos sírios têm enfrentado o dilema da lealdade. Eles consideram o atual regime como uma espécie de protetor de seus direitos, e temem que o estabelecimento de um novo regime possa trazer mais hostilidades sobre a Igreja síria. No entanto, eles têm consciência de que, fidelidade aberta ao governo ou à oposição, poderá gerar tanto atual como futuramente, retaliação de um ou outro lado.

Pedidos de oração


• Ore pela proteção de Deus aos cristãos, pela paz interior de Cristo, e para que tenham orientação diária do Espírito Santo.

• Ore por aqueles que perderam seus entes queridos e que se encontram feridos e traumatizados, para que sintam a presença, o conforto e a cura de Deus.

• Ore pelo fim da violência no país, para que haja uma resolução justa do conflito e uma reforma política construtiva.

• Ore para que muitos conheçam o amor e o perdão de Cristo, e para que haja mais liberdade religiosa para todos os cidadãos.

Ore pelos cristãos do mundo muçulmano durante o Ramadã. Clique aqui e saiba mais sobre o mês sagrado de jejum e oração dos muçulmanos.


Fonte:http://www.portasabertas.org.br/
Postado em 31 de julho de 2012

Avalanche de restrições legais pode afetar a Igreja

Três novas leis que limitam a liberdade de expressão pública e o trabalho de entidades humanitárias foram aprovadas pelo parlamento russo nos últimos dias. Apesar de terem caráter político, elas podem representar uma ameaça à liberdade dos cristãos russos


A primeira nova lei, sancionada em 9 de julho, prevê multa para quem participar de protestos que não tiveram aprovação do governo para acontecer. Ativistas temem que a nova lei censure a internet, bloqueando sites considerados indesejáveis.


A segunda lei, de 13 de julho, determina que todas as ONGs ativas na Rússia que recebam dinheiro do exterior, devem qualificar-se publicamente como "agentes estrangeiros".

Essas organizações serão obrigadas a submeter relatórios de suas atividades às autoridades russas e também serão obrigadas a apresentar relatórios financeiros detalhados a cada três meses. Elas também estarão sujeitas a inspeções regulares e não agendadas.

A terceira lei ainda não foi submetida à votação. Segundo esta lei, voluntários serão obrigados a assinar acordos de cooperação com a organização e autoridades locais.

Nenhuma dessas leis tem caráter religioso. Seu principal objetivo é político: diminuir a influência da oposição e de países estrangeiros. No entanto, as autoridades russas têm o costume de usar utilizar leis desse tipo para restringir a Igreja.

A lei sobre ONGs apoiadas por estrangeiros tem consequências imediatas para muitas organizações cristãs, e até igrejas e pessoas. Elas terão que se declarar publicamente "agentes estrangeiros" (um termo com conotações terríveis, que pode significar "espião"), e serão sempre observadas, inclusive financeiramente. Isso afetará especialmente a Igreja Católica Romana e os protestantes.

Concluindo, é seguro dizer que a Rússia está se tornando "menos aberta". É verdade que o regime tem como alvo a oposição (e a influência ocidental), mas há uma possibilidade real de que mais pessoas, os cristãos, por exemplo, sejam afetados.


Fonte:http://www.portasabertas.org.br/
Postado em 31 de julho de 2012

Morre o esposo da fundadora do círculo de oração do Farol

Fernando Cavalcanti de Mélo faleceu vítima de complicações do Mal de Alzheimer


Fernando Cavalcanti de Mélo faleceu vítima de complicações do Mal de Alzheimer


Morreu bem no início da manhã desta segunda-feira (30), aos 89 anos, o esposo daquela que foi a fundadora do círculo de oração Betesda, da Assembleia de Deus no bairro do Farol, em Maceió. Fernando Cavalcanti de Mélo era marido da saudosa irmã Venir Andrade Cavalcanti Mélo, que ainda é muito lembrada pelo grande empenho e contribuição à obra do Senhor na capital.

Segundo a família, o idoso faleceu vítima de complicações do Mal de Alzheimer, doença degenerativa que possui tratamentos paliativos ao paciente, mas é considerada pela Medicina como incurável. Por volta das 5h da manhã, o corpo dele não resistiu e o seu espírito e alma foram recolhidos pelo Senhor.

O genro de Fernando e Venir informou ao Portal AD Alagoas que a cerimônia fúnebre está marcada para a tarde desta quarta-feira (1º), no cemitério Campo Santo Parque das Flores, no bairro do Tabuleiro do Martins. Em seguida, o corpo será sepultado.

Uma das filhas de Fernando, Sonja Sidiney, é aguardada para participar do velório do pai. Ela reside nos Estados Unidos e chega até a data prevista do enterro. Além de Sonja, o idoso deixa mais três filhas: Sônia Venir, Sandra Lúcia e Salma Suely.




Fonte:http://www.adalagoas.com.br/
Postado em 31 de julho de 2012

Conheça alguns atletas cristãos que estão em Londres para as Olimpíadas

Atletas Cristãos


Ao todo são oito esportistas de diversas modalidades


O ministério Atletas de Cristo divulgou em seu site a lista de esportistas cristãos brasileiros que estão em Londres para competir nas Olimpíadas 2012. Nessa lista formada por oito atletas há jogadores de vôlei, basquete, tênis de mesa, futebol, futebol feminino e lutadora de taekwondo. O grupo pequeno conta com a oração de todos os cristãos, não só para que tenham êxito em suas atividades esportivas, mas para que consigam evangelizar.

O Atletas de Cristo é um movimento interdenominacional que une desportistas de todas as modalidades que tem como objetivo alcançar o mundo através dos esportes. Para pedir oração e apresentar os cristãos que estão na Inglaterra para competir, o ministério elaborou um hotsite com os detalhes pessoas de cada um desses atletas.

Entre os cristãos da seleção de vôlei podemos citar Leandro Vissotto, de 28 anos, e Serginho, 37, dois grandes atletas que integram a equipe brasileira. Enquanto Leandro faz sua estreia nos Jogos Olímpicos, Serginho participa de sua terceira Olimpíada.

Com apenas 28 anos Natália Falagna vai entrar no tatame olímpico pela terceira vez para tentar a medalha de ouro no Taekwondo. Em 2004 ela esteve em Atenas e conseguiu o 4º, já em 2008, em Pequim, a jovem conseguiu a medalha de bronze.

No basquete também há dois atletas cristãos, Nenê Hilário, 30 anos, e Tiago Splitter, 27, os dois estão estreando suas carreiras olímpicas em Londres, uma conquista pra lá de importante para esses competidores que treinam até conseguir se destacar entre tantos outros atletas.

No tênis de mesa temos Hugo Hoyama que já é veterano nos Jogos Olímpicos, ele participa das Olimpíadas desde 92, sendo esta a sua sexta participação. Apesar de nunca ter conquistado uma medalha olímpica ele tem em sua carreira diversos prêmios como o Ouro conquistado em 2011 nos jogos Pan Americanos que aconteceram no México.

O goleiro Gabriel faz sua estreia nas Olimpíadas 2012 para defender o time brasileiro de futebol. Preste a completar 20 anos o jovem foi escolhido pelo técnico Mano Menezes para vestir a camisa nº1 e participar dessas competições tão importantes.


Fonte:http://www.adalagoas.com.br/
Postado em 31 de julho de 2012

Igrejas se unem na luta contra o HIV

conscientização sobre o HIV e a AIDS


Nesta semana líderes cristãos de todo o mundo se reuniram em uma cúpula extraordinária da Conferência Internacional sobre Aids em Washington, nos Estados Unidos, para discutir o papel da igreja na luta contra esta doença mortal.


Embora campanhas nacionais de educação tenham sido bem-sucedidas em oferecer uma ampla plataforma de conscientização sobre o HIV e a AIDS, em alguns países as organizações baseadas na fé têm assumido um papel importante na educação e apoio às comunidades locais para reduzir a transmissão do vírus.

O pastor Rick Warren da Igreja Saddleback nos EUA, diz que evento chama a igreja para ajudar a promover a saúde global.

A Igreja de Saddleback "Plano de Paz" capacita as igrejas locais para cuidar de pacientes com AIDS e educar a próxima geração.

Segundo publicação CBN News, Kay, esposa de Rick, disse que um dos passos mais poderosos que qualquer igreja pode tomar é a de remover o estigma associado à doença.

"Nós olhamos para a escritura. Nós olhamos para Marcos 1:40-42 onde Jesus encontrou um leproso. Ele teve a oportunidade de lhe perguntar, 'Como e por que você esta doente? Mas Ele não o fez'", explicou ela. "A Bíblia apenas diz que Ele se encheu de compaixão. Ele estendeu a mão, tocou o homem, e o curou".

Estima–se que mais de 34 milhões de pessoas no mundo sofrem de HIV ou AIDS. A maioria vive em países africanos e outros países em desenvolvimento, segundo mesma publicação.

No evento, muitas pessoas envolvidas com a luta contra o HIV estiveram presentes discutindo estratégias para que a igreja ajude no combate.

Em mensagens de vídeo, que encorajaram a igreja a continuar o seu trabalho em ajudar a salvar vidas em todo o mundo, o presidente Barack Obama e o republicano Mitt Romney candidato presidencial também se pronunciaram durante o evento abordando o tema com os líderes religiosos.

O combate contra a doença


No dia 16 deste mês foi anunciado pela Agência Federal de Alimentos e Medicamentos (FDA) dos Estados Unidos a aprovação do Truvada, do laboratório Gilead Sciences, como primeira pílula para ajudar a prevenir o HIV em alguns grupos de risco.

Após testes clínicos mostrarem que o Truvada pode reduzir de 44% a 73% o risco de contágio do HIV, um assessor da agência FDA pediu a aprovação do medicamento como prevenção para pessoas não infectadas.

Apesar de estudos terem mostrado a redução do risco do contágio do HIV, alguns estudiosos se opõem à aprovação da droga baseando-se em preocupações de que os usuários poderiam ganhar uma falsa sensação de segurança provocando um aumento na prática de sexo sem proteção e em uma retomada nos casos de Aids.

Outro caso que surpreendeu a medicina foi a suposta cura do americano Timothy Brown, conhecido como o "paciente de Berlim", a única pessoa no mundo que parece ter se livrado do vírus da Aids.

Brown, 47 anos, um ex- HIV positivo de Seattle, nos EUA, ficou famoso depois de passar por um novo tratamento de leucemia com células-tronco de um doador resistente ao HIV e desde então não apresenta traços do vírus.

“Eu sou a prova viva de que pode haver uma cura para a Aids", disse Brown à AFP em uma entrevista. "É maravilhoso estar curado do HIV".

Apesar de alguns cientistas acreditarem que ele pode ter traços de HIV no corpo e que pode contaminar outros, Brown afirma que está curado.

"Sim, estou curado", declarou. "Sou HIV negativo".


Fonte:http://www.adalagoas.com.br/
Postado em 31 de julho de 2012

segunda-feira, 30 de julho de 2012

AD de Joinville celebra crescimento

No final de julho igreja realizará congresso e encontro para novos convertidos


Seguindo o tema anual da CIADESCP, “Discipulado Alavanca do Crescimento”, a Assembleia de Deus de Joinville (SC), presidida pelo Pr. Sérgio Melfior, realizará de 27 a 29 de Julho o 1º Congresso Geral de Discipulado. O evento celebra o resultado das pesquisas do IBGE, que disse que entre as Igrejas pentecostais (que aumentaram 4,64 pontos percentuais no proporcional em Joinville), quem mais cresceu foi a Assembleia de Deus. Passou de 6,63% (28.424 pessoas) em 2000 para 10,87% (55.597) em 2010, exatamente o período em que está ativo o discipulado na Igreja.

O evento, que acontecerá no Templo Sede, faz parte de uma série de ações para proporcionar uma formação continuada de discipuladores e líderes, além de celebrar co crescimento da Igreja, que neste último ano batizou cerca de 1700 pessoas, a maioria fruto do discipulado. E visando a integração de todos os novos convertidos da Igreja, paralelamente acontece o 1º Encontro Geral de Novos Convertidos.

O tema geral do evento é “Integrando vidas ao Reino - crescer, amar e discipular! Os preletores serão: diácono Mário Sérgio de Araújo Silva (Parnamirim – RN) – coordenador do DINOC – Departamento de Integração de Novos Convertidos da IEAD em Parnamirim – RN. Tema: “Integração e Discipulado de Novos Convertidos”; presbítero Jeverson Meirelles (Esteio – RS) – pregador, empresário e coordenador do Depto. de Discipulado da IEAD em Esteio – RS. Tema: “Satisfação em ganhar almas”; evangelista Dr. Sandro Nunes Vieira (Joinville – SC) – juiz federal, especialista em liderança e administração, 2º Coordenador da UMADJO. Tema: “Liderança aplicada ao Discipulado”.

Estará ministrando o louvor o cantor e compositor Éder Carvalho (Joinville – SC).

PROGRAMAÇÃO:


- Sexta-feira (27): 19h30 – Palestra 1 – Liderança aplicada ao Discipulado; 20h30 – Palestra 2 – Integração e Discipulado de Novos Convertidos;
- Sábado (28) 14h30 - Palestra 3 – Satisfação em ganhar almas;
15h30 – Coffee break
15h45 – Palestra 4 – Integração e Discipulado de Novos Convertidos;
17h30 – Intervalo
19h30 – 1º Encontro de Novos Convertidos;
- Domingo (29) 14h30 – Palestra 5 – Integração e Discipulado de Novos Convertidos;
15h30 – Coffee break
15h45 – Palestra 6 – Integração e Discipulado de Novos Convertidos;
19h00 – Culto de Novos Convertidos - Encerramento;

INVESTIMENTO:


Dez reais (R$ 10,00) e inclui pasta, crachá, certificado, apostila, caneta e coffee break. A carga horária dos Seminários (10 horas/aula) será reconhecida pela Faculdade Refidim (www.ceeduc.org) da IEAJO.

Confirmação da inscrição mediante o envio do comprovante de Depósito Bancário: Banco BRADESCO Ag. 0358-1 Conta Corrente: 277777-0, em nome de Joary J. Carlesso e Cássio R. Ruthes.

Observação: a Igreja não disponibilizará hospedagem e alimentação aos participantes.

Para o coordenador do evento, Pr. Joary Jossué Carlesso, “a expectativa é a participação de 1.000 discipuladores e líderes e 1.200 novos convertidos”. “O Congresso é aberto para todos que quiserem se especializar em ganhar vidas para Jesus. Faça sua caravana e conheça mais sobre esta alavanca do crescimento: o discipulado”, finaliza o coordenador.

INSCRIÇÕES:


- Com os líderes de discipulado de cada congregação da IEADJO;
- Através do SITE: www.discipuladojoinville.com.br
- Por TELEFONE: (47) 3026-4093
- MSN Secretaria: discipuladojoinville@hotmail.com
- E-mail: discipulado@adjoinville.org.br
- Escritório do Depto. Discipulado: Rua Dr. Plácido Olímpio de Oliveira, 973 - Bucarein (rua lateral do Templo Sede) – Joinville – SC.

EQUIPE DO DISCIPULADO EM JOINVILLE:

Pastor Presidente: Pr. Sérgio Melfior
1º Coordenador: Pr. Joary Jossué Carlesso
2º Coordenador: Ev. Cássio Rodrigo Ruthes
3º Coordenador: Ax. Marco Aurélio Bittencourt
1º Secretário: Pb. Anderson Marcelo de Souza

Fonte:www.cpadnews.com.br
Postado em 30 de julho de 2012

Revezamento nacional de oração termina em Westminster

Representantes de igrejas locais e organizações cristãs com sede em Londres participaram da iniciativa



Um revezamento de oração de 70 dias terminou a sua jornada em Westminster na noite de quinta-feira (26). A abertura oficial das Olimpíadas aconteceu na sexta (27).


A campanha de oração em Londres acompanhou a Tocha Olímpica nas 70 cidades do país percorrida pelo símbolo olímpico. Em cada local, líderes de igrejas também trocaram um bastão de oração.

A parada final foi no Centro de Emmanuel, a poucos metros de distância das Casas do Parlamento e da Abadia de Westminster.

Representantes de igrejas locais e organizações cristãs com sede em Londres participaram da iniciativa.

Jane Holloway, da organização Mais que Ouro disse: "Os últimos 70 dias foram verdadeiramente históricos como nunca se viu numa temporada de louvor e oração com cristãos unidos em todo o território das Ilhas Britânicas. Este revezamento de oração celebra a diversidade e a unidade da Igreja. Orações foram escritos em estilos diferentes, entregue em uma variedade de locais e cristãos em cada vila ou cidade se comprometeram a orar juntos. Acreditamos que Deus quer abençoar essa nação neste ano significativo".

O revezamento de oração foi coordenado pelo projeto Mais que Ouro. O CEO do grupo, David Wilson, ainda teve a oportunidade de correr com a tocha olímpica.

Fonte:www.cpadnews.com.br
Postado em 30 de julho de 2012

Conexão Londres chega à cidade olímpica

Jogos Olímpicos de Londres, que começaram oficialmente nesta sexta-feira (27) e vão até 12 de agosto



Os 175 voluntários da caravana Conexão Londres chegaram quinta-feira (26) na capital britânica para impactar os Jogos Olímpicos de 2012 com o Evangelho de Cristo, após uma semana em Sevilha, na Espanha, onde participaram de um treinamento


Durante os Jogos Olímpicos de Londres, que começaram oficialmente nesta sexta-feira (27) e vão até 12 de agosto, os voluntários terão a oportunidade de evangelizar atletas e o público em uma experiência abençoadora e que irá marcar suas vidas para sempre.

Treinamento na Espanha


Em Sevilha, onde participaram de um treinamento, os voluntários foram divididos em sete grupos para apoiar e ajudar o ministério de seis igrejas da cidade espanhola.

O grupo é liderado pelo pastor Marcos Grava, coordenador do Programa Esportivo Missionário (PEM) e do Setor de Voluntários de Missões Mundiais e que possui experiência em organização de caravanas evangelísticas em grandes eventos esportivos.

O pastor Grava compartilha uma experiência ainda na Espanha: “Já no primeiro dia de trabalho, Deus operou um grande milagre. Após o pastor local tentar por muitos anos entrar em um asilo, a porta se abriu para a visita de um de nossos grupos. Além disso, a igreja poderá continuar um ministério frequente. Glória a Deus, celebre conosco”.

“Onde estiver gente do mundo inteiro, lá estaremos para levar o Evangelho do Senhor Jesus”, declara o Pr. Grava.

Os voluntários terão bastante trabalho pelos próximos dias, dada a dimensão do evento. Estarão em Londres cerca de 11 mil atletas, e 2 milhões de espectadores são esperados na capital britânica, segundo o comitê organizador.

Se você quer acompanhar em tempo real a caravana Conexão Londres, curta a fan page www.facebook.com/VoluntariosEmCampo.

Fonte:www.cpadnews.com.br
Postado em 30 de julho de 2012

domingo, 29 de julho de 2012

A alegria de ganhar um caderno

Eram simples kits escolares compostos de caderno, caneta e lápis, régua, borracha, apontador de lápis, calculadora, giz de cera, cola e uma mochila resistente para levar tudo isso para a aula.


Mas a filha de um pastor colombiano indígena, do Departamento de Arahuacos, admitiu que embora sua família estivesse juntando dinheiro havia mais de um mês, ainda não tinham conseguido comprar nem mesmo um caderno.


"Hoje fiquei feliz", ela disse à Portas Abertas, que distribuiu mais de 600 kits escolares em sete regiões da Colômbia. "Agora não tenho só um caderno, mas tudo de que preciso para o ano todo!"

Nas remotas áreas do norte e sudoeste da Colômbia, onde a perseguição aos cristãos indígenas aumenta, e as condições financeiras diminuem, seria necessário o salário de um mês inteiro nos campos para comprar esse tipo de material escolar.

Ludibia Aragon, pastor da Igreja Aliança Cristã Missionária, agradeceu a iniciativa: "Como pastor, agradeço vocês por possibilitarem o estudo de nossas crianças. O mais importante é ver a felicidade deles ao olhar para os cadernos e os outros materiais, todos muito lindos."

O pastor observou que das 20 crianças da região, 7 não tinham o pai, porque eles haviam sido assassinados. Outros pais fugiram por causa da violência, deixando para trás esposa e filhos. "Estas mães são as chefes da casa, e podemos ver a gratidão e a alegria que sentem ao receber esta grande ajuda."

Agradecimento das crianças


"É um presente de Deus!", exclamou uma criança. Muitas crianças abraçavam a pessoa que entregava os kits, e saiam cantando e chorando de alegria.
"Graças a Deus e a vocês, posso ir para a escola com uma mochila e cadernos", um jovem chamado Johan escreveu alegremente em sua carta de agradecimento.

"Espero que Deus abençoe vocês grandemente em tudo... que ele triplica tudo! Vocês são especiais para nós. Recebo a sua ajuda de todo coração, porque observo que vocês nos ajudam com muito amor", declarou outra criança.

Fonte:http://www.portasabertas.org.br/
Postado em 29 de julho de 2012

Estamos aqui para ficar

Alguns colaboradores da Portas Abertas participaram do culto dominical de 8 de julho, marcando uma semana do violento ataque em Garissa.


O culto, celebrado na Igreja do Interior da África (AIC), aconteceu uma semana depois do
ataque que deixou 17 cristãos mortos e 67 feridos.

A coragem dos membros da AIC foi demonstrada com o fato de que muitos levaram seus filhos à igreja, recusando-se a ser intimidados.

A maioria da congregação chorou com o coral enquanto eles cantavam e dançavam ao som de uma canção que dizia: "Tu és o meu auxílio, a minha segurança. Não terei medo porque és meu escudo. Mesmo que eu passe pelo vale da sombra da morte, não temerei, porque estás comigo. Senhor, tu és a minha luz e a minha salvação. És o meu pilar e a minha vida. Não vou ter medo, nunca vou ter medo. Quando tenho Jesus, sou livre".

Sinais do violento ataque ainda eram evidentes. Os buracos de bala nas paredes, estilhaços do telhado no chão e vestígios de manchas de sangue retratavam uma imagem clara do que se passou naquele dia.

Policiais guardavam o recinto do lado de dentro e de fora.

Membros de ouras igrejas participaram desse culto num gesto de apoio. O templo da AIC estava cheio de pessoas, porém, sinais de profunda tristeza eram visíveis em muitos rostos.

As manifestações dos membros da igreja, durante o culto, mostravam que eles ficaram traumatizados. Muitos se agitavam ao ouvir qualquer som que viesse de fora, especialmente da parte de trás da igreja, de onde os atiradores dispararam.

O reverendo Mutava Musyimi, membro do Parlamento queniano, esteve presente no culto da AIC e agradeceu a presença de todos. "Sua presença hoje envergonha o diabo! Ele pensou que tinha nos abatido com um medo paralisante, mas não! Com você, dizemos que nós, cristãos, estamos aqui para ficar – louvado seja Deus! Louvamos a Deus porque ele permitiu que vocês viessem à igreja, embora muitos tenham ainda o coração enlutado pela morte de amigos e familiares".

Fonte:http://www.portasabertas.org.br/
Postado em 29 de julho de 2012

Miss. Joseane é reconhecida como um dos grandes nomes da arquitetura de AL

Missionária Joseane Ferreira


Segundo a assembleiana, o reconhecimento foi uma grande bênção


A arquiteta Joseane Ferreira, conhecida como missionária Josinha (AD do Farol), foi homenageada entre os Grandes Nomes da Arquitetura e Design de Alagoas 2011. A premiação ocorreu em dezembro do ano passado e vale o registro do portal AD Alagoas.

A primeira lista foi divulgada em 2010, sob a direção do publicitário Luiz Dantas. "É uma ação de valorização dos profissionais, que tem seus nomes divulgados em ações de mídia, como outdoors, publicações em jornal e revista", contou Dantas.

Segundo Joseane, o reconhecimento foi uma grande bênção. "O mercado está cheio de grandes profissionais. No dia da festa, eu glorificava a Deus pela oportunidade de estar entre os melhores. Sei que Deus é o principal autor dos meus projetos, e eu sou apenas a desenhista, tenho muito que aprender, principalmente para meu crescimento como profissional e do Reino de Deus, e estar lá para mim foi a realização de que podemos ser sim cristãos e ser reconhecidos pelo nosso trabalho na sociedade", concluiu Josinha.

Com nove anos de carreira, a assembleiana leva o reconhecimento por trabalhos em projetos arquitetônicos, residenciais, comerciais, religiosos e ambientação. "Meu objetivo é projetar e transformar espaços, promovendo o bem-estar e melhorando a qualidade de vida e a dinâmica do dia-a-dia do cliente, transformando seus sonhos em realidade, sendo autêntica na busca de formas e equilíbrio de cores", diz Josinha, destacando que sua inspiração vem da natureza criada por Deus, com formas e cores tão perfeitas.

A arquiteta ainda cita, como referência, os arquitetos Oscar Niemeyer, Le Corbusier e Roberto Burle Marx e declara que seu estilo é composto por traços modernos e contemporâneos. "Tento deixar a minha marca em cada projeto, que é única", destaca Josinha.

Exemplos de projetos da arquiteta: a Gráfica Mascarenhas, localizada no bairro de Murilópolis, em Maceió-AL, e o projeto de interiores feito para a Assembleia de Deus, localizada no bairro do Farol. "A composição do púlpito foi feita com madeira, pedra e textura e trouxe conforto e um ar moderno para o ambiente", diz Josinha, sobre sua contribuição à reforma na igreja-sede em Maceió.


Fonte:http://www.adalagoas.com.br/
Postado em 29 de julho de 2012

Billy Graham chama atenção para decadência moral dos EUA

Billy Graham


Evangelista aponta que norte-americanos elegeram a tecnologia e o sexo como falsos deuses


O evangelista Billy Graham, considerado um dos maiores pregadores deste século, escreveu um artigo no site da Associação Evangelística Billy Graham em que comenta o atual cenário da sociedade norte-americana. Segundo ele, os padrões morais da América estão em franca decadência ao mesmo tempo em que as pessoas elegeram a tecnologia e o sexo como seus falsos deuses.

Citando os abortos realizados de forma legal no país, ele diz: “os americanos são auto centrados e indulgentes consigo mesmos, arrogantes e não sentem nenhuma vergonha do pecado. Esses pecados são agora emblemas do estilo de vida americano”.

Comparando a sociedade norte-americana às cidades bíblicas de Sodoma e Gomorra, o evangelista cita uma passagem de Ezequiel, onde é descrito modo de vida das antigas cidades que depois foram destruídas por Deus.

“Ora, este foi o pecado de sua irmã Sodoma: Ela e suas filhas eram arrogantes, tinham fartura de comida e viviam despreocupadas; não ajudavam os pobres e os necessitados. (Ezequiel 16:49)”

Graham cita o episódio em que capelães cristãos em um local nos sul dos EUA que atuam em delegacias de policia receberam ordens de não mencionar mais o nome de Jesus em oração.

Reportagens veiculadas na televisão mostraram que em um evento promovido pela polícia a pessoa designada a orar dirigiu sua prece ao ‘ser da sala’. “A sociedade americana está se esforçando para evitar qualquer possibilidade de ofender alguém. Só não se importa de ofender a Deus”, avalia Graham, e completa: “quanto mais longe estamos de Deus, mais as espirais do mundo fogem do controle”.

Apesar de revelar que seu coração “dói pela América e pelas pessoas”, o pregador lembra a misericórdia de Deus e sua resposta ao arrependimento. Foi o que aconteceu quando Jonas foi para Nínive e proclamou a advertência de Deus, e as pessoas ouviram e se arrependeram de seus erros. “acredito que o mesmo possa acontecer em nossa nação”, prevê.

Billy Graham é um nome internacionalmente conhecido por ter pregado a palavra do Evangelho por todo o mundo, sendo visto por aproximadamente 210 milhões de pessoas.

Hoje com 93 anos, ainda se dedica ao evangelismo e o ministério está sendo realizado pela Associação Evangelística Billy Graham, agora sob o comando de seu filho Franklin Graham.


Fonte:http://www.adalagoas.com.br/
Postado em 29 de julho de 2012

sexta-feira, 27 de julho de 2012

“Deus tem respondido suas orações”

Nigéria


O coordenador nacional da Portas Abertas na Nigéria enviou uma carta pessoal de agradecimento a todos que têm orado pela Igreja no país


Nos últimos dias, a Igreja da Nigéria tem sido perseguida e afligida intensamente. Neste mês, mais de 50 cristãos que buscavam refúgio na casa de um pastor foram assassinados por militantes.

O coordenador dos projetos de campo da Portas Abertas, no país, enviou uma carta de agradecimento a todos os irmãos que têm intercedido pela Igreja nigeriana nesses dias.

"Em nome de todos os nossos colaboradores na Nigéria gostaria de dizer que apreciamos sinceramente suas orações e seu apoio. Todas as orações são valorizadas e importantes para nós, e fazem diferença significativa em nossa situação.

As coisas não vão bem, considerando-se a perda de tantas vidas inocentes, e o trauma inimaginável que se sucedeu. Portanto, sentimentos de medo, desespero e quase falta de esperança são nossa realidade. No entanto, as coisas poderiam ter sido muito piores.

Durante esses dias de agitação, agentes de segurança já confiscaram vários carregamentos de armas, em trânsito ou armazenados em casas de muçulmanos ricos e influentes. Eles também apreenderam fardos com uniformes militares, usados por militantes como disfarce. [Eles fingem ser do exército para ter acesso aos locais e, em seguida, atacam pessoas.]

Essas [apreensões] são a mão de Deus em resposta às suas orações.

Deus está ao lado de seu povo de muitas e variadas formas (algumas das quais não podemos mencionar por motivos de segurança). Então, por favor, continuem orando.

Acreditamos firmemente que há uma batalha espiritual séria pela alma da Nigéria, que se manifesta nos ataques físicos que sofremos. Mas o evangelho prevalecerá no final, enquanto vocês continuarem conosco em oração.

Além disso, o Senhor sempre protegeu a equipe deste escritório, quando viajam a regiões muito perigosas a fim de ministrar e encorajar os cristãos dessas áreas.

Nosso único refúgio é Deus, e continuamos a depender dele.

Que Deus abençoe a todos!"


Fonte:http://www.portasabertas.org.br/
Postado em 27 de julho de 2012

Obras públicas derrubam muro de igreja

capital do Nepal


A fim de aliviar o trânsito na região, as autoridades de Kathmandu, capital do Nepal, demoliram os muros externos de uma das maiores e mais antigas igrejas protestantes do país


O incidente ocorreu em 21 de julho, às 5 horas da manhã, e prosseguiu até o começo do culto, ignorando as 500 pessoas que chegavam ao local para o culto.

A obra, que também demoliu prédios residenciais, contou com a proteção da polícia para evitar confrontos.

O cristão protestante Rajan Rai diz que a prefeitura considera os templos como se fossem prédios normais, ignorando seu valor espiritual e histórico. "As autoridades não têm respeito pelos sentimentos religiosos, e ignora a importância da fé para nós."

O caso criou tensões entre o escritório de obras urbanas de Kathmandu, responsável pelo projeto, e os líderes da igreja protestante. Eles ainda não fizeram comentários sobre o incidente, mas, de acordo com fontes locais, prestaram queixa na delegacia.


Fonte:http://www.portasabertas.org.br/
Postado em 27 de julho de 2012

Debbie e Polly: fortes cristãs no deserto israelense

Uma equipe da Portas Abertas visita Debbie e Polly no início das férias de verão e lhes entrega cartas de encorajamento escritas por cristãos de mais de 14 países


Ao chegar na casa de Debbie e Yoyakim, encontramos dois de seus seis filhos deitados no sofá, gripados.

A família vai vivendo da melhor forma possível, embora parte da casa esteja forrada de lonas. A família Figueras está no meio de uma reforma, aumentando o espaço da casa, muito necessário.

No início do verão, uma equipe de Portas Abertas teve a oportunidade de visitar Arad. Esta pequena cidade faz fronteira tanto com a Judeia como com o deserto do Neguebe, a 20 km de distância do Mar Morto.

O marido de Debbie, Yoyakim, é pastor da congregação messiânica de Arad. A congregação de cerca de 60 membros tem estado na mira de uma seita ultraortodoxa do judaísmo, a Gur Chassidim (ou Haredim). A comunidade messiânica não tem onde se reunir para seus cultos. Nos últimos anos, vários membros da igreja foram publicamente difamado por causa de sua fé em Yeshua, o Messias.

Debbie e sua família se incomodam com os protestos feitos na frente de sua casa, ou com situações de conflito nas ruas. E apesar de manter o ânimo, é claro que Debbie, na qualidade de mãe de seis filhos, se preocupa. Ela compartilhou: "Um de meus filhos tem ouvido absoluto, e está participando de uma orquestra. Quando ele foi para o ensaio, um ortodoxo o seguiu, chegando a entrar no prédio, gritando: “Esse garoto é um jovem perigoso. Ele é um missionário!”.

Tem sido um desafio para os pais ver que não podem sempre proteger os filhos, e que até os mais novinhos precisam lidar com situações assim. "As crianças aprendem mais a lidar com isso, e ficam mais fortes", disse Debbie.

Essa preocupação se soma aos desafios diários de Debbie, de cuidar da família e educar os filhos. E tudo isso enquanto seu caçula aprende a dar os primeiros passos!

Polly Sigulim

Em outro bairro de Arad vive Polly Sigulim. Ela é mãe de três filhos e se mudou para Arad há 12 anos. Seu marido morreu em um acidente de carro 19 anos atrás, e a família veio dos Estados Unidos para esta cidade à beira do deserto.

Durante anos, Polly abriu as portas de sua casa para receber crianças adotivas, mas recentemente o Senhor mostrou-lhe novas oportunidades de servir, especialmente entre as mulheres de Israel.

Desde setembro de 2011, Polly dirige um abrigo para mulheres e crianças em Arad chamado "A Arca".

"Há vários centros de reabilitação para homens viciados, mas não há quase nada em Israel para mulheres com crianças. Junto com duas outras senhoras, quero dar-lhes um abrigo, onde possam recomeçar e reconstruir seu próprio futuro", explica Polly.

Enquanto nos mostra a grande casa, Polly explica a rotina em “A Arca”.

“Quando as mulheres ficam aqui, participam de todas as tarefas diárias, como cozinhar e lavar a roupa. Mas antes disso, pela manhã, temos aulas de discipulado. Elas também têm a oportunidade de aprender uma profissão”, Polly conta, ao mostrar um canto com artigos de cabeleireiro. “Dessa forma, queremos oferecer às mulheres a oportunidade de se sustentarem sozinhas.”

Do lado de fora da casa, sob o sol quente do deserto, encontra-se o grande jardim, protegido por um muro de 2 metros de altura. "Infelizmente, o muro é necessário para dar privacidade às mulheres e crianças. Uma vez que os Haredim vêm aqui frequentemente, não tivemos outra escolha a não cercar nosso jardim."

O rosto de Polly brilha compartilhar seu novo chamado de ajudar as mulheres, e ela não parece incomodada com os protestos antimessiânicos. "Quando ouvimos seus gritos na rua, ou os vemos chegar, lembramo-nos de continuar intercedendo por eles. Acho que sem isso, eu talvez não orasse tanto como faço agora."

Encorajamento


Polly e Debbie receberam das mãos da equipe da Portas Abertas um presente em nome de mais de 750 mulheres de 14 países diferentes.

Desde 2011, bases da Portas Abertas em todo o mundo organizaram uma campanha da cartas para essas irmãs. Todas as mensagens, tanto e-mails como cartões, foram reunidas em livros personalizados para Debbie e Polly.

Um colaborador da Portas Abertas comentou: "Quando lhes entregamos os livros, e mais um pacote de cartões postais, Debbie ficou muito feliz e tocada. Ela apreciou as muitas palavras de incentivo e as orações de todo o mundo".


Fonte:http://www.portasabertas.org.br/
Postado em 27 de julho de 2012

O mais abominável campo, a ser vencido na Coreia do Norte, está na mente

Porque abominação é ao SENHOR teu Deus todo aquele que faz isto, todo aquele que fizer injustiça. Deuteronômio 25.16


Com a morte do ditador Kim Jong II, da Coreia do Norte, os olhos da comunidade internacional se voltaram para o país, esperando que seu sucessor, seu filho Kim Jong Un, iniciasse um processo de abertura política. A esperança de que o novo comandante do país diminuísse, ou eliminasse de vez, uma série de restrições para os cidadãos foi reforçada quando proibições sobre alimentos ocidentais, como pizza e batatas fritas, e as restrições ao uso de telefones celulares, por exemplo, chegaram ao fim.


Porém apesar da mensagem de esperança de um futuro de tolerância no país, nenhuma melhoria foi notada na condição da igreja cristã perseguida no país comunista. Um cristão fiel e toda sua família ainda podem ir para a prisão no país pelo crime de possuir uma Bíblia.

O recluso regime de Pyongyang nega que haja campos de detenção no país. Mas a Anistia afirma que os locais existem desde os anos 1950 e abrigam, atualmente, cerca de 70.000 cristãos.

As fotos de satélite, segundo a ONG de direitos humanos, mostram que os campos estão aumentando de tamanho, com a construção de novas instalações físicas. Esses lugares estão escondidos dos olhos do resto mundo e ignoram as proteções aos direitos humanos que o direito internacional tentou estabelecer nos últimos 60 anos.

Mas o campo mais difícil a ser vencido está na mente.


A Coreia do Norte ainda está em primeiro lugar na lista dos maiores perseguidores dos cristãos no mundo. No país, qualquer forma de adoração à outra pessoa além do ‘Grande Líder’ (Kim II-Sung) e do "líder supremo" (Kim Jong-II) é vista como traição.

Para compreender plenamente a perseguição aos cristãos precisa-se entender a mentalidade norte-coreana. O "paraíso" foi instalado com Kim Il-Sung como o líder do povo coreano. Ele libertou seu país da ocupação japonesa e o transformou no primeiro "verdadeiro paraíso na terra". Após a Guerra da Coreia na década de cinquenta, Deus foi declarado morto. Seus seguidores foram mortos, enviados para campos de trabalho ou expulsos para regiões remotas e hostis. Muitos foram para a clandestinidade. O status de Kim Il-Sung foi aumentado até o de um deus. Sob a direção do Grande Líder, o Estado tomou o controle sobre cada aspecto da vida na sociedade.

Os cristãos exercem suas funções locais, mas adoram a Jesus Cristo. Sua mente não é preenchida com a ideologia de autossuficiência da Coreia do Norte. Eles cuidam dos doentes, dos órfãos e famintos quando ninguém mais o faz. Esses atos criminosos de "amar ao próximo" – de "não se encaixar [nos padrões norte-coreanos]"- os tornam inimigos políticos.

Por isso o trabalho com a Igreja Perseguida na Coreia do Norte é tão arriscado. A distribuição de Bíblias, os treinamentos, o trabalho para os refugiados na China e até mesmo a ajuda com entrega de alimentos são realizadas em profundo segredo.

A Coreia do Norte faz tudo que está ao seu alcance para expor os cristãos. As crianças são um instrumento importante para descobrir a atividade cristã secreta. Seus professores os instruem na escola a investigar se os pais leem um livro preto. A Portas Abertas conversou com as crianças, que disseram ao professor que seus pais e mães de fato liam um livro assim. Elas foram elogiadas por sua contribuição à pátria. Orgulhosas, as crianças voltaram para casa, apenas para encontrá-la vazia. Seus pais tinham sido levados, e elas foram condenadas a uma vida amarga e difícil nas ruas. Além disso, existem as buscas aleatórias nos lares para detectar se as pessoas estão ouvindo as rádios corretas, se os retratos dos líderes são mantidos limpos e se há alguma literatura proibida na casa ou apartamento. Provavelmente em nenhum outro lugar do mundo tantas Bíblias são escondidas no subsolo. A Palavra de Deus coberta de sujeira.

Portanto, não podemos aceitar estes fatos como sendo comuns, mas sim, colocá-los em nossa lista de alvos de guerra espiritual que nos é ordenada pelo Senhor em Efésios 6.10-18, e clamarmos para que a mente dos norte-coreanos seja transformada e que na Coreia do Norte haja liberdade para os cristãos adorarem ao Senhor Jesus que é o único digno de todo louvor e adoração!

Ore


• Pela mudança de mente do povo norte-coreano e para que haja justiça durante o governo de Kim Jong-Un
• Agradeça a Deus pela ajuda que a Portas Abertas e outras ONG’s podem oferecer para os cristãos do país.
•Pela segurança dos cristãos norte-coreanos que estão tentando fugir para China.


Fonte:http://www.portasabertas.org.br/
Postado em 27 de julho de 2012

Feira de Missões em Matriz desperta igreja para a evangelização

Feira de Missões em Matriz do Camaragibe-AL


Assembleia de Deus na cidade é liderada pelo pastor Jairo Teixeira


A Assembleia de Deus liderada pelo pastor Jairo Teixeira na cidade de Matriz do Camaragibe-AL promoveu, no dia 22 de julho, a 8ª Feira de Missões, com o objetivo de expandir a "chama" por missão. Incentivados pelo pastor, jovens, adolescentes e crianças dos departamentos das diversas congregações assembleianas no município se dividiram em equipes e levaram conhecimento para a população, com exposições sobre história, religião, política, cultura e as dificuldades que muitos missionários enfrentam em fazer missões.

Uma das equipes, a Brasil, representada pelo departamento infantil, expôs as diversas formas que os brasileiros fazem missão nacional. "Os visitantes fizeram um verdadeiro passeio iniciando pelo Brasil, Argentina, Bolívia,Colômbia, Chile, Guiana Francesa e Uruguai", disse Cosmo Filho, correspondente do portal AD Alagoas.

Segundo Cosmo, além de levantar interesse por manter contato com os missionários, surgiram intercessores e promotores de missões para incentivar a oração e a contribuição. O pastor Jairo Teixeira, comovido pelo desempenho da igreja, preferiu chegar cedo para compartilhar conhecimentos com as equipes. "Houve trocas de conhecimentos que serviram como prioridade para enriquecer os conteúdos dos interessados por missões urbana, transcultural, indígena e nacional, como também o envolvimento no evangelismo da igreja local‘’, declarou Aldemiro Alves, um dos coordenadores do evento.

Durante a tarde, o evento contou com a presença de vários convidados, como a cantora Míria Mical, a banda Semeadores e a União da Mocidade. A esposa do pastor Miriam também prestigiou a feira e destacou a importância desse tipo de evento na cidade. Representantes de várias denominações evangélicas e de cidades vizinhas, como Porto Calvo e São Luiz do Quitunde, chegaram de manhã e decidiram ficar até o encerramento.

Para a pregação da tarde, a organização do evento contou com o pastor Gideão de França, de Mato Grosso. Antes, apresentações teatrais levaram reflexão sobre as dificuldades que muitos enfrentam em levar o ide de Jesus em países longínquos.





Fonte:http://www.adalagoas.com.br/
Postado em 27 de julho de 2012

Em rádio, pastor Laelson e padre debatem sobre crescimento de evangélicos

Pastor Laelson e padre Manoel Henrique foram entrevistados pela Rádio Gazeta



Secretário geral da AD em Alagoas foi um dos convidados para comentar sobre presquisa do IBGE


O pastor José Laelson, secretário geral da Assembleia de Deus em Alagoas, foi entrevistado na manhã desta sexta-feira (27), no programa Ministério do Povo, da Rádio Gazeta, para falar sobre o resultado do Censo 2010 em que o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) aponta um crescimento de 61,5% no número de evangélicos do País. Além dele, o padre Manoel Henrique foi chamado para comentar sobre a consequente queda na quantidade de fiéis da Igreja Católica.

Sem ataques pessoais e com um discurso bastante diplomático, os dois responderam perguntas feitas pelo radialista Waldemir Rodrigues e dos ouvintes. Eles elencaram os fatores que poderiam justificar os dados contidos na pesquisa. De um lado, o pastor citou o que considerava ser os três pontos principais para alavancar o crescimento do número de pessoas que declararam ser evangélicas durante o levantamento do IBGE. Do outro, o padre ressaltou que a Igreja Católica tem uma grandiosa estrutura, mas que não consegue ter mobilidade para se infiltrar em todas as localidades. Ele também elogiou o trabalho de evangelismo executado pela Assembleia de Deus.

Na opinião do pastor Laelson, o aumento de evangélicos no Brasil está se dando por três fatores: o uso da mídia por parte de grandes líderes protestantes para difusão do evangelho de Cristo; a diminuição do número de analfabetos, que, para ele, ajudou as pessoas a se tornarem mais esclarecidas e leitoras da Bíblia Sagrada; e o crescimento demográfico urbano, um ponto que ele julga ser importante por conta da grande concentração populacional e do êxodo rural.

O líder assembleiano da mesma forma foi questionado sobre as estratégias que a Assembleia de Deus em Alagoas têm desenvolvido para contribuir com o aumento de protestantes. “A Assembleia de Deus tem mantido o evangelismo pioneiro, que é levar a mensagem bíblica de casa em casa, visando trazer para o nosso lado as pessoas que ainda não fazem parte da igreja. Além disso, temos usado a mídia para difusão do Reino de Deus e focado na literatura cristã. Hoje temos a CPAD, que é considerada a maior editora evangélica da América Latina”, comentou o pastor Laelson.

Ele também reforçou que a Assembleia de Deus em Alagoas tem, atualmente, cerca de 150 mil membros, o que a torna a maior igreja evangélica do Estado. “A Assembleia de Deus possui uma estrutura eclesiástica, que é comandada por líderes. Todos têm liberdade para fazer o trabalho de evangelização; não se impõem limites para este trabalho na nossa igreja. Quando uma pessoa se converte já é um evangelista em potencial”, explicou. Na avaliação do ministro assembleiano, o crescimento dos evangélicos é uma tendência já especulada em pesquisas anteriores, em que se previa que a metade da população brasileira seria composta de evangélicos no ano de 2020.

Na entrevista, o pastor revelou que os protestantes já foram bastante hostilizados, mas que, ao longo dos tempos, o clima entre evangélicos e católicos tem ficado mais harmonioso. “Temos respeitado a liturgia da católica e isso tem aproximado as duas partes, inclusive, recebemos muitos fiéis católicos em nossas congregações. Depois, eles acabam ficando com a gente”, salientou. Ele também acrescentou que a estratégia de focar na juventude também tem arrebanhado muitas pessoas para as igrejas evangélicas.

Elogios - O padre Manoel Henrique reconheceu que os católicos têm sofrido uma queda na quantidade de fiéis. Citou que a igreja encontra dificuldades para se infiltrar, diferentemente dos evangélicos que abrem pontos de pregação em todas as localidades. Diante disso, ele fez questão de elogiar o trabalho de evangelismo executado pela Assembleia de Deus. “A Assembleia de Deus está em todos os lugares. Seja o templo feito com papelão, com madeira, com alvenaria; a Católica não tem essa mobilidade, possui uma estrutura bonita, medieval, mas tem dificuldades para se infiltrar”, atestou.

Ele também comentou que se não fosse a renovação carismática, movimento com foco pentecostal, a Igreja Católica teria perdido ainda mais fiéis na última década.



Fonte:http://www.adalagoas.com.br/
Postado em 27 de julho de 2012

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Igreja é incendiada na província de Aceh

Indonésia


A preocupação é crescente entre os cristãos na província de Aceh, vítimas de uma série de ataques recentes de grupos extremistas ou desconhecidos. A onda de violência se agrava com a política das autoridades locais, que em vez de acabar com os ataques, continua fechando igrejas grupos de oração por ausência de permissão para operar


Na madrugada de 18 de julho, a igreja Pakpak Dairi, na regência de Singkil, foi incendiada por desconhecidos. Bancos e diversos instrumentos musicais foram destruídos.

Os membros da igreja agiram rapidamente e impediram que o prédio fosse consumido pelo fogo. Eles encontraram do lado de dentro do prédio cerca de 15 litros de gasolina.

Os investigadores não encontraram os culpados do crime até o momento.

A regência de Singkil fica na província de Aceh, a única província da Indonésia regida pela sharia, a lei civil baseada em preceitos do islamismo. Há uma “polícia moral” que certifica que a sharia está sendo cumprida, e que pune as suas violações.


Fonte:http://www.portasabertas.org.br/
Postado em 25 de julho de 2012

Nova lei sobre publicações religiosas é promulgada

Novas alterações legais aprovadas pelo Parlamento do Azerbaijão dificultam a distribuição de material religioso no país


As novas leis, aprovadas no fim de junho, especificam que "livros com finalidade religiosa (tanto impressa como eletrônica), material de áudio e vídeo, bens, produtos e outros meios de informação com tema religioso" necessitam da aprovação do Estado antes de serem comercializados.


A a literatura religiosa já está sujeita à censura do Comitê Estadual para Organizações Religiosas.

Os que transgredem a lei atual – tanto os que produzem como os que vendem literatura religiosa sem a permissão do Estado – estão sujeitos a punições.

Motivos de oração


Interceda pelos projetos desenvolvidos pela Portas Abertas na região, pois a maioria deles está ligado ‘a distribuição de materiais cristãos para a Igreja.
Ore pela segurança dos contatos da Portas Abertas na região. Alguns deles possuem grandes quantidades de material cristão em suas casas e escritórios, e isso pode incriminá-los perante a nova lei.


Fonte:http://www.portasabertas.org.br/
Postado em 25 de julho de 2012

Igreja não registrada recebe bens de volta

Campanha leva autoridades a devolver bens confiscados de igreja durante um acampamento de verão para crianças


Como resultado da pressão internacional, as autoridades na província de Jiangxi devolveram bens confiscados de uma igreja não registrada no mês passado.


Em 6 de junho, um acampamento de verão para crianças, organizado pela igreja não registrada no Estado de Jiangxi, foi invadido pela polícia e por funcionários do Comitê de Assuntos Religiosos.

As autoridades confiscaram um laptop e um projetor, e levou três professores para a delegacia, para interrogá-los.

Os três professores foram liberados no mesmo dia, mas o laptop e o projetor não foram devolvidos.

Após apelos da organização ChinaAid, os itens já foram devolvidos.



Fonte:http://www.portasabertas.org.br/
Postado em 25 de julho de 2012

Igreja no Village Campestre 3 prepara Escola Bíblica de Férias

Banner do evento


2ª edição da EBF será realizada na Escola Municipal Hevia Valéria, no Village Campestre I


Crianças, jovens e adultos terão uma oportunidade ímpar na Assembleia de Deus em Village Campestre 3, entre os dias 28 e 29 de julho. Será realizada a segunda edição da Escola Bíblica de Férias.

Conforme informações enviadas ao portal AD Alagoas, o evento tem como objetivo aproveitar o período das férias com o estudo da Palavra de Deus para diversas faixas etárias.

A segunda edição da Escola terá o apoio da II região administrativa e pelo menos oito congregações poderão participar do evento: Village II, III, IV e V, Acauã, Aracauã, Parque das Árvores e suas respectivas subcongregações.

Entre os palestrantes estão o Pr. João Marcelo, da AD Cruz das Almas; o Pr. Walter Pereira, da AD Farol; missionária Elisangela Lima, da AD Pinheiro; Pb. Carlos Alberto Matias, AD Chã de Bebedouro, auxiliar Roberto José, da AD Chã da Jaqueira; professor Silvano, da Fafiteal, entre outros.

A II EBF será realizada na Escola Municipal Hevia Valéria, no conjunto Village Campestre I ,na avenida principal do bairro, a partir das 08h, do dia 28.

Modalidade / Custo /Benefício


Infantil de 3 a 5 anos /R$ 12,00 /Inscrição, Lanche e recreação

Infantil de 6 a 8 anos / R$ 12,00/,Inscrição, Apostila e recreação

Infantil de 9 a 10 anos/ R$ 12,00/ Inscrição, Apostila e recreação

Adolescentes de 11 a 14 anos/ R$ 10,00/ Inscrição e Apostila

Juniores de 15 a 17 anos/R$ 10,00/Inscrição e Apostila

Discipulado/ R$ 10,00/ Inscrição e Apostila

CAPEB/Adulto/ R$ 10,00/ Inscrição e Apostila

CAPEB/Infantil/ R$ 10,00/ Inscrição e Apostila

Senhores/ R$ 10,00/ Inscrição e Apostila

Senhoras/ R$ 10,00/ Inscrição e Apostila

Observação: A partir de 3 pessoas desconto de 10%, de 4 a 6 desconto de 15% e a partir de 6 pessoas 20%. Para receber o desconto as pessoas devem ser familiares e residentes na mesma casa. Outras informações podem ser obtidas pelos telefones: 8701-7938/9980-3131

Fonte:http://www.adalagoas.com.br/
Postado em 25 de julho de 2012

Pastor de Alagoas capacita obreiros na África

Pastor João Marcelo, de Cruz das Almas


Pr. João Marcelo foi convidado a ministrar em Escola Bíblica de Obreiros naquele continente


O pastor João Marcelo, líder da Assembleia de Deus em Cruz das Almas, em Maceió, viajou para a África, no período de 28 de junho a 15 de julho, com a responsabilidade de ministrar um curso durante a programação de mais uma Escola de Formação de Obreiros. A instrução é dada anualmente, principalmente em Moçambique, e visa capacitar os servos para melhor servir na obra do Senhor.

Antes de começar o culto de doutrina desta terça-feira (24), no templo-sede da igreja na capital, o pastor contou, à reportagem do Portal AD Alagoas, que a experiência de orientar obreiros africanos foi bastante produtiva. Ele explicou que a escola é o resultado de um projeto que há 15 anos está sendo desenvolvido naquele continente pelo pastor Eliezer de Lira e Silva (Paraná), que, inclusive, é o comentarista atual da lição bíblica da Casa Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD).

O pastor João Marcelo foi indicado pelo ministério local para compor a equipe de ministros que viajaria com a intenção de capacitar os obreiros. Com ele, mais três pastores do Paraná foram para a África. Os custos seriam financiados pela Convenção de Ministros da Assembleia de Deus em Alagoas (Comadal).

“Há quatorze anos o projeto é desenvolvido na África pelo pastor Eliezer de Lira. É uma estratégia muito importante para formar obreiros naquele continente e evitar que obreiros sejam mobilizados de outras localidades para desenvolver o trabalho. Todos os anos vários obreiros são preparados para melhor servir na Casa de Deus. É uma oportunidade para eles serem instruídos e aprenderem um pouco mais a dar sequência à obra”, comentou o pastor João Marcelo.

Segundo ele, o projeto é justificado pelo fato de que a orientação aprofundada – e até mesmo a básica – de como servir a Deus não é feita da maneira apropriada nos países africanos. A carência de homens qualificados para serem porteiros, diáconos e presbíteros é muito grande, conforme revela o pastor de Alagoas. “Para se ter ideia, o nível da instrução que facilitamos na África é quase o que damos aos novos convertidos do Brasil. São orientações básicas, simples, mas que eles não sabem”, relatou.

O pastor João Marcelo disse que ministrou dez dias de aula, em duas províncias africanas, sobre as estratégias do bom evangelismo pessoal. “Além de levar o estudo aos obreiros, eu também aprendi muito com as aulas. A troca de experiência foi boa”, contou.

Doutrina


No culto de doutrina desta terça-feira, o pastor-presidente José Antonio dos Santos convocou o pastor Abiezer Apolinário (BA) para ministrar a palavra de Deus aos que estavam presentes ao templo central. Entre outros assuntos, o ministro ressaltou a passagem bíblica de Esaú e Jacó, este que enganou o pai e ficou com a primogenitura que seria de direito do irmão. O departamento de senhoras do Sítio São Jorge louvou ao Senhor.







Fonte:http://www.adalagoas.com.br/
Postado em 25 de julho de 2012

AD em Belo Monte batiza novos crentes na região

Batismo em Belo Monte-AL


Pr. José Neco estava presente e ministrou uma palavra para a igreja


A Assembleia de Deus em Belo Monte-AL, liderada pelo Pr. Enildo Epitácio, promoveu, no dia 15 de julho, mais um batismo nas águas. Na ocasião, 14 novos crentes foram batizados. O Pr. José Antônio dos Santos (presidente da Assembleia de Deus em Alagoas) ministrou uma palavra para a igreja sob o tema Sai com água ao encontro dos sedentos, mostrando a necessidade do crente que recebe um odre, cava um poço e depois desfruta do rio que jorra para a vida eterna.

No batismo às margens do Rio São Francisco, o Pr. José Neco também ministrou sobre a pregação de Filipe ao Eunuco (Atos 8), destacando o poder da Palavra na transformação das vidas para o Reino de Deus. Estiveram presentes os pastores Joab (Maceió), Ismael Silva (AD de Batalha-AL), Manoel Farias (AD de Pão de Açúcar-AL), Elivaldo (Jaramataia-AL), Pb. Atemar (Pão de Açúcar-AL), Aux. Givaldo (Maceió).

O culto à noite contou com a participação do grupo de evangelismo Vencedores em Cristo, que louvou ao Senhor. Duas pessoas se entregaram a Jesus Cristo. "Estamos agradecidos ao nosso Deus pelas bênçãos concedidas", destacou o pastor Enildo.

Fonte:http://www.adalagoas.com.br/
Postado em 25 de julho de 2012

terça-feira, 24 de julho de 2012

A Aliança Davídica - a Fidelidade Eterna de Deus com Israel

Salmo 89 fala da aliança eterna entre Deus e Davi. Esse é o terceiro salmo mais longo da Bíblia (depois dos Salmos 78 e 119), e é um dos salmos messiânicos porque a aliança de Davi, descrita nesse texto, somente encontra sua validade e seu cumprimento definitivo em Jesus Cristo.


Vamos ler o Salmo 89 inteiro: “Salmo didático de Etã, ezraíta. Cantarei para sempre as tuas misericórdias, ó Senhor; os meus lábios proclamarão a todas as gerações a tua fidelidade. Pois disse eu: a benignidade está fundada para sempre; a tua fidelidade, tu a confirmarás nos céus, dizendo: Fiz aliança com o meu escolhido e jurei a Davi, meu servo: Para sempre estabelecerei a tua posteridade e firmarei o teu trono de geração em geração. Celebram os céus as tuas maravilhas, ó Senhor, e, na assembléia dos santos, a tua fidelidade. Pois quem nos céus é comparável ao Senhor? Entre os seres celestiais, quem é semelhante ao Senhor? Deus é sobremodo tremendo na assembléia dos santos e temível sobre todos os que o rodeiam. Ó Senhor, Deus dos Exércitos, quem é poderoso como tu és, Senhor, com a tua fidelidade ao redor de ti?! Dominas a fúria do mar; quando as suas ondas se levantam, tu as amainas. Calcaste a Raabe, como um ferido de morte; com o teu poderoso braço dispersaste os teus inimigos. Teus são os céus, tua, a terra; o mundo e a sua plenitude, tu os fundaste. O Norte e o Sul, tu os criaste; o Tabor e o Hermom exultam em teu nome. O teu braço é armado de poder, forte é a tua mão, e elevada, a tua destra. Justiça e direito são o fundamento do teu trono; graça e verdade te precedem. Bem-aventurado o povo que conhece os vivas de júbilo, que anda, ó Senhor, na luz da tua presença. Em teu nome, de contínuo se alegra e na tua justiça se exalta, porquanto tu és a glória de sua força; no teu favor avulta o nosso poder. Pois ao Senhor pertence o nosso escudo, e ao Santo de Israel, o nosso rei. Outrora, falaste em visão aos teus santos e disseste: A um herói concedi o poder de socorrer; do meio do povo, exaltei um escolhido. Encontrei Davi, meu servo; com o meu santo óleo o ungi. A minha mão será firme com ele, o meu braço o fortalecerá. O inimigo jamais o surpreenderá, nem o há de afligir o filho da perversidade. Esmagarei diante dele os seus adversários e ferirei os que o odeiam. A minha fidelidade e a minha bondade o hão de acompanhar, e em meu nome crescerá o seu poder. Porei a sua mão sobre o mar e a sua direita, sobre os rios. Ele me invocará, dizendo: Tu és meu pai, meu Deus e a rocha da minha salvação. Fá-lo-ei, por isso, meu primogênito, o mais elevado entre os reis da terra. Conservar-lhe-ei para sempre a minha graça e, firme com ele, a minha aliança. Farei durar para sempre a sua descendência; e, o seu trono, como os dias do céu. Se os seus filhos desprezarem a minha lei e não andarem nos meus juízos, se violarem os meus preceitos e não guardarem os meus mandamentos, então, punirei com vara as suas transgressões e com açoites, a sua iniquidade. Mas jamais retirarei dele a minha bondade, nem desmentirei a minha fidelidade. Não violarei a minha aliança, nem modificarei o que os meus lábios proferiram. Uma vez jurei por minha santidade (e serei eu falso a Davi?): A sua posteridade durará para sempre, e o seu trono, como o sol perante mim. Ele será estabelecido para sempre como a lua e fiel como a testemunha no espaço. Tu, porém, o repudiaste e o rejeitaste; e te indignaste com o teu ungido. Aborreceste a aliança com o teu servo; profanaste-lhe a coroa, arrojando-a para a terra. Arrasaste os seus muros todos; reduziste a ruínas as suas fortificações. Despojam-no todos os que passam pelo caminho; e os vizinhos o escarnecem. Exaltaste a destra dos seus adversários e deste regozijo a todos os seus inimigos. Também viraste o fio da sua espada e não o sustentaste na batalha. Fizeste cessar o seu esplendor e deitaste por terra o seu trono. Abreviaste os dias da sua mocidade e o cobriste de ignomínia. Até quando, Senhor? Esconder-te-ás para sempre? Arderá a tua ira como fogo? Lembra-te de como é breve a minha existência! Pois criarias em vão todos os filhos dos homens! Que homem há, que viva e não veja a morte? Ou que livre a sua alma das garras do sepulcro? Que é feito, Senhor, das tuas benignidades de outrora, juradas a Davi por tua fidelidade? Lembra-te, Senhor, do opróbrio dos teus servos e de como trago no peito a injúria de muitos povos, com que, Senhor, os teus inimigos têm vilipendiado, sim, vilipendiado os passos do teu ungido. Bendito seja o Senhor para sempre! Amém e amém!”

Teus são os céus, tua, a terra; o mundo e a sua plenitude, tu os fundaste.

A aliança que Deus fez com Davi só encontrou seu cumprimento e sua validade definitiva em Jesus Cristo, o que vemos no anúncio do nascimento de Jesus do anjo Gabriel a Maria: “Eis que conceberás e darás à luz um filho, a quem chamarás pelo nome de Jesus. Este será grande e será chamado Filho do Altíssimo; Deus, o Senhor, lhe dará o trono de Davi, seu pai; ele reinará para sempre sobre a casa de Jacó, e o seu reinado não terá fim” (Lc 1.31-33).

Depois da ressurreição e da ascensão de Jesus, Paulo diz aos judeus em relação à aliança de Davi: “E, que Deus o ressuscitou dentre os mortos para que jamais voltasse à corrupção, desta maneira o disse: E cumprirei a vosso favor as santas e fiéis promessas feitas a Davi” (At 13.34).

E a Timóteo, seu filho espiritual, Paulo escreve: “Lembra-te de Jesus Cristo, ressuscitado de entre os mortos, descendente de Davi, segundo o meu evangelho” (2 Tm 2.8).

O autor do Salmo 89 chama-se Etã. De acordo com Abraham Meister, esse nome significa: “(Deus é) constância, persistência”. Não foi por acaso que esse Salmo, que fala da aliança eterna de Deus com Davi, foi escrito por um homem com esse nome.

As promessas da aliança

No Salmo 89.1-4 lemos: “Cantarei para sempre as tuas misericórdias, ó Senhor; os meus lábios proclamarão a todas as gerações a tua fidelidade. Pois disse eu: a benignidade está fundada para sempre; a tua fidelidade, tu a confirmarás nos céus, dizendo: Fiz aliança com o meu escolhido e jurei a Davi, meu servo: Para sempre estabelecerei a tua posteridade e firmarei o teu trono de geração em geração” (veja também vv. 21-35).

Ao consultarmos o termo “aliança” em enciclopédias, encontraremos uma grande quantidade de informações. Essas fontes mencionam tratados entre países, alianças militares, pactos sociais e acordos de paz. Como exemplos, tivemos em passado recente o Pacto de Varsóvia, o Tratado do Atlântico Norte (OTAN) e a União Européia. As enciclopédias também citam órgãos governamentais das mais diversas áreas, como meio ambiente, economia e navegação. Há ainda alianças de exilados, de contribuintes, de tendências políticas, de empregadores, de empregados, de inquilinos, de fornecedores e de proteção ambiental. Não faltam alianças ecumênicas, eclesiásticas e teológicas. A aliança mais importante de todas talvez seja o casamento.

Todas essas alianças são caracterizadas pelo fato de serem frágeis e passageiras e não terem durabilidade, pois muitas vezes as partes entram em conflito. Os termos dos pactos quase nunca são cumpridos integralmente, e na maior parte das vezes já de antemão estão condenados ao fracasso. Por isso, a História tem tantos relatos de alianças rompidas e pactos quebrados.

Os pactos e alianças que Deus celebra são totalmente diferentes. Sua garantia é indiscutível e não poderia ser mais segura. No Salmo 89.35-37 o Eterno promete: “Uma vez jurei por minha santidade (e serei eu falso a Davi?): A sua posteridade durará para sempre, e o seu trono, como o sol perante mim. Ele será estabelecido para sempre como a lua e fiel como a testemunha no espaço”. Tentemos responder quatro perguntas:

Os pactos e alianças que Deus celebra são totalmente diferentes das humanas. Sua garantia é indiscutível e não poderia ser mais segura.

1. Por que a aliança de Deus é imutável e pode ser mantida para sempre?

Porque está baseada na graça, e não na lei. Tem sua existência eterna na fidelidade e santidade de Deus. Nem mesmo a infidelidade da geração descendente de Davi invalidou a aliança com Deus (cf. Sl 89.30-33). Naturalmente isso teve conseqüências para aquela geração mas não interferiu na própria aliança. Quando Salomão andou por seus próprios caminhos, Deus respondeu dividindo o reino e anunciando o reinado de Jeroboão sobre as dez tribos. O Senhor disse: “Por isso, afligirei a descendência de Davi; todavia, não para sempre” (1 Rs 11.39).

O Salmo 89 cita oito vezes a palavra graça ou suas correlacionadas (v.1, “misericórdias”; v.2, “benignidade”; v.14, “graça”; v.17, “favor”; v.24, “bondade”; v.28, “graça”; v.33, “bondade”; v.49, “benignidade”).

Há quatro menções à aliança nesse Salmo (vv.3, 28, 34 e 39).

O conceito da eternidade (“para sempre”) aparece seis vezes (vv.2, 4, 28, 29, 36, 37).

A fidelidade de Deus é referida sete vezes (vv.1, 2, 5, 8, 24, 33, 49).

E há cinco menções ao trono (vv.4, 14, 29, 36, 44).

Deus também falou da Sua aliança eterna com Davi pela boca do profeta Jeremias: “Assim diz o Senhor: Se a minha aliança com o dia e com a noite não permanecer, e eu não mantiver as leis fixas dos céus e da terra, também rejeitarei a descendência de Jacó e de Davi, meu servo, de modo que não tome da sua descendência quem domine sobre a descendência de Abraão, Isaque e Jacó; porque lhes restaurarei a sorte e deles me apiedarei” (Jr 33.25-26; cf. também Gn 15.18-21; 17; Êx 33.1-2; Lv 26.41-42,44-45; Dt 4.30-31; 2 Sm 23.5; 2 Rs 13.23; Sl 105.8-11; Sl 132.11ss.).

Essa profusão de menções à aliança também é uma clara indicação de que todas as doze tribos de Israel serão preservadas, retornando no final, mesmo que hoje sua identificação ainda seja difícil.

2. Quando teve início a aliança de Deus com Davi?

Já na escolha de Davi como rei de Israel. Basta atentar para a palavra “poder”, “óleo” ou “ungir”: “...no teu favor avulta o nosso poder...” (Sl 89.17). “...com o meu santo óleo o ungi” (v.20). “...e em meu nome crescerá o seu poder” (v. 24).

Deus mandou o profeta Natã dizer a Davi: “Mas a minha misericórdia se não apartará dele, como a retirei de Saul, a quem tirei de diante de ti. Porém a tua casa e o teu reino serão firmados para sempre diante de ti; teu trono será estabelecido para sempre” (2 Sm 7.15-16).

Há uma diferença profética muito significativa entre a unção de Saul e a unção de Davi para serem reis. No caso de Saul lemos: “Tomou Samuel um vaso de azeite, e lho derramou sobre a cabeça, e o beijou, e disse: Não te ungiu, porventura, o Senhor por príncipe sobre a sua herança, o povo de Israel?” (1 Sm 10.1). Quando Davi foi ungido rei, o relato diz: “Tomou Samuel o chifre do azeite e o ungiu no meio de seus irmãos; e, daquele dia em diante, o Espírito do Senhor se apossou de Davi...” (1 Sm 16.13). O vaso de azeite é quebrável, já o chifre de azeite não é. Essa é uma indicação profética da fragilidade do reinado de Saul e da durabilidade do reinado de Davi.

Saul foi instituído rei por Deus, mas não havia sido Seu eleito; ele era um rei mais de acordo com a vontade do povo (1 Sm 12.13). Já Davi era homem segundo o coração de Deus e eleito pelo Senhor (2 Cr 6.5-6).

Quando Saul foi morto pelos filisteus, Davi lamentou sua morte: “Montes de Gilboa, não caia sobre vós nem orvalho, nem chuva, nem haja aí campos que produzam ofertas, pois neles foi profanado (quebrado) o escudo dos valentes, o escudo de Saul, que jamais será ungido com óleo” (2 Sm 1.21). Já sobre Davi está escrito: “A minha fidelidade e a minha bondade o hão de acompanhar, e em meu nome crescerá o seu poder” (Sl 89.24).

O vaso de azeite é quebrável, já o chifre de azeite não é. Essa é uma indicação profética da fragilidade do reinado de Saul e da durabilidade do reinado de Davi.

3. A que se relaciona a aliança?

a) Às pessoas de Davi, Salomão e seus descendentes: “...também o Senhor te faz saber que ele, o Senhor, te fará casa. Quando teus dias se cumprirem e descansares com teus pais, então, farei levantar depois de ti o teu descendente, que procederá de ti, e estabelecerei o seu reino. Este edificará uma casa ao meu nome, e eu estabelecerei para sempre o trono do seu reino. Eu lhe serei por pai, e ele me será por filho; se vier a transgredir, castigá-lo-ei com varas de homens e com açoites de filhos de homens. Mas a minha misericórdia se não apartará dele, como a retirei de Saul, a quem tirei de diante de ti. Porém a tua casa e o teu reino serão firmados para sempre diante de ti; teu trono será estabelecido para sempre” (2 Sm 7.11-16).

b) Além das pessoas, diz respeito ao trono: “Este edificará uma casa ao meu nome, e eu estabelecerei para sempre o trono do seu reino... Porém a tua casa e o teu reino serão firmados para sempre diante de ti; teu trono será estabelecido para sempre” (2 Sm 7.13,16).

O Salmo 89 fala do trono de modo muito especial: “Para sempre estabelecerei a tua posteridade e firmarei o teu trono de geração em geração” (v.4). “Farei durar para sempre a sua descendência; e, o seu trono, como os dias do céu” (v. 29). “A sua posteridade durará para sempre, e o seu trono, como o sol perante mim” (v.36).

Se a promessa dependesse de quem se assenta no trono, ela já teria se tornado ultrapassada e inválida com Salomão. Mas como a promessa está baseada, por um lado, em Deus, em Sua graça, fidelidade e santidade, e, por outro lado, no trono, ela não tem como ser invalidada.

c) Jesus, o Messias. Davi aparentemente percebeu isso e disse a respeito da aliança que Deus tinha feito com ele: “Foi isso ainda pouco aos teus olhos, Senhor Deus, de maneira que também falaste a respeito da casa de teu servo para tempos distantes; e isto é instrução para todos os homens, ó Senhor Deus” (2 Sm 7.19).

Uma passagem paralela no livro das Crônicas, apesar de ter outras ênfases, certamente tem algum significado profético: “...e também te fiz saber que o Senhor te edificaria uma casa. Há de ser que, quando teus dias se cumprirem, e tiveres de ir para junto de teus pais, então, farei levantar depois de ti o teu descendente, que será dos teus filhos, e estabelecerei o seu reino. Esse me edificará casa; e eu estabelecerei o seu trono para sempre. Eu lhe serei por pai, e ele me será por filho; a minha misericórdia não apartarei dele, como a retirei daquele que foi antes de ti. Mas o confirmarei na minha casa e no meu reino para sempre, e o seu trono será estabelecido para sempre” (1 Cr 17.10-14).

• Aqui Salomão não é mencionado como descendente direto de Davi, que subiria ao trono, mas como o “descendente depois de ti, que será dos teus filhos”. Essa indicação não se refere nem a Salomão nem a outro filho seu, mas a um descendente futuro da linhagem de Davi.

• A possibilidade de pecado não é mencionada nesse texto, pois pelo visto esse descendente não pecará.

• Ele próprio, Seu trono e Seu reinado durarão para sempre. Não é só o trono que permanecerá para sempre, mas também a pessoa que se assenta no trono.

Essa profecia não pode estar relacionada a ninguém mais além de Jesus Cristo, que o anjo Gabriel anunciou da seguinte forma a Maria: “Este será grande e será chamado Filho do Altíssimo; Deus, o Senhor, lhe dará o trono de Davi, seu pai; ele reinará para sempre sobre a casa de Jacó, e o seu reinado não terá fim” (Lc 1.32-33). E por referir-se a Jesus, o Salmo 89.24 também diz: “A minha fidelidade e a minha bondade o hão de acompanhar, e em meu nome crescerá o seu poder”.

4. Qual é a conseqüência dessa aliança?


1. Israel precisa ser preservado como povo.

2. Israel como nação deve possuir a terra. Portanto, os judeus devem retornar a ela. A existência do Estado judeu é uma premissa básica para isso.

3. Jesus tem de retornar literalmente como Messias.

4. É preciso existir um reino literal. Quando Natã, incumbido por Deus, disse a Davi que o seu “reino” seria “estabelecido para sempre” e que seu “trono” existiria “para sempre”, Davi respondeu ao Senhor: “Quem há como o teu povo, como Israel, gente única na terra, a quem tu, ó Deus, foste resgatar para ser teu povo? E para fazer a ti mesmo um nome e fazer a teu povo estas grandes e tremendas coisas, para a tua terra, diante do teu povo, que tu resgataste do Egito, desterrando as nações e seus deuses? Estabeleceste teu povo Israel por teu povo para sempre e tu, ó Senhor, te fizeste o seu Deus. Agora, pois, ó Senhor Deus, quanto a esta palavra que disseste acerca de teu servo e acerca da sua casa, confirma-a para sempre e faze como falaste. Seja para sempre engrandecido o teu nome, e diga-se: O Senhor dos Exércitos é Deus sobre Israel; e a casa de Davi, teu servo, será estabelecida diante de ti” (2 Sm 7.23-26).

Israel como nação deve possuir a terra. Portanto, os judeus devem retornar a ela. A existência do Estado judeu é uma premissa básica para isso.

A interrupção da aliança


No Salmo 89.38-49 parece que Etã não entende mais a promessa que Deus fez a Davi. Antes Etã lembrava as promessas eternamente válidas de Deus a Davi e louvava ao Senhor por isso. Mas ele não conseguia conectá-las com a realidade que estava diante de seus olhos. O que via era totalmente diferente do que Deus tinha prometido. O que via em seus dias não combinava em nada com as promessas dadas por Deus. Parece haver uma enorme diferença entre a teoria e a prática. O que estava acontecendo? Será que Deus estava quebrando Sua palavra? Seria possível que Ele tivesse rompido a aliança feita com Davi? Será que já não era possível continuar confiando nEle?

Etã está debaixo de uma insuportável tensão entre a fé na palavra de Deus e a realidade histórica. Por isso, ele questiona consternado: “Que é feito, Senhor, das tuas benignidades de outrora, juradas a Davi por tua fidelidade?” (Sl 89.49).

A coroa de Israel caiu (aparentemente não há mais dinastia real). O trono ruiu, os muros foram derrubados, o templo destruído, os inimigos estão dominando. O reino de Israel foi dividido. Então vieram os inimigos – assírios, babilônios, gregos, Antíoco Epifânio, os romanos – e os judeus foram espalhados entre todas as nações. Além de tudo, ainda aconteceu o Holocausto... Isso realmente pode despertar dúvidas como as de Etã: “Que é feito, Senhor, das tuas benignidades de outrora, juradas a Davi por tua fidelidade?”

Mas Etã não pára por aí; ele suplica: “Lembra-te, Senhor, do opróbrio dos teus servos e de como trago no peito a injúria de muitos povos, com que, Senhor, os teus inimigos têm vilipendiado, sim, vilipendiado os passos do teu ungido” (Sl 89.50-51).

Por que esse afastamento de Israel, essa separação entre a aliança com Davi e a realidade histórica vivenciada? – Porque Deus suspendeu temporariamente a aliança prometida a Davi para que as nações também fossem incluídas na salvação de Jesus, tornando-se participantes da Nova Aliança. No século VIII a.C. o Senhor tinha anunciado por meio de Isaías: “Por breve momento te deixei, mas com grandes misericórdias torno a acolher-te; num ímpeto de indignação, escondi de ti a minha face por um momento; mas com misericórdia eterna me compadeço de ti, diz o Senhor, o teu Redentor... Porque os montes se retirarão, e os outeiros serão removidos; mas a minha misericórdia não se apartará de ti, e a aliança da minha paz não será removida, diz o Senhor, que se compadece de ti” (Is 54.7-8,10).

Israel tirado do meio das nações e reunido como povo é premissa indispensável para a volta de Jesus. Na verdade, será como desenrolar o tapete vermelho para o Rei que vem chegando.

No capítulo seguinte de Isaías Deus continua o raciocínio e deixa claro que (1) a aliança com Davi é válida e que (2) a aliança serve às nações. Desde Pentecostes as nações usufruem dessa verdade salvadora. No reino vindouro de Jesus Cristo a aliança terá sido cumprida, tanto para Israel quanto para as nações. O Senhor convida por meio do profeta Isaías: “Inclinai os ouvidos e vinde a mim; ouvi, e a vossa alma viverá; porque convosco farei uma aliança perpétua, que consiste nas fiéis misericórdias prometidas a Davi (veja At 13.34). Eis que eu o dei por testemunho aos povos, como príncipe e governador dos povos. Eis que chamarás a uma nação que não conheces, e uma nação que nunca te conheceu correrá para junto de ti, por amor do Senhor, teu Deus, e do Santo de Israel, porque este te glorificou” (Is 55.3-5).

O apóstolo Paulo explica a quebra da aliança aos cristãos de Roma: “Pergunto, pois: porventura, tropeçaram para que caíssem? De modo nenhum! Mas, pela sua transgressão, veio a salvação aos gentios, para pô-los em ciúmes... assim também estes, agora, foram desobedientes, para que, igualmente, eles alcancem misericórdia, à vista da que vos foi concedida” (Rm 11.11,31). Ele esclarece esse mistério, dizendo: “Porque não quero, irmãos, que ignoreis este mistério (para que não sejais presumidos em vós mesmos): que veio endurecimento em parte a Israel, até que haja entrado a plenitude dos gentios. E, assim, todo o Israel será salvo, como está escrito: Virá de Sião o Libertador e ele apartará de Jacó as impiedades. Esta é a minha aliança com eles, quando eu tirar os seus pecados. Quanto ao evangelho, são eles inimigos por vossa causa; quanto, porém, à eleição, amados por causa dos patriarcas; porque os dons e a vocação de Deus são irrevogáveis” (vv.25-29). A aliança de Davi foi interrompida para oferecer a possibilidade de salvação às nações.

A doxologia da aliança

A palavra grega doxologia pode ser traduzida como forma de louvor litúrgico. No final, Etã deve ter alcançado uma libertadora convicção interior, mas ela não é revelada a nós. Ele não mais se expressa sobre isso, mas irrompe em maravilhosa adoração: “Bendito seja o Senhor para sempre! Amém e amém!” (Sl 89.52).

Agora ele tinha certeza absoluta: o Senhor não quebra Sua palavra, Ele permanece fiel! Às vezes, o caminho é diferente daquele que desejamos, mas no final tudo fica bem e todos se unirão no louvor a Deus: “Bendito seja o Senhor para sempre!” Ele transformará tudo em final feliz e concluirá perfeitamente Seu plano de salvação!

Paulo também reconheceu essa realidade e por isso jubila de forma semelhante (no capítulo 11 da Carta aos Romanos): “Ó profundidade da riqueza, tanto da sabedoria como do conhecimento de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis, os seus caminhos! Quem, pois, conheceu a mente do Senhor? Ou quem foi o seu conselheiro? Ou quem primeiro deu a ele para que lhe venha a ser restituído? Porque dele, e por meio dele, e para ele são todas as coisas. A ele, pois, a glória eternamente. Amém” (Rm 11.33-36).

Ninguém terá sucesso em se opor ao Senhor, ao Seu Ungido ou ao Seu povo. É o que também expressa o Salmo 89.22: “O inimigo jamais o surpreenderá, nem o há de afligir o filho da perversidade (Anticristo?)”. O versículo 9 também fala da insuperável grandeza e do poder de Deus: “Dominas a fúria do mar; quando as suas ondas se levantam, tu as amainas”. Muitas vezes, água, mares e rios simbolizam as nações (cf. Is 8.7-8; 17.12-13; 28.15; 57.20; Sl 65.7-8; 93.3-4; 124.2-5; Ap 12.15; 13.1). Que o Senhor Jesus um dia reinará sobre as nações também está escrito no Salmo 89.25: “Porei a sua mão sobre o mar e a sua direita, sobre os rios”.

Pensamentos finais de exortação


No Salmo 89.20 lemos: “Encontrei Davi, meu servo; com o meu santo óleo o ungi”. Saul era o rei que o povo desejava; os israelitas viam somente o que estava diante de seus olhos. Mas Deus estava à procura de um coração que lhe fosse totalmente consagrado e encontrou-o em Davi. O que o Senhor encontra em nós?

Em Atos 13.22 está escrito: “E, tendo tirado a este, levantou-lhes o rei Davi, do qual também, dando testemunho, disse: Achei Davi, filho de Jessé, homem segundo o meu coração, que fará toda a minha vontade”. Davi serviu ao Senhor de todo coração até sua morte: “Porque, na verdade, tendo Davi servido à sua própria geração, conforme o desígnio de Deus, adormeceu, foi para junto de seus pais...” (At 13.36). Se o Senhor Jesus demorar com o Arrebatamento, quando estivermos perto da morte será que também poderemos dizer que servimos à vontade do Senhor até o fim?

O Senhor conduz tanto a Igreja quanto nossa vida pessoal ao seu alvo (Fp 1.6). Mesmo que muitos descendentes de Davi tenham falhado completamente, Deus conduzirá Israel ao alvo que propôs.

Encorajamento

Freqüentemente nós também não entendemos os caminhos de Deus e vivemos nessa tensão entre fé e experiência. Muitas coisas são totalmente diferentes do que imaginamos ou pensamos compreender a partir da Escritura. Às vezes sentimo-nos como Etã quando orou: “Que é feito, Senhor, das tuas benignidades de outrora, juradas a Davi por tua fidelidade?” (Sl 89.49). Muitos que esperam ansiosamente pelo Arrebatamento talvez já tenham dito a Jesus: “Senhor, afinal, quando virás? Já estou esperando há tanto tempo. Tua palavra não vai se cumprir nunca?”.

Os filhos de Deus são duramente provados, não somente sob o regime comunista na Coréia do Norte, na China, no Vietnã ou em países islâmicos. Também nos países cristãos há muito sofrimento e dor. E quando olhamos para Israel vemos que lá também há inúmeras dificuldades e que aparentemente não há solução para os problemas.

Como cristãos renascidos, preferimos receber novas vestes do que ser despidos delas. Muitos cristãos sinceros já pregaram sobre a vinda de Jesus para buscar Sua Igreja, ansiaram pelo Arrebatamento e contaram com ele durante seu tempo de vida. Mas ficaram doentes, ficaram idosos e o Senhor não os buscou. Pedro tem palavras de consolo para nós: “...que sois guardados pelo poder de Deus, mediante a fé, para a salvação preparada para revelar-se no último tempo. Nisso exultais, embora, no presente, por breve tempo, se necessário, sejais contristados por várias provações, para que, uma vez confirmado o valor da vossa fé, muito mais preciosa do que o ouro perecível, mesmo apurado por fogo, redunde em louvor, glória e honra na revelação de Jesus Cristo; a quem, não havendo visto, amais; no qual, não vendo agora, mas crendo, exultais com alegria indizível e cheia de glória” (1 Pe 1.5-8).

Sejamos confiantes! Um dia os membros da Igreja de Jesus colocarão suas coroas aos pés de seu Senhor (veja Ap 4.10-11) e entoarão o louvor: “Bendito seja o Senhor para sempre! Amém, amém!” (Sl 89.52). Portanto, guarde o que você tem para que ninguém tome sua coroa (Ap 3.11). Afinal, só assim você terá algo para colocar aos pés do Senhor, para honrá-lO na eternidade! (Norbert Lieth - http://www.beth-shalom.com.br)

Norbert Lieth É Diretor da Chamada da Meia-Noite Internacional. Suas mensagens têm como tema central a Palavra Profética. Logo após sua conversão, estudou em nossa Escola Bíblica e ficou no Uruguai até concluí-la. Por alguns anos trabalhou como missionário em nossa Obra na Bolívia e depois iniciou a divulgação da nossa literatura na Venezuela, onde permaneceu até 1985. Nesse ano, voltou à Suíça e é o principal preletor em nossas conferências na Europa. É autor de vários livros publicados em alemão, português e espanhol.


Fonte:http://www.beth-shalom.com.br/
Postado em 24 de julho de 2012

DINAMI: Dia Nacional de Missões

DINAMI: Dia Nacional de Missões

Janela 10/40 O Maior Desafio Missionário da Atualidade.

Janela 10/40 O Maior Desafio Missionário da Atualidade.

Seguidores

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More