Templo-sede| Pastor-presidente ministra sobre a Porta do Peixe e os meios para a evangelização

“Alegrei-me quando me disseram: Vamos à Casa do Senhor!”. Foi nesse clima de alegria espiritual que aconteceu o culto de doutrina desta terça-feira (21) na igreja sede da Assembleia de Deus em...

Pastor que estava no Titanic morreu pregando durante naufrágio

Homens de Deus estão em todos os lugares. Um desses homens foi o pastor John Harper, que morreu entre as vítimas do naufrágio do Titanic, em abril de 1912, que afundou depois de atingir um iceberg no...

Jovem cristã surda é expulsa de casa

Dana* é mais uma jovem com deficiência auditiva que aceitou Jesus como seu Salvador, no ano passado. Recentemente, seus pais descobriram sua nova fé e, por isso, a expulsaram de casa. Eles não foram violentos, não...

Todos têm o direito à verdade

Em 2010, a ONU proclamou pela Assembleia Geral, um dia para lembrar daqueles que têm seus direitos humanos violados. Normalmente, pessoas que fazem parte de grupos minoritários enfrentam mais dificuldades...

Entenda a situação dos cristãos na África

De acordo com um dos líderes humanitários da ONU, Stephen O'Brien, mais de 20 milhões de pessoas que vivem no Sudão do Sul (5º país na atual Lista Mundial da Perseguição), Iêmen (9º), Somália (2º) e Nigéria...

Mãe e filho enfrentam perseguição

Tutu* necessita das nossas orações. Ela é cristã, viúva, tem 50 anos e mora na Etiópia. Ela e seu filho Biruk* estão enfrentando uma severa perseguição vinda de uma comunidade muçulmana da Etiópia. O problema...

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Extremistas perseguem cristãos no país

Somália


Um cristão que havia deixado a Somália, sua terra natal, há 10 anos e outro fugiu de extremistas muçulmanos que haviam bombardeado sua casa no início deste ano. Ambos são somalis convertidos do islamismo e agora eles têm a impressão de que correm perigo também morando no Quênia.

Em fevereiro, os extremistas islâmicos do grupo Al Shabaab lutou para o controle da casa de Mohammed Abdi Mose, em Mogadício, que teve sua casa incendiada e teve que fugir do país com seu pai, de 54 anos, e seu filho de apenas 7 anos. Em sua cabeça, ele traz uma cicatriz de onde foi atingido por estilhaços de balas.

Cerca de 150 pessoas morreram naquela noite no combate militar, e Mose disse que isso aconteceu e sua casa foi alvejada. Ele foi pego e preso acusado de se converter ao cristianismo, pois ele tinha trabalhado em uma ONG cristã, e por isso era digno de morte. Ele foi amarrado e espancado com pedaços de madeira e barras de ferro, disse ele.

Ele sofreu cortes profundos no calcanhar e os agressores pisaram em seu estômago, prejudicando seu sistema urinário. Vizinhos que ouviram os gritos vindos da casa de Mose forçaram os agressores a fugir e Mose percebeu que estava na hora de se mudar.

Depois de passar um mês se recuperando de seus feirmentos, Mose e sua família fugiram em março desse ano e foram para uma cidade aonde a milícia islâmica não tem poder sobre a sociedade.

Outro convertido somali do islamismo chegou ao Quênia em 2001, mas ele e sua família já estão procurando outro lugar para morar, pois extremistas em Nairobi recentemente postaram sua foto em uma mesquita dizendo que ele era uma ameaça ao Islã.

Adam Musse Othman disse que não está a salvo no Quênia, pois ele disse que foi ameaçado por telefone por extremistas que estavam cientes de que ele estava envolvido na produção de um filme cristão e que estava traduzindo a bíblia para língua local.

Ore pelos cristãos da Somália. Muitos deles são obrigados a saírem de suas casas e propriedades e fugirem para outros países, começando uma nova vida, por amor ao evangelho de Jesus Cristo. Ore para que Deus os proteja e que eles se mantenham firmes nos propósitos eternos de Deus para eles.



Fonte:http://www.portasabertas.org.br/
Postado em 30 de novembro de 2011

Entidade cristã condena bombardeio na capital

Nepal


O diretor da Carita do Nepal, o braço social da Igreja Católica no país, disse um substituto que um dispositivo detonado na terça-feira em Katmandu, demonstrou que uma ação forte pelo governo era requerida para prevenir futuros ataques na minoria das comunidades religiosa.

Um pequeno dispositivo explosivo feito em casa foi detonado na tarde de terça-feira fora do escritório da Missão Unida do Nepal, um parceiro dos Cristãos e organizações governamentais dedicado a uma justiça social e alívio da pobreza, de acordo com uma reportagem do Katmandu Post.

O pró-vigário Padre Pius Perunama disse a ucanews.com que o incidente requeria uma resposta imediata e decisiva das autoridades.

“Eu espero que o governo tome nota do que está acontecendo e tenha ações apropriadas contra os agressores desse crime e outros crimes contra as minorias no Nepal”.

Nenhum acidente e dano mínino a propriedade foi relatado após o bombardeio, os quais o Exército da Defesa Nacional, um grupo extremista pró-hindu, tem tido responsabilidade, de acordo com a reportagem.

O Padre Perumana disse a instabilidade avançada da política no Nepal poderia ser um fator contribuinte no bombardeio da terça-feira.

“Certamente, o Exército da Defesa Nacional está tendo vantagem com a situação instável do país. O governo deveria tomar uma ação rígida contra esses líderes que ainda tem a mentalidade que a violência pode espantar os cristãos”.

O Exército de Defesa Nacional não é novo no combate a violência contra a minoria religiosa no país, incluindo cristãos e muçulmanos.

Em 2009, o grupo teve responsabilidade por um bombardeio na Igreja de Assunção em Lalitpur, sul de Katmandu, que matou três e feriu mais de doze na véspera das eleições nacionais para um novo primeiro ministro.



Fonte:http://www.portasabertas.org.br/
Postado em 30 de novembro de 2011

Mais de 40 cristãos são mortos em conflitos

Nigéria


Ataques de menores proporções aconteceram no dia 20 de novembro, alegadamente devido a alegações de muçulmanos que os cristãos haviam roubado o gado deles. Também atacaram uma igreja em Barkin Ladi, que ocasionou a morte quatro cristãos.

“Os cristãos estão fugindo da cidade porque não como se proteger dos grupos armados”, disse uma mulher que mora na região. “Os muçulmanos tem armas e eles tem o apoio de alguns soldados do exército para lutar por eles, então não temos escolha a não ser deixar a cidade.”

Quase todas as igrejas na cidade foram fechadas ou mantidas com horários de cultos reduzidos. Quase todos os cristãos fugiram para a área de Jos ou deixaram o Estado de Plateau, local onde existem muitos conflitos étnicos que tem um sentimento anticristão muito forte.

A igreja atacada em Barkin Ladi costuma ter um público médio de 1200 pessoas por domingo, mas na última reunião apareceram somente 50 pessoas,

O conflito religioso vem crescendo no estado de Plateau desde 2006 com inúmeros comitês de investigação sendo criados para investigar e relatar sobre as causas imediatas e mais profundas do que está acontecendo na região.



Fonte:http://www.portasabertas.org.br/
Postado em 30 de novembro de 2011

Cristãos conseguem vitória na justiça

Malásia


Membros de uma igreja metodista na Malásia não serão processados por, supostamente, tentar converter muçulmanos ao cristianismo. A determinação veio do sultão Sharafuddin Idris Shah do estado de Selangor atestando provas insuficientes contra os cristãos.

A polêmica começou quando cerca de 20 oficiais do Departamento da Religião Islâmica invadiram um evento da Igreja Metodista de Utama Damansara em 03 de agosto. A igreja estava oferecendo um jantar para voluntários e colaboradores que auxiliam mulheres, crianças, vítimas de HIV e vítimas de desastres naturais.

Embora o evento estivesse sendo realizado nas instalações da igreja, não era em si um evento religioso. Além dos muitos cristãos participantes do evento estavam 12 muçulmanos, que também foram chamados para depoimento.

De acordo com o sultão Idris Shah, os oficiais não violaram nenhuma lei ao invadir o evento, que ficaram sob a jurisdição da Sharia (lei que torna ilegal a evangelização de muçulmanos e que condenam a centros de reabilitação aqueles que se convertem a outras religiões), mas quanto a tentativa de subverter a fé e a crença dos muçulmanos não houve provas suficientes e proibiu qualquer medida contra os cristãos.

O sultão ordenou que os oficiais dessem conselhos aos 12 muçulmanos a fim de que a fé dos mesmos fosse restaurada. Porém o sultão deixou claro seu desejo de exterminar outras religiões de seu país. “Tenho esperança de que todas as atividades destinadas a difundir outras religiões aos muçulmanos cessem”, declarou.


Fonte:http://www.portasabertas.org.br/
Postado em 30 de novembro de 2011

Situação dos cristãos continua incerta no Iêmen

Com a mudança oficial de poder do presidente do Iêmen Ali Abdullah Saleh, a situação no país mais pobre do mundo árabe ainda está incerta para todos que vivem lá. Muitos expatriados, inclusive cristãos expatriados, deixaram o Iêmen.


Em janeiro deste ano, como em outros países árabes, protestos começaram no Iêmen. Inicialmente os manifestantes foram pacificamente às ruas por causa do grande desemprego no país, causado pelas condições econômicas e pela corrupção. O Iêmen é o país árabe mais pobre com uma renda per capita que é aproximadamente um décimo da renda de seus vizinhos Omã e Arábia Saudita.

Isto não acontece somente pela falta de petróleo, mas muito mais pela corrupção generalizada, pelo baixo nível da educação e pela má administração. Atualmente os iemenitas estão enfrentando um grande desemprego. Estatísticas oficiais relatam que um em cada três iemenitas está desempregado. Especialmente os jovens iemenitas estão sem trabalho. Quase metade da população vive abaixo da linha da pobreza.

Desde o início dos protestos o governo usou violência excessiva para reprimir os manifestantes. As reivindicações dos manifestantes mudaram: eles começaram a pedir a renúncia do presidente. Até mesmo manifestações não violentas foram respondidas com armas e de acordo com os jornalistas até com granadas. O presidente foi ferido em um ataque e deixou o país por vários meses para tratamento médico na Arábia Saudita.

Greves recebem menos atenção da mídia dentro dos protestos em andamento, muito menos que Síria e Líbia. Claro que o número de mortos e feridos durante os protestos no Iêmen é ainda muito menor que nos dois outros países citados. Mas recentemente o jornalista britâncio-iemenita Abubakr Al-Shamanhi disse a Al Jazeera que isto também pode ser explicado devido a um ‘desconhecimento fundamental sobre o Iêmen’. Na verdade, é difícil compreender a situação do Iêmen. O país tem um forte sistema tribal que os estrangeiros não entendem. Além disso, pequenos grupos ligados a al-Qaeda tentam obter mais força no país.

Sequestros de estrangeiros no Iêmen tem ocorrido regularmente, normalmente terminando com a aceitação dos pedidos dos sequestradores para libertar membros de clãs sob custódia, por dinheiro, ou outras fontes de recursos. Este mês três franceses foram libertados por seus sequestradores. Devido à violência e aos sequestros o turismo no Iêmen diminuiu drasticamente.

Desde que o Iêmen se tornou um país, quando o Iêmen do Norte e a República Democrática do Povo do Iêmen se uniram em 1990, o Iêmen tem tido uma história violenta. O país é desde o primeiro dia governado pelo presidente Ali Abdullah Saleh, antes disso ele governava o Iêmen do Norte por 12 anos. Em teoria o Iêmen é uma democracia, mas na prática não é.

Antes dos protestos começarem este ano, dois grupos eram o maior desafio do governo: o Movimento Sulista, um grupo separatista no sul – uma região que por muito tempo reclama por ser negligenciada pelo governo dominado pelo norte. O outro é o Houthis, um grupo xiita do norte do Iêmen com um complicado conjunto de reivindicações políticas, econômicas e ideológicas. O Houthis tem travado uma guerra civil intermitente com Sanaa desde 2004.



Fonte:http://www.portasabertas.org.br/
Postado em 30 de novembro de 2011

Cresce número de divórcios no Brasil, aponta dados do IBGE

Divórcio prejudica saúde


Os dados foram divulgados hoje pelo Instituto

A taxa de divórcios bateu novo recorde no país em 2010, o que mostra que os casais que decidem acabar com o casamento estão optando cada vez mais pelo divórcio direto, em vez de passar antes pelo processo de separação. É o que aponta a pesquisa Estatísticas do Registro Civil, divulgada nesta quarta-feira pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Os divórcios já vinham crescendo, e desde a década de 90 superavam as separações. No ano passado, no entanto, uma mudança na legislação deu novo impulso a esta tendência: os cartórios passaram a formalizar processos de divórcio, o que antes era feito somente na Justiça.

Em 2010, para cada grupo de mil habitantes com mais de 20 anos, foi registrado 1,8 divórcio. No caso das separações, o índice foi de 0,5 por 1.000, o menor da série histórica, iniciada em 1984.

A taxa de casamentos em 2010 foi de 6,6 por grupo de 1.000 habitantes com 15 anos ou mais, praticamente o mesmo patamar verificado desde 2006, mas uma taxa muito menor do que as registradas nas décadas de 70 e 80, quando este número oscilava entre 11 e 13.

É preciso considerar, no entanto, que nesta pesquisa do IBGE entram na conta apenas os casamentos formalizados em cartórios. Uniões consensuais, em que os cônjuges vivem juntos sem papel assinado, não são considerados neste levantamento específico, feito em cartórios.

A pesquisa registra ainda um aumento no compartilhamento da guarda dos filhos --pais e mães dividem a guarda igualmente--, que cresceu de 2,7% em 2000 para 5,5% em 2010



Fonte:http://www.jneweb.com.br/
Postado em 30
de novembro de 2011

"Há muitos desviados por profecias falsas", revela o Pr. José Neco

Igreja foi instruída mais uma vez no culto de doutrina do Farol


Presidente assembleiano falou sobre o dom ministerial dos profetas no culto de doutrina

O pastor José Antonio dos Santos, presidente da Assembleia de Deus em Alagoas, tocou em um assunto delicado com bastante tranquilidade e ousadia do Espírito Santo, na noite desta terça-feira (29), durante o rotineiro culto de doutrina no templo-sede do Farol, em Maceió. Referindo-se ao dom ministerial de profeta, citado em Efésios 4 ele revelou que há muitas pessoas ‘desviadas’ do evangelho nos dias atuais por conta de falsas profecias.

Estes ‘afastados’, conforme observação do ministro, ouviram supostas revelações divinamente inspiradas, confiaram que poderiam se cumprir, mas as expectativas fracassaram com o passar do tempo. Sem o cumprimento, os ex-membros da igreja fraquejaram na fé e saíram da rota do cristianismo.

O pastor Neco mesmo relatou que conhece pelo menos um rapaz que passou muitos anos longe dos caminhos da Verdade justamente por este motivo. Confiou numa profecia que somente depois descobriu que não tinha nada de Deus. Após um longo período distante, o homem voltou para Jesus mais experiente e com os pés no chão, de acordo com o presidente.

Apesar da existência deste tipo de profecia – a falsa – o pastor advertiu à Igreja para não deixar de crer na verdadeira, a que é divinamente inspirada. E pediu para que o povo de Deus busque entendimento com base na Bíblia Sagrada para discernir o que veio do céu, do homem ou do inferno. “Além disso, não se escandalize com as falsas profecias. Basta compreender quais são as verdadeiras”, orientou o ministro.

Outra situação comentada durante a instrução dizia respeito ao posicionamento de algumas pessoas que se travestem de ‘profetas’ e, em muitas vezes, não são identificados. Por outro lado, segundo o pastor Neco, há quem possui o dom de profecia – dado por Deus – mas não consegue desenvolvê-lo por conta da timidez ou por temor aos mal-entendidos.

Para ‘driblar’ as compreensões errôneas quando a mensagem de Deus precisa ser revelada ao povo, o líder assembleiano disse que nem sempre os que possuem este dom serão bem quistos entre a multidão. No entanto, segundo aconselhou, nem por causa disto estes servos devem titubear ou enterrar o presente divino. “Não estamos combatendo profecia, mas, sim, ao veneno que insiste em permanecer dentro da Igreja”, exclamou.

O estudo teve muitas citações bíblicas com subsídio e um panorama da profecia no Antigo Testamento e no Novo Testamento. No velho, segundo o pastor, o profeta entregava a mensagem de Deus ao homem. Ele transmitia a mensagem por meio do Espírito Santo para encorajar o povo a ser fiel. No Novo Testamento, a profecia trata da nova aliança.

Na verdade, esta foi a sequência do ensinamento preparado pelo pastor Neco sobre o aperfeiçoamento dos santos. Durante o ano, o estudo foi ministrado em várias terças-feiras e ainda não foi encerrado.












Fonte:http://www.jneweb.com.br/
Postado em 30
de novembro de 2011

Diante do Trono é o destaque da 1ª edição do Troféu Promessas; veja vencedores

A cantora Ana Paula Valadão, do grupo mineiro Diante do Trono, recebe o prêmio de Melhor DVD/Blu-Ray durante a cermônia de entrega do Troféu Promessas realizada no Rio



Premiação celebrou músicos evangélicos brasileiros na noite de terça (29). Banda mineira venceu em duas categorias

A banda mineira Diante do Trono foi o grande destaque da primeira edição do Troféu Promessas, premiação voltada ao cenário musical evangélico brasileiro e realizada na noite desta terça-feira (29), no Rio. Indicado em quatro categorias, o grupo liderado pela cantora Ana Paula Valadão foi eleito Melhor DVD/Blu-Ray e Melhor Ministério do Louvor por votação popular — segundo os organizadores, mais de 5 milhões de pessoas elegeram seus artistas preferidos nas nove categorias do prêmio através da internet e mensagens enviadas por SMS.

Ganhar o prêmio de Melhor DVD foi especial para mim, pois todos os anos procuramos os lugares do Brasil onde se realizam as grandes festas populares, justamente para celebramos Jesus. E o DVD 'Aleluia', com o qual fomos premiados, foi gravado em Barretos, mesmo local da grande Festa do Peão de Boiadeiro. Por isso, foi maravilhoso", disse Ana Paula, elogiando a realização da premiação: "Conseguimos transmitir aqui a verdadeira motivação da nossa música, que é louvor, agradecimento e oração."

Quem também saiu do evento festejando foi a cantora Bruna Karla, vencedora do prêmio de Melhor Música pela canção "Sou humano". O anúncio da vitória aconteceu de uma forma curiosa. Seguindo instruções do ator Eriberto Leão, apresentador da cerimônia, os indicados na categoria tiveram que procurar o envelope com o nome do ganhador embaixo das cadeiras que ocupavam.

"Eu pensei: 'Nem vou olhar, não vou ganhar mesmo'. Porque cresci ouvindo a Aline Barros, a Ana Paula, a Fernanda (Brum, premiada por Melhor Videoclipe), que eram algumas das minhas concorrentes. São pessoas que admiro desde que comecei a cantar. Então, achava que não teria chance. Só fui procurar quando percebi que ninguém havia encontrado. E comecei a chorar", contou a cantora de 22 anos, que havia se apresentado com a canção no início do evento.

Além das estrelas nacionais da música gospel, participaram da premiação o goleiro Jefferson (do Botafogo e da seleção brasileira) e a tricampeã mundial de caratê, Maria Cecilia de Almeida Maia, a Ciça. Os dois protagonizaram alguns dos momentos mais divertidos da noite. Ao lembrar dos jogadores que ganham o direito de pedir uma música no Fantástico após marcarem três ou mais gols em uma partida, Eriberto fez justiça aos arqueiros e concedeu a Jefferson, ao vivo, o mesmo privilégio. Foi a deixa para o goleiro alvinegro chamar o cantor Thalles, que apresentou a música "Deus da minha vida" — um dos números musicais mais aplaudidos da festa — pouco antes de retornar ao palco para receber o Troféu Promessas na categoria Revelação.

Já a lutadora Ciça esquivou-se com bom humor quando perguntada se existe perdão para o adversário que a acerta durante um combate. "Há um versículo na Bíblia bastante apropriado para este caso. 'Mais bem-aventurada coisa é dar do que receber', brincou a atleta, aplaudida pela plateia.

A emoção voltou a tomar conta da festa durante a homenagem ao cantor, arranjador, produtor, maestro e jornalista Asaph Borba, que recebeu um prêmio especial ao fim da cerimônia — um vídeo com fotos e depoimentos de seus amigos e familiares também foi exibido. Com 35 anos de carreira e conhecido como "o pai do canto congregacional brasileiro", o músico já gravou cerca de 70 discos e vendeu mais de dois milhões de cópias.

"Quero agradecer frisando as cinco alianças que devemos manter na vida: com Deus, com a igreja, com os pastores, com a família e com o chamado do Senhor", destacou o Asaph, que se emocionou a lembrar do filho André, de 15 anos, que já segue seus passos artísticos.

"Nesses dias vi meu filho dirigindo o louvor pela primeira vez. Era uma festa de aniversário. Antes de sair de casa, ele perguntou: 'Pai, posso usar o seu violão?'. E ele o levou. Ministrou pela primeira vez com o meu violão. Eu sei o que aquilo significou para ele", contou Asaph, chorando.

Para Leonardo Ganem, diretor-geral da GEO Eventos, empresa produtora e idealizadora do evento, a premiação superou todas as expectativas. "É um momento de confraternização para os artistas e de solidificação para a música evangélica como um segmento musical genuinamente brasileiro. Neste sentido, foi muito bacana uma empresa secular legitimar isso para o país inteiro, e não somente para os evagélicos."

Ganem, que já garantiu a realização de uma segunda edição do Troféu Promessas no ano que vem, falou também sobre a expectativa com relação ao Festival Promessas. O evento vai reunir nove dos maiores representantes da música gospel do Brasil na Praia do Flamengo, no Rio, no próximo dia 10.

"O palco já começou a ser montado. Estamos esperando mais de 800 mil pessoas. Acho que vai ser uma grande coroação para a música evangélica neste final de ano. Inclusive, para 2012, estamos pensando em promover seletivas espalhadas por outros lugares do país. Daí poderiam sair os artistas que participarão do festival principal no Rio", adiantou o diretor.

Veja a lista completa dos vencedores do Trofeu Promessas:

MELHOR VIDEOCLIPE

"Pavão Pavãozinho", Fernanda Brum

MELHOR CD

"Diamante", Damares

MELHOR DVD/BLU-RAY

"Aleluia", Diante do Trono

REVELAÇÃO

Thalles

MELHOR GRUPO

Trazendo a Arca

MELHOR MINISTÉRIO DO LOUVOR

Ministério de Louvor Diante do Trono

MELHOR CANTOR

André Valadão

MELHOR CANTORA

Aline Barros

MELHOR MÚSICA

"Sou humano", Bruna Karla

HOMENAGEM

Asaph



Fonte:http://www.jneweb.com.br/
Postado em 30
de novembro de 2011

Filme Renúncia: 200 vidas se convertem a Cristo na semana de estreia

Filme estreou esta semana


Cerca de 4 mil pessoas assistiram o filme; equipe realizou sessão especial para não-evangélicos

Aconteceu no Auditório do Palácio do Comércio em Imperatriz entre os dias 23 a 27 de Novembro o lançamento do Filme Renúncia: Suas Escolhas Definem Seu Futuro.

Mais de 4 mil pessoas assistiram o filme e foram impactadas pelo poder da Palavra de Deus e 200 vidas se renderam a Cristo. No último dia de exibição, uma das sessões foi aberta, exclusivamente, para pessoas não-evangélicas e desviadas dos caminhos do Senhor, que não precisaram pagar o ingresso.

De acordo com Luaran Lins, autor e roteirista do filme, as expectativas foram superadas. “Estamos muito felizes em ver o mover do Espírito Santo agindo nestes dias e quebrantando os corações. O projeto tem alcançado seu objetivo e vidas tem se rendido ao Senhor”.

Luaran conta que tem recebido ligações de várias partes do mundo, como África e Estados Unidos, interessadas em conhecer o projeto.

Ao final de cada exibição o Ministério de Louvor Geração do Avivamento, cujos componentes fazem parte do enredo do filme, louvavam ao Senhor e convidavam as pessoas para aceitarem Jesus ou se reconciliarem, e por fim o desafio aos jovens que estavam na igreja mas precisavam renovar o seu pacto de aliança e santidade com o Senhor era lançado e centenas de jovens vieram a frente receber oração.

Sobre a distribuição do filme pela CPAD, o roteirista afirma que está muito ansioso para que o filme chegue aos lares do Brasil e acredita que a parceria com a Casa Publicadora vai fazer com que o projeto tome proporções gigantescas e milhares de vidas sejam impactadas e conheçam Jesus.

Testemunhos

Um jovem por nome Kleverson que estava afastado dos caminhos do Senhor assistiu ao filme e no outro dia pela manhã me ligou dizendo que não conseguiu dormir a noite pensando na mensagem do filme. Ele disse que não era apenas um filme, era o próprio Deus falando com Ele e se reconciliou.

Uma jovem evangélica disse que estava sem forças, mas a sua vida é uma antes e depois do renúncia, ou seja, Deus lhe deu forças pra dizer não ao mundo e fazer a obra de Deus.

Um obreiro da Assembléia de Deus em Imperatriz relatou que levou sua família para assistir ao filme, e no final sua filhinha de 5 anos de idade disse para ele: “Papai, quando eu crescer eu não quero ser como a Nanda (protagonista do filme) que foi pra festa. Eu quero só servir a Jesus”. Ele conta que ficou impactado com uma criança de 5 anos ter sido tocada e despertada para permanecer nos caminhos do Senhor.

Pessoas de diversas denominações e diferentes religiões assistiram o filme. O comentário foi unânime: "Estou impactado!"


Fonte:http://www.jneweb.com.br/
Postado em 30
de novembro de 2011

Cristãos são atacados no Nepal

Perseguição aumenta e pastores são ameaçados


Polícia investiga a explosão em frente ao escritório da missão Nações Unidas

Dois anos depois de uma explosão que sacudiu uma das maiores igrejas católicas do Nepal e matou três pessoas, o grupo clandestino que orquestrou esse ataque assumiu a responsabilidade por outra explosão na semana passada. Uma bomba explodiu na tarde do dia 22 de novembro na frente do escritório de um líder de uma organização cristã beneficente. O medo e a insegurança entre os cristãos estão cada vez mais latentes.

No mesmo dia do ataque, no distrito nordeste Sindhupalchowk, moradores de uma vila predominante budista de Danchhe agrediram dois cristãos que estavam se dirigindo para um culto em uma casa, eixando um deles inconsciente. A polícia ainda está investigando a explosão em frente ao escritório da missão Nações Unidas pelo Nepal (UMN). A bomba explodiu, mas não fez vítimas ou danos no escritório da UMN.

A polícia encontrou em frente ao local do ataque folhetos de que levava a assinatura de um membro sênior do Exército de Defesa do Nepal (NDA), grupo militante armado que aterrorizam cristãos e muçulmanos, forçando que eles saiam do país. Os folhetos continham afirmações que diziam que a maioria da população do Nepal era hindu e que, portanto, o país deveria ser considerado hindu. Os panfletos também acusam a UMN de converter hindus ao cristianismo.

O mentor do ataque contra a igreja, Ram Prasad Mainali, foi preso há quatro meses atrás, mas manteve-se com suas atividades criminosas. No início desse ano, a polícia também prendeu seis pessoas que admitiram estar seguindo instruções de Mainali para desencadear novas explosões em locais públicos.

Apesar da revelação, o novo governo do Nepal iniciou negociações com o NDA, oferecendo anistia para o líder Mainali e outros líderes do grupo que também foram presos caso eles se comprometessem a entregar as armas que eles possuem. “Esta é uma questão extremamente sensível. Há crescentes ondas de ataques contras as minorias religiosas que estão no Nepal”, disse o secretário-geral da federação.



Fonte:http://www.jneweb.com.br/
Postado em 30
de novembro de 2011

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Criminalização da poligamia fere direitos humanos, diz ministro do Canadá


Por João Ozorio de Melo(*)

Os dispositivos do Código Penal que criminalizam a poligamia infringem direitos humanos fundamentais, como a liberdade de religião e a liberdade de associação. A alegação é de mórmons fundamentalistas em ação judicial que questiona a lei no Canadá. "A lei realmente infringe a liberdade de religião", respondeu o presidente da Suprema Corte da província da Colúmbia Britânica, ministro Robert Bauman, na quarta-feira (11/23). "Mas o mal que a poligamia causa às crianças, às mulheres e à sociedade a justifica", escreveu ele em decisão que preserva a legislação de 121 anos que bane a poligamia no Canadá. Isso pelo menos até que a questão seja decidida Suprema Corte do país, segundo a CBCNews Canada e o National Post.
"Cheguei à conclusão de que esse caso é essencialmente sobre o mal que a prática da poligamia causa", escreveu o ministro, que reconheceu a imperfeição constitucional da lei. "As mulheres em relacionamentos polígamos sofrem um risco maior de danos físicos e psicológicos. Elas enfrentam taxas mais altas de violência doméstica e abuso, incluindo abuso sexual", disse. Ele apontou ainda, entre os males da poligamia, as taxas mais altas de mortalidade de crianças em famílias polígamas, os perigos da sexualização precoce das meninas, desigualdade de sexos e o problema dos "garotos perdidos", jovens que acabam expelidos das comunidades poligâmicas por causa da competição por noivas jovens.
No entanto, menores, com idades de 12 a 17 anos, que entram em casamentos poligâmicos devem ser poupados de processos judiciais, declarou o ministro. "A criminalização de adolescentes causa um sério dano a seus interesses de liberdade", escreveu. A representante das crianças e dos adolescentes da Colúmbia Britânica disse que a questão fundamental nessa discussão é o envolvimento de crianças. "O tribunal obteve evidências de que meninas, uma delas com apenas 12 anos, foram prometidas em casamento a um homem de 58 anos, o que sugere a abertura de uma investigação criminal", declarou.
Da mesma forma, as pessoas envolvidas em poliamoria (pessoas que vivem com múltiplos parceiros fora de um contexto religioso) não devem ser punidas pela lei, se não formalizarem suas uniões, escreveu Bauman. "A formalização do casamento não é uma coisa importante para a comunidade poliamorista", disse o porta-voz da Associação Canadense de Defesa da Poliamoria, John Ince. A poliamoria (às vezes também traduzida da palavra inglesa polyamory como poliamor ou poliamorismo) "é frequentemente descrita como uma relação consensual, ética e responsável não monogâmica, segundo a Wikipédia. O termo (que é composto pelo termo "poli", do grego, com o termo "amor", do latim) se refere a relações com características conjugais e não a relações sexuais apenas.
Os mórmons da Igreja Fundamentalista de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias – diferentemente das correntes predominantes da Igreja Mórmon – não se conformam com a decisão e prometem recorrer à Suprema Corte do Canadá. O advogado George Macintosh, apontado pelo tribunal para sustentar a descriminalização da poligamia, disse que a decisão pune injustamente as ações consensuais entre adultos. "Três pessoas que vivem consensualmente juntas e que não causam qualquer mal a outras, não podem ser criminosas. O ministro decidiu que as pessoas nessas circunstâncias estão cometendo um crime, quando há alguma forma de celebração do casamento e não achamos que isso é o que a lei diz", declarou Macintosh.
O ex-advogado geral da província da Colúmbia Britânica solicitou inicialmente ao tribunal que respondesse a duas perguntas sobre as leis da poligamia no Canadá: se a legislação é consistente com a Carta Canadense dos Direitos e Liberdades; e que elementos são necessários para caracterizar a poligamia como crime. O governo da província também perguntou se a legislação viola a Constituição do país. Os defensores da poligamia alegam que a legislação cobre crimes como exploração sexual, tráfico humano e sequestro. Mas não a poligamia.
O caso se originou em 2009 com uma ação judicial, mal sucedida, movida contra dois homens da comunidade de Bountiful, acusados de praticar poligamia. Os residentes de Bountiful defendem a poligamia como "uma doutrina de sua fé". Segundo os jornais, a decisão da Suprema Corte da província vai afetar também os polígamos da comunidade muçulmana. Mas ninguém, nessas comunidades, deverá ser processado, até que o caso seja decidido pela Suprema Corte do Canadá, diz o Winnipeg Free Press.
Vez ou outra, problemas semelhantes chegam aos tribunais no estado americano de Utah, onde está a maior concentração de mórmons – entre os quais os mórmons fundamentalistas, que praticam a poligamia – no país. Segundo o Salt Lake Tribune, de Utah, o advogado geral do estado, Mark Shurtleff, está acompanhando de perto o desenvolvimento do caso no Canadá, porque um tribunal distrital dos EUA, no estado, está examinando o caso da família poligâmica de Cody Brown, que estrelam o reality show "Sister Wives" (Esposas Irmãs).

(*)João Ozorio de Melo é correspondente da revista Consultor Jurídico nos Estados Unidos.



Fonte:http://news.noticiascristas.com/
Postado em 28 de novembro de 2011

Igreja tenta provar que fumar maconha é uma prática religiosa aceitável

Maconha

A Igreja do Universo, com sede no Canadá, entrou em uma disputa judicial para ter o direito a utilizar maconha com fins religiosos. Representada pela figura de Christopher Bennett, Sacerdote da igreja, a disputa começou em 2009, quando Bennett enviou uma carta ao ministro da saúde solicitando que a erva fosse incluída como item de prática religiosa na lei que regulamenta o uso de substâncias controladas.
Recentemente, o Juiz Michel Shore divulgou decisão contrária às solicitações feitas por Bennett, afirmando que não foi provado que a maconha tenha “qualquer ligação com a religião”. Bennett afirma que em seus estudos, chegou à conclusão que a cannabis sativa (nome científico da erva) seja uma forma de consciência coletiva, uma manifestação divina. Ele publicou três livros sobre o assunto e garante usar maconha em rituais religiosos há mais de vinte anos. Curiosamente, o juiz Michel Shore também tem livros publicados sobre religião e espiritualidade.
Hoje com 49 anos, o defensor da erva afirma que passou a frequentar a Igreja do Universo em 1990, quando em uma de suas sessões recebeu uma revelação da própria maconha de que na verdade, a cannabis não era uma droga, mas sim, a árvore da vida mencionada no Apocalipse.
Em seu argumento, Bennett relacionou diversos casos de religiões que, ao longo do tempo, utilizaram a maconha em seus rituais, como forma de alcançar um nível superior de espiritualidade. O juiz Shore, reconheceu que apesar dos fatos históricos listados, Bennett não conseguiu provar a relevância da maconha para uma religião, e entendeu que a legislação do Canadá não poderia privilegiar os adeptos de uma seita. No Canadá, a maconha é permitida para fins medicinais, com uso controlado por meio de prescrições médicas, e em relação a isso, o juiz entendeu que nesses casos, a erva é utilizada para proteger a segurança e a saúde pública.
Inconformado com a decisão, Bennett afirmou que tratava-se “claramente de uma discriminação religiosa”. O sacerdote da Igreja do Universo é dono de uma loja que comercializa ervas místicas e também colabora com um site que divulga conteúdo ligado à maconha. No processo, segundo o Gospel Prime, Bennett inseriu uma pesquisa feita no Google, e afirmou que os termos “Jesus” e “maconha” aparecem em diversos conteúdos ligados à religião.
As doutrinas da Igreja do Universo defendem que a maconha é citada na Bíblia em diversas passagens, e que por uma tradução errada, teria sido omitida nos escritos.
Uma dessas passagens bíblicas que a igreja contesta, é a de Êxodo 30:23, onde é mencionado uma quantidade de cálamo para a unção dos sacerdotes. Nesse ponto, as doutrinas defendidas por Bennett indicam que o termo cálamo é resultado da tradução errada de “Kaneh-Bosum”, e que o correto seria “cânhamo”, um outro nome dado à maconha. Baseados nisso, afirmam que Jesus e seus discípulos usaram maconha para ungir e curar enfermos.
Christopher Bennett e a Igreja do Universo irão recorrer da sentença, para garantir que seus rituais continuem sendo praticados de forma intensa e completa.

Fonte:http://news.noticiascristas.com/
Postado em 28 de novembro de 2011

Pastores não gostaram da reportagem do ”Domingo Espetacular” sobre “Cair no Espírito”




Para entender melhor, veja o vídeo do Domingo Espetacular aqui.

Os pastores e bispos de várias igrejas não gostaram da reportagem sobre ”cair no espírito” exibida ontem no ”Domingo Espetacular”. Evangélicos ficaram indignados com a reportagem.
O pastor Marco Feliciano em entrevista ao site Notícias Gospel deu a sua opinião:
“A Universal está em decadência”. “Admirava o Macedo, até acreditava na sua fé”, disse.
A reportagem da Record gerou indignação de muitos evangélicos. Pastores, cantores, professores de teologia e mesmo não evangélicos criticaram a transmissão da Record por abordar um tema religioso.
O pastor Renato Vargens, da Igreja Cristã da Aliança, concordou em partes com a reportagem:
“Rejeito o cai-cai como prática pentecostal, mas não reconheço o bispo Macedo como autoridade espiritual, moral e ética para o que fez”, comentou o pastor Vagens.
O pastor Ciro Sanches Zibordi, autor de “Erros que os pregadores devem evitar”, também comentou sobre a reportagem:
“Não se pode limitar o poder de Deus, claro que ele pode derrubar uma pessoa, mas isso não pode ser uma condição para a manifestação do Espírito Santo”.
Algumas horas depois, a reportagem do ”Domingo Espetacular” foi reprisada pela Record News o que só fez aumentar a ”fúria” dos evangélicos.



Fonte:http://news.noticiascristas.com/
Postado em 28 de novembro de 2011

Especialista fala sobre o´bum`da Música Gospel

Marcelo Rebello, jornalista, publicitário e diretor de Marketing do Salão Internacional Gospel, fala sobre prós e contras do fenômeno


Recentemente, as TVs abertas estão colecionando erros e acertos na tentativa de buscar audiência apelando para a fé das pessoas. É notável o crescimento de programas voltados especificamente para o público evangélico, como “Domingo Maior” e a última tentativa da Record, “The Love School”.

Em busca do público jovem, as emissoras também apostam forte nas atrações musicais gospel. Recentemente até a emissora Globo, que nunca havia tido um programa do gênero, já confirmou um especial com cantores gospel, que inclusive, pode virar uma atração semanal.

Mas como lidar com este “bum” do mercado da fé? Como não cair em tentação em um mercado que envolve tanto dinheiro e glamour? E como manter os princípios de Deus em meio a esse novo turbilhão?

O jornalista, publicitário e diretor de Marketing do Salão Internacional Gospel e do Grupo MR1, Marcelo Rebello, 39, opina sobre o assunto de maneira contundente. Ele que já foi responsável pelo marketing e assessoria de imprensa de muitos cantores conhecidos, se apaixonou por música aos 9 anos e nunca se desvinculou dela. Seu último trabalho de destaque foi como patrocinador do concurso “Tem um cantor gospel lá em casa”, veiculado no programa Eliana, do SBT, que foi vice-líder de audiência por 2 meses seguidos, em pleno horário nobre de um domingo a tarde.

Para ele, a profissionalização do setor está em momento de reestruturação. “Hoje um CD Gospel, quando feito por profissionais, não deixa nada a desejar para qualquer outro estilo. A própria linguagem tem sofrido uma modificação, as músicas estão mais leves, mais pop, mas sem perder a espinha dorsal, que é levar a mensagem transformadora, de fé e esperança que a Palavra de Deus traz”, explica.

Rebello também está à frente da Feira Oficial da Música Gospel na América Latina, o Salão Internacional Gospel, que também está se transformando com este novo mercado.

Veja abaixo as declarações desse especialista sobre algumas questões que cercam esse fenômeno do gospel nas mídias seculares.

“Bum” da música gospel

A expansão da música gospel é um processo natural. Ele explica que se trata de uma questão de tendência: nas últimas décadas, o crescimento dos evangélicos no Brasil tem sido contínuo e grandioso. A uma taxa de 14% ao ano, seremos praticamente a metade da população em 2020. São 220.000 templos, 55 milhões de evangélicos em 2011. É um número substancioso, que mais cedo ou mais tarde seria notado pela grande mídia.

O perfil dos evangélicos favorece o segmento, em primeiro lugar pela própria questão cultural: desde criancinha, o envolvimento com a música na liturgia e no dia-a-dia dos cristãos é notório. Estima-se que 68% dos lares evangélicos tenham alguém que canta ou toca algum instrumento musical. Mais de 98% dos evangélicos ouvem frequentemente música cristã seja em casa, no carro ou no trabalho. O percentual de pirataria é de 16%, bem menor que o do mercado fonográfico em geral (em torno de 60%).

Fazer um concurso Gospel, em horário nobre, como produzimos em parceria com o SBT, era algo inimaginável há algumas décadas atrás. Passaram por lá Cassiane, Damares, Diante do Trono, Oficina G3, Fernandinho, Régis Danese, Marina de Oliveira, Fernanda Brum, Irmão Lázaro e muitos outros. Isto por si só já demonstra a força que o segmento tem.

A partir deste pontapé inicial, pudemos ver surgirem novas iniciativas, como o Troféu e o Festival Promessas que vai ser veiculado na Rede Globo e que é uma sequência do trabalho que começamos. Para nós, que estamos há tanto tempo semeando neste mercado é bom ver que finalmente estamos colhendo os frutos regados às lágrimas, esforço e dedicação.

Mercado X Fé

Sem dúvida um mercado que envolve tanto dinheiro pode acabar deteriorando valores cristãos. Este é um perigo constante. Não são poucas as histórias que conhecemos de pessoas que eram humildes, centradas na fé e no amor de Cristo e que depois que fizeram um "pseudo-sucesso" se deixaram corromper e começaram a se ver no espelho como "estrelas". Digo pseudo-sucesso pelo simples fato de que a fama terrena é efêmera, independentemente do segmento. Ainda mais no caso do Gospel, em que, em tese, a tônica deveria ser primeiro o compromisso espiritual.

É óbvio que existem em nosso meio muitas pessoas sérias, profissionais, comprometidas com o mercado, mas antes disso com Deus. Mas há também os que querem aproveitar a onda para mergulharem de cabeça nos “santos” lucros... Eu tenho consciência de que "Deus não divide a sua glória com ninguém". Quem for sério, vai permanecer e ter galardão. Quem estiver nessa só pelo dinheiro ou pela fama, com certeza, mais dia menos dia vai desaparecer assim como está escrito na Bíblia: "Não tenha inveja dos ímpios, pois um dia você vai olhar para o lado e já não existirão". Nesse meio em que atuamos existem muitos ímpios com pele de cristão, lobos com pele de ovelha.

O que é fato é que, independentemente da motivação do cantor, banda, pastor ou ministério, a mensagem da Palavra de Deus está sendo levada, e ela nunca volta vazia.

Gospel em programas de TV: ajuda ou atrapalha?

Tudo ajuda no que diz respeito à divulgação. No entanto, devemos ter cautela e bom senso. Principalmente com a forma que projetamos nossa imagem na mídia. A questão não é aparecer, mas de que forma aparecer. Acho que nossos líderes e artistas precisam andar mais próximos de profissionais de comunicação que tenham responsabilidade com suas imagens. Sem esquecer também de priorizar o espiritual, pois estamos no mundo mas não pertencemos a ele. Somos a imagem e semelhança do nosso Criador e o que tem que prevalecer é a divulgação do evangelho.

Uso da mídia a favor da fé

A mídia pode ser utilizada de forma positiva quando usada como meio de se atingir a grande ordem de Cristo: levar a mensagem de fé e esperança para as pessoas. Veja bem, a mídia vive de publicidade, é isso que paga as contas das TVs, rádios, jornais, revistas, portais, etc. A audiência atrai a publicidade e justifica o investimento das empresas em determinados programas ou horários nos veículos. Se conseguirmos fazer com que novas programações, de qualidade, venham a fazer parte da grade das emissoras, o fim será atingido sem ter que perverter o meio. É uma questão de visão aliado à competência profissional. Eu glorifico a Deus e oro sempre pela vida dos diretores e donos de veículos de imprensa, pois eles estão sendo um canal de bênçãos para a disseminação da Música Gospel.

Artistas e ouvintes vigilantes

Na palavra de Deus, existe um ensinamento interessante: "Ouça, analise e retenha o que é bom". Ou seja, os principais cuidados a serem tomados tanto pelos que fazem a Música Gospel quanto pelos que a escutam é ouvir atentamente a mensagem, procurar discernir o que é bom do que é ruim e, principalmente, confrontar a mensagem que está sendo cantada com a verdade absoluta, que é a Palavra de Deus.

O ritmo, neste caso, é o que menos importa. Creio que existem momentos para se fazerem shows evangelísticos, onde a tônica é o entretenimento saudável. E isto não é pecado, se for feito da maneira correta, pois é muito melhor nossos jovens estarem se divertindo de forma saudável ouvindo a mensagem de Deus do que estar em ambientes onde reina a música vulgar, as drogas e o álcool, que geralmente levam às brigas e demais problemas sociais contemporâneos na nossa juventude e adolescência. Assim como existem momentos para se congregar os irmãos, no templo, e juntos louvar e adorar a Deus, bem como é importante a presença da boa Música Gospel nos momentos em família e com os amigos e pessoas que amamos. Enfim, tudo que é feito com equilíbrio é sempre muito bem-vindo!

O Salão Internacional Gospel, o Museu da Música Gospel, nossa agência MR1 e a nossa nova gravadora, que têm priorizado a descoberta e a geração de oportunidades para os novos talentos deste segmento se transformou numa grande causa: glorificar o nome de Jesus Cristo com tudo isso. Costumo dizer que Deus é o compositor, Jesus o grande Maestro, o Espírito Santo a orquestra e nós, os instrumentos que de vez em quando precisam ser devidamente afinados para produzir o som das melodias celestes que saem do coração de nosso amado Pai de Amor.



Fonte:http://www.cpadnews.com.br/
Postado em 28 de novembro de 2011

Fundação inicia campanha de arrecadação de alimentos para cristãos carentes

Objetivo é o de atender famílias que lutam em áreas afetadas por desastres naturais e perseguição


O Fundo Barnabé, que ajuda a igreja perseguida, lançou um apelo para enviar ajuda alimentar aos cristãos que lutam em áreas afetadas por desastres naturais e perseguição.

Os recursos captados serão compartilhados entre os cristãos na África, Sudeste da Ásia e do Oriente Médio e mundo árabe.

Mais de 13 milhões de pessoas em todo o Quênia, Etiópia, Somália, Djibuti e Uganda foram afetadas pela pior seca que atingiu a região em 60 anos.

No Sudeste da Ásia, inundações e tufões destruíram casas, meios de subsistência e infra-estrutura.

O Fundo Barnabé distribuiu cestas básicas contendo arroz, feijão, açúcar e óleo de cozinha para 82 mil cristãos no leste da África.

Na Tailândia, Camboja e Birmânia, a caridade tem fornecido alimentos, cobertores, mosquiteiros, barcos, sementes e fertilizantes.

Os recursos captados pelo apelo de Natal também vai para ajudar os cristãos no Paquistão, Egito e Iraque.

Os cristãos que vivem nesses países estão enfrentando uma época de desafios como resultado de numerosos ataques contra igrejas e cristãos por extremistas islâmicos.

Milhares de cristãos iraquianos fugiram para a vizinha Síria, Líbano e Jordânia, mas são incapazes de trabalhar lá, o que tem dificultado a alimentação de suas famílias.

O diretor internacional do Fundo Barnabé, Patrick Sookhdeo, disse: "Nosso Senhor nos chama para ajudar nossos irmãos e irmãs famintas, que lutam para sustentar suas famílias".

"Gostaríamos de convidá-lo para, em oração, considerar dar um presente de Natal para o nosso Fundo de Alimentação, para nos capacitar a ajuda direta aos cristãos que estão em necessidade desesperada neste momento"

Para doar ao apelo Fundo Barnabé, visite o site.



Fonte:http://www.cpadnews.com.br/
Postado em 28 de novembro de 2011

Cristãos vietnamitas relembram os mártires do país

Vietnã


Cristãos doVietnã estão relembrando os 117 mártires do seu país que sofreram por amor ao Evagelho de Jesus. Uma pequena parte dos cerca de 130 mil cristãos foi morta por testemunharem sua fé durante a perseguição feita por reis vietnamitas.

Entre os dias 21 e 26 de novembro, a diocese de Saigon realizou uma conferência com 180 participantes: 58 padres, 27 religiosos e 95 leigos nas paróquias. Antes da celebração em massa pelos mártires, no dia 24 e novembro, o Cardial JB Phạm Minh Mẫn expressou seus sentimentos aos peregrinos, durante um encontro no seminário de São José: “O maior milagre decorrente da canonização dos 117 mártires do Vietnã é a existência e o crescimento da Igreja do Vietnã”.

O Cardeal disse que “o sangue dos mártires é a semente da fé de que Deus continua a derramar em nosso país nos vários períodos históricos de dificuldades e mudanças. Não há apenas o sangue dos mártires, mas há também as doces lágrimas das famílias e comunidades católicas e nossos antepassados no Vietnã. Tudo que vocês tem sacrificado para servir a Deus, à Igreja e à sociedade. Hoje nós mostramos nossa gratidão aos mártires do Vietnã e nossos antepassados, e oramos a Deus pela Igreja de hoje, pedindo que o Senhor nos dê a água da fonte, as sementes do crescimento da Igreja e da sociedade no presente e no futuro”.

Cardeal Phạm Minh Mẫn também falou na conferência, destacando que “cada um deve refletir e identificar os obstáculos que estão no caminho para renovação, examinar a causa raiz e encontrar um caminho para sair do ciclo vicioso, que impede a expansão da comunhão da igreja e da sociedade. O objetivo é trazer os valores do evangelho e vida humana para os dias atuais da família, economia, política e sociedade. Esse é o caminho para ser parte da missão da ova Evangelização, e acompanhar Jesus servindo para a vida e desenvolvimento da família”.

O Bispo Auxiliar Peter Nguyễn Văn Khảm pregou na celebração dos Mártires do Vietnã. Ele enfatizou que “comemorar os mártires não é apenas um caminho para demonstrar respeito pela santidade deles, mas também para promover um espírito de martírio como o deles. Estar presente significa sermos mártires bravos, testemunharmos as Boas novas de Deus e demonstrarmos o amor de Jesus em qualquer circunstância”.

Fonte:http://www.portasabertas.org.br/
Postado em 24 de novembro de 2011

Missionário na Índia conta seu testemunho

Meu nome é Sirjan Bhattarai. Sou pastor de uma igreja apoiada por Gospel for Asia (GFA), no Nepal, e também estou ministrando nos arredores dos vilarejos não alcançados.


Além de meu trabalho pastoral, Deus me deu o grande privilégio de produzir o programa de rádio na língua gurung para o GFA. Antes de lidar com a responsabilidade de produtor e locutor na língua gurung, eu pensava que transmitir um programa de rádio nessa língua era um esforço sem sentido, considerando o estado atual do Nepal.

Eu pensava: “A língua nepalesa é a língua comum com que todos se comunicam no Nepal. Transmitir um programa em gurung é um desperdício de tempo e dinheiro”. Mas, para honrar a Deus e ser obediente aos meus líderes que me pediram para transmitir nesta língua, comecei a trabalhar no programa.

No dia primeiro de agosto, fui pregar o Evangelho em um vilarejo remoto com mais quatro pastores. O vilarejo não possui nenhuma das facilidades modernas, eletricidade, hospital ou estradas pavimentadas. Nenhum missionário havia estado lá antes. A população do local é de 289 e 90% do povo são gurungs.

Chegamos ao vilarejo à noite. Ao amanhecer, iniciamos nosso trabalho ministerial. Dividimo-nos em dois grupos para alcançar a maioria das pessoas. À tarde, meus dois amigos vieram me dizer que havia alguns gurungs que queriam conhecer alguém que falasse sua língua, pois só podiam se comunicar nela.

Eu fiquei realmente perplexo ao ouvir isso e fui conhecê-los. Encontrei uma mulher com cerca de 56 anos. Quando ela me viu, reuniu 12 pessoas em seu pátio para me ouvir. Comecei a falar em gurung e contar-lhes sobre Jesus Cristo, Sua vida e seus ensinamentos. Falei a eles por 25 minutos e parei para ouvir suas reações.

A mulher nos disse algo tão maravilhoso! Ela disse que tinha ouvido um programa da Rádio GFA na língua gurung. Certa vez, ela estava sofrendo de dor de cabeça. Seu filho estava ouvindo a mensagem do Evangelho no rádio. Ao final da pregação, o locutor disse aos ouvintes que iria orar a Deus por sua cura. Após a oração, ela não tinha mais dor.

Quando a mulher e os outros gurungs souberam que eu era a pessoa que havia entregue a mensagem de Deus, ficaram muito felizes. Imediatamente, duas mulheres receberam o Senhor Jesus Cristo como Salvador. Agora, há uma pequena comunidade cristã neste vilarejo.

Agradeci ao gracioso Senhor Jesus Cristo por Sua obra maravilhosa e também pedi perdão por minha falta de fé. Percebi porque Deus quisera me usar para falar em minha língua mãe. Oro para que o Senhor me use como instrumento para compartilhar Sua Palavra através do programa da Rádio GFA.

Por favor, orem para que meu ministério seja eficaz e frutífero. Orem pelas pessoas desse vilarejo, para que o Senhor possa trazê-las para o Seu Reino.


Fonte:http://www.portasabertas.org.br/
Postado em 28 de novembro de 2011

Primeira sessão do filme Renúncia tem 50 decisões para Cristo

O filme Renúncia


O filme será distribuído pela Casa Publicadora das Assembleias de Deus

Renúncia, que deverá ainda ser exibido em todo o Brasil a partir do mês que vem, teve ingressos esgotados e uma longa fila se formou do lado de fora do Auditório Palácio do Comércio, durante a estreia na cidade. O autor do filme, Luaran Lins, disse em entrevista ao The Christian Post, que as expectativas foram superadas. “Só ontem foram 50 pessoas que se converteram a Cristo através do filme”, disse . “Estamos vendo Deus fazer grandes coisas”, completou.

Segundo o autor, eles estão recebendo ligações da áfrica e do Brasil inteiro somente nesse período de estreia. Lins acredita que o filme pode trazer a muitos para Cristo, principalmente os jovens. “Eu espero que o filme seja um instrumento de Deus para a evangelização de jovens no Brasil e no mundo inteiro”, disse ele ao CP.

Renúncia conta a história de Nanda, uma jovem cristã que se afastou de Deus depois de entrar na Universidade, onde ela acaba conhecendo o mundo das drogas, sexo e luxúria. O filme é parte de um projeto que procura mostrar a importância de uma vida baseada nos ensinamentos bíblicos e como nosso futuro é determinado por nossas próprias escolhas.

“O projeto Renuncia é mais que um filme”, esclarece Lins. "O filme, livro, CD são tudo recursos audiovisuais para se levar a proposta do projeto que é a proposta de renúncia que nada mais é do que a vida cristã. A renúncia é ligada com a santificação, dizer não ao mundo, às paixões”.

Lins disse que ele teve a ideia do filme depois de ver uma pesquisa de 2006 por Steven Hernderson, presidente do Instituto Christian Cunsulting for Colleges and Ministries mostrando que cerca de 58% dos jovens Cristãos nos Estados Unidos se afastaram da Igreja ao ingressar na faculdade. Uma pesquisa também foi aplicada nas universidades brasileiras e mostrou a mesma tendência.

“Fiquei bastante intrigado e surpreso ao ler esta reportagem. A cada dia constata-se quão assustador é o número de jovens que se perdem nas faculdades e universidades do mundo inteiro, entrando num mundo de completa ilusão, que os leva para uma vida aprisionada e sem Deus”, disse o autor no site do filme.

Mais de 300 voluntários fizeram parte da produção, entre produtores, equipe técnica, atores e figurantes. As gravações foram iniciadas em fevereiro de 2010. O filme, que teve o custo estimado cerca de R$ 60 mil, será também dublado para o inglês e o espanhol e será distribuído pela Casa Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD).

Em suas palavras finais, Lins urge que os líderes cristãos e pastores, estejam menos preocupados com a prosperidade financeira e mais preocupados com a santificação das pessoas. “Porque é através da santificação que nós iremos encontrar com o nosso Senhor”.



Fonte:http://www.jneweb.com.br/
Postado em 28
de novembro de 2011

Presbítero de Paulo Afonso falece no púlpito de congregação

Pb. Eli Nascimento morreu no púlpito


Eli Nascimento era o dirigente da AD no povoado Malhada Grande

O presbítero assembleiano Eli Nascimento, que servia ao Senhor como dirigente da congregação do povoado Malhada Grande, no município de Paulo Afonso, na Bahia, faleceu na semana passada no instante em que se preparava para ministrar a palavra em uma festividade naquele campo subordinado ao ministério de Alagoas. O portal recebeu esta notícia pelo irmão Robério Feitoza Calado, membro da igreja.

Segundo ele, assim que teve a oportunidade para a pregação, o obreiro pediu as orações para que se mantivesse de pé e conseguisse concluir a tarefa na ocasião. Ele revelou que já havia se sentido mal no período da manhã e ainda estava em recuperação.

Entretanto, de acordo com o relato, no momento em que fazia o clamor a Deus junto com a Igreja, o presbítero ainda orou em línguas estranhas e caiu no chão, sendo amparado pelos obreiros da congregação. Houve tentativas de reanimá-lo no local e também no hospital, mas todas sem êxito.

“Fica um sentimento de saudade e de alegria, pois sabemos que o nosso irmão está na glória. Para a família desejamos força nessa hora e que siga os caminhos que o irmão seguiu”, afirmou Robério Calado, acrescentando que o presbítero Eli Nascimento era muito conhecido e querido na região onde labutava na obra do Senhor.



Fonte:http://www.jneweb.com.br/
Postado em 28
de novembro de 2011

Cristãos feridos em ataque no Vietnã têm cuidados médicos negados

Cristãos sem atendimento médico


Hospitais da região se negam a examiná-los e tratá-los.

O ataque feito contra os líderes da Igreja Batista Ágape (ABC) durante um culto realizado na aldeia de Lai Tao. O ataque deixou a evangelista Nguyen Thi Lan com sua pélvis quebrada em dois lugares e com lesões nos órgãos internos de acordo com os médicos, que também recomendaram uma cirurgia de emergência.

No entanto, quando foram aos hospitais anteriores, os médicos que a atenderam disseram que ela e outros dois cristãos que também estavam gravemente feridos estavam bem e os despediu, pois não precisam de cuidados médicos.

Quando os médicos vietnamitas sabem que pessoas que chegam ao hospital para serem tratadas após terem sido agredidas por motivos religiosos, eles não se atrevem a atender ou examinar as vítimas de perseguição.

O principal líder da Igreja Batista Ágape, Nguyen Cong Than, se apressou para chegar ao local do ataque para ajudar os membros da igreja que foram atacados. Os ataques foram contra a casa de uma das pessoas que ficaram feridas, um funcionário do Partido Comunista que havia se aposentado recentemente e se converteu ao cristianismo.

Nguyen Thi Lan, que não conseguia comer nenhum tipo de alimentos desde o ataque, foi internada em um hospital imediatamente após ser rejeitada em muitos hospitais e fazer seu exame. Como previsto, os médicos descobriram que a bacia dela estava fraturada e os órgãos femininos duplamente feridos com grande gravidade.

Os cristãos feridos escreveram uma petição para a polícia indicando os artigos no Código Penal que haviam sido violados, mas os oficiais não fizeram nada com relação a esse situação e não fizeram nada sobre as ameaças de morte que os líderes da igreja receberam.

“Eu oro para que possamos suportar pacientemente esse sofrimento por amor a Jesus sem ter amargura”, disse Nguyen Cong Thanh. “Saibam que o sangue que foi derramado se juntou com o sangue que Jesus derramou na cruz.”



Fonte:http://www.jneweb.com.br/
Postado em 28
de novembro de 2011

sábado, 26 de novembro de 2011

Casal morre em acidente 15 dias antes do casamento na BR-153

Veículo envolvido no acidente ficou destruído


Eles estavam em uma motocicleta que bateu contra um carro.

Faltando 15 dias para o casamento, um casal de noivos morreu em um acidente na BR-153, entre Jacarezinho (144 km de Londrina) e Santo Antônio da Platina (130 km), na noite desta quinta-feira (24). Anderson Willen Sampaio Maia, 21 anos, e Graciana Maria Carvalho, 18, estavam em uma motocicleta que bateu contra um carro.

Segundo informações do portal JDS Comunicação, os policiais da Força Verde, alguns dos primeiros a chegarem ao local do acidente, contaram que a motocicleta tentava fazer uma ultrapassagem, mas teria sido fechada por um caminhão. Na tentativa de não bater contra o veículo, Maia desviou para a pista contrária, onde vinha um GM Captiva.

A batida frontal causou a morte instantânea do casal e destruiu a motocicleta e a parte da frente do automóvel. O motorista do carro, Guilherme Matos, disse que não teve tempo de frear.

Os familiares do casal ficaram chocados. A mãe de Maia desmaiou a hora que constatou a morte do filho e teve que ser hospitalizada, assim como a irmã do jovem. Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico-Legal (IML) de Jacarezinho.

Maia era filho de um pastor da igreja Assembleia de Deus. Ele a noiva voltavam de um culto quando sofreram o acidentem de acordo com dados levantados pelo grupo JDS Comunicação. O casamento estava marcado para o dia 10 de dezembro.


Fonte:http://www.jneweb.com.br/
Postado em 26
de novembro de 2011

DINAMI: Dia Nacional de Missões

DINAMI: Dia Nacional de Missões

Janela 10/40 O Maior Desafio Missionário da Atualidade.

Janela 10/40 O Maior Desafio Missionário da Atualidade.

Seguidores

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More