Domingo da Igreja Perseguida é tema do Culto de Missões da AD Bebedouro

No segundo domingo de junho, o Departamento de Missões da Assembleia de Deus em Bebedouro, coordenado pelo diácono Mariano Siqueira, organizou mais um culto missionário abençoado abordando relatos...

Pr. José Orisvaldo Nunes: “Se você está atravessando o Vale, saiba que Deus cuidará de ti!”

O pastor-presidente José Orisvaldo Nunes de Lima foi usado por Deus na ministração da Palavra durante o Culto de Doutrina desta terça-feira (20) no templo-sede da Assembleia de Deus em Alagoas. Após a mensagem, foi feito o convite àqueles que estavam...

500 Anos da Reforma Protestante| Centenas de evangélicos participaram dos Seminários no interior

Cumprindo mais uma rodada de seminários sobre os 500 Anos da Reforma Protestante, as cidades de Arapiraca, Dois Riachos, Porto Calvo e Rio largo sediaram o evento no último sábado (17). Os assembleianos lotaram as igrejas para...

Americano preso morre na Coreia do Norte

A família de Otto Warmbier, cristão de 22 anos, confirmou seu falecimento no dia 19 de junho, apenas uma semana depois de ser libertado – em coma – após 15 meses de prisão na Coreia do Norte. Leia a matéria sobre a...

O único lugar onde podíamos adorar

O vento afiado e o frio sopravam na cela da prisão, mas Hea-Woo dificilmente podia senti-lo. Ela dificilmente podia sentir qualquer coisa. “Eu estava dentro das horas da morte; doente, desnutrida e congelada por causa das condições deploráveis da cela da prisão. Eu não pensei que estaria viva para...

Camboja deve construir 500 novas igrejas, após se libertar da repressão comunista

Dezenas de pastores se aglomeraram em torno de Hun Sen, com os smartphones estendidos, engajados para comemorar o primeiro encontro do primeiro-ministro cambojano com os cristãos...

domingo, 31 de janeiro de 2010

Ore pelo Irã, segundo na Classificação de países por perseguição




A Classificação de países por perseguição



IRÃ (2º) - Neste ano, o Irã ultrapassou a Arábia Saudita e está agora na segunda posição na Classificação de países por perseguição.

O número total de pontos registrados diminuiu devido à ausência de relatos de cristãos assassinados. A onda de prisões que começou em 2008 continuou com a mesma força ao longo de 2009, com cerca de 85 cristãos presos. Acredita-se que o governo usam as detenções para tirar a atenção da população quanto aos problemas internos, como o tumulto causado depois da reeleição do presidente Mahmoud Ahmadinejad, em junho.

A maior parte dos presos foi maltratada na prisão. Embora a maioria tenha sido libertada, os processos continuam pendentes e os cristãos podem ser condenados a qualquer momento.

Muitos dos que foram libertados estão sob observação e sofrem ameaças. As detenções causaram o grande medo entre os cristãos.

Algumas igrejas foram fechadas em 2009, e o motivo primário foi o fato de ex-muçulmanos frequentarem os cultos.

O islã é a religião oficial no Irã, e todas as leis devem ser compatíveis com a interpretação oficial da sharia (lei islâmica). Embora os cristãos de origem armênia e assíria sejam uma minoria religiosa reconhecida, eles relataram que alguns dos seus foram detidos, vítimas de abuso físico e discriminados.

Essas igrejas têm permissão para fazer cultos em sua própria língua, mas são proibidas de ministrar aos muçulmanos que falam o persa, idioma oficial do Irã. Segundo a sharia, qualquer muçulmano que deixar o islamismo enfrenta a pena de morte.

Algumas igrejas têm a polícia secreta vigiando seus cultos. Aqueles que são ativos em suas igrejas ou grupos domésticos estão sob pressão. São interrogados, presos e agredidos.

Além da pressão das autoridades, os cristãos também enfrentam a pressão da sociedade.

Pedidos de oração

É importante que novos convertidos cresçam no conhecimento do Senhor e da Bíblia. Ore para que haja oportunidades de treinar essas pessoas, e que os métodos e materiais necessários estejam disponíveis e sejam acessíveis.

O crescimento traz novos membros para a Igreja, mas também gera mais perseguição. Louve a Deus pelos milhares de cristãos iranianos. Ore para que a Igreja iraniana seja capaz de encontrar meios discretos e criativos para testemunhar.


Fonte:www.portasabertas.org.br
Postado em 31 janeiro de 2010

Outra cristã morre em acampamento militar




ERITREIA


ERITREIA (11º) - Mais um cristãoo morreu enquanto servia em um dos piores centros de detenção da Eritreia. No domingo, 24 de janeiro, Hana Hagos Asgedom, 41, se tornou a 11ª cristã a pagar com sua própria vida o preço de não negar sua fé em Cristo.

Asgedom, membro da igreja Asabe Rhema, morreu de ataque cardíaco enquanto estava na solitária do campo militar Alla. Um pouco antes de sua morte, ela foi agredida com um ferro por se recusar a "fazer uma xícara de café para seu comandante". Quando Asgedom negou o pedido, que os cristãos interpretaram como tendo intenções sexuais, ela foi mandada de volta para sua cela, onde enfrentou os castigos e depois veio a falecer.

Logo após sua prisão, Asgedom ficou detida no campo militar Wi"a por três anos. Quando o acampamento foi desfeito a sete meses atrás, ela foi transferida, com outros prisioneiros, para o acampamento militar Alla. Quando chegou ao novo acampamento, Asgedom recebeu uma última oportunidade de renunciar sua fé. Quando ela se recusou, foi transferida para a solitária.

Um pouco antes de receber a notícia sobre a morte de Asgedom, a Portas Abertas foi informada sobre a libertação do pastor Habtom Tewelde na tarde de quinta-feira, 21 de janeiro. O pastor Habtom, 55, lidera a igreja Evangelho Pleno, e foi preso em 2008. No início, foi mantido na delegacia em Asmara, mas foi relocado para o campo militar de Mitire há seis meses.

Fontes afirmam que o pastor Habtom foi solto devido à complicações na diabetes. Quando foi libertado, o alertaram a não continuar suas atividades cristãs.

Controle

Em dezembro, o governo da Eritreia ordenou que os líderes muçulmanos, a Igreja católica e a Igreja evangélica Luterana parassem de receber fundos de seus parceiros no exterior. Segundo fontes, o governo alertou que iria controlar de perto essas três instituições.

A ordem foi entregue aos três grupos pelo Departamento de Assuntos Religiosos do Estado da Eritreia. De acordo com o responsável, as instituições teriam uma semana para falar com suas organizações de ajuda e dar a resposta para o Departamento.

Aparentemente, a Igreja católica na Eritreia respondeu que, já que o departamento e o governo eram contra sua religião e infringiam a liberdade religiosa, a igreja não iria acatar a ordem. Não ficou claro se os luteranos e os muçulmanos reagiram à ordem.

Pedidos de oração

Deus prometeu edificar sua Igreja. Ore para que Ele cumpra sua vontade através do sofrimento de seu povo na Eritreia, e que sua Igreja realmente seja edificada.

Ore por todos os cristãos que continuam em prisões da Eritreia. Ore por força, para que eles recebam esperança mesmo em meio às circunstâncias.

Não se sabe quantas pessoas Hanna Hagos Asgedom deixou. Ore por aqueles que estão sofrendo com sua morte, para que eles recebam consolo do Espírito Santo.

Ore pela salvação do presidente Afwerki.


Fonte:www.portasabertas.org.br
Postado em 31 janeiro de 2010

Organização pede representante internacional pela liberdade religiosa





ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA


ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA (*) - A Portas Abertas pede que o presidente Barack Obama nomeie um embaixador para tratar da liberdade religiosa internacional.

Há mais de dez anos, o presidente Bill Clinton aprovou o projeto de lei sobre Liberdade Religiosa Internacional. O projeto deu origem ao gabinete de liberdade religiosa internacional no Departamento de Estado. Esse órgão é responsável por mapear a liberdade religiosa em todos os países, com exceção aos Estados Unidos, e produzir relatórios anuais sobre cada nação.

O embaixador controlaria o departamento e, entre outros deveres, trataria da diplomacia com outros países que não têm liberdade de religião. No entanto, o cargo está vago desde que Obama assumiu a presidência.

Lindsay Vessey explica porque a Portas Abertas apresentou uma petição sobre o assunto.

“O escritório continua funcionando, mesmo sem um embaixador nessa posição. Ainda há uma equipe trabalhando, escrevendo os relatórios anuais, monitorando a liberdade religiosa. No entanto, ainda há muitos trabalhos importantes que não estão sendo realizados por falta de um embaixador.”

A petição declara:

“É de extrema importância que os Estados Unidos tenham um Embaixador para garantir o direito à liberdade religiosa no exterior, para denunciar a violação desse direito e para recomendar respostas apropriadas ao governo dos EUA quando esse direito for violado.

Pedimos que a pessoa nomeada para o cargo tenha uma história comprovada de comprometimento com a liberdade religiosa. Pedimos que isso seja feito o mais rápido possível.”

Lindsay aponta que um relatório recente pelo Centro de Pesquisa Pew demonstra que 70% das pessoas no mundo vivem em países com alta restrição religiosa.


Tradução: Missão Portas Abertas

* Este país não se enquadra entre os 50 mais intolerantes ao cristianismo.



Fonte:www.portasabertas.org.br
Postado em 31 janeiro de 2010

sábado, 30 de janeiro de 2010

Lula participará da “Concentração de Fé” da Igreja Mundial




Presidente Luiz Inácio Lula da Silva



A ministra-chefe da Casa Civil Dilma Rousseff (PT) deve participar do evento

Após ser internado no Hospital Português, no Recife, devido a uma crise de hipertensão, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva estará em São Bernardo pela primeira vez em 2010 no sábado, quando participará do Concentrações de Fé da Igreja Mundial do Poder de Deus, com o apóstolo Valdemiro Santiago, líder e fundador do templo. A atividade será na Praça Samuel Sabatini, em frente ao Paço, às 15h.

A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff (PT), virtual candidata do Planalto à sucessão de Lula, deve participar do evento da igreja que possui 1.400 santuários espalhados pelo Brasil e que ganha notoriedade pela efetiva divulgação dos cultos pelos canais do grupo Bandeirantes. Será a primeira visita de Dilma ao Grande ABC neste ano.

Neste momento pré-eleitoral, o presidente proporcionará caráter político à atividade evangélica, comandada por Valdemiro, dissidente da Igreja Universal do Reino de Deus, o qual atrai milhares de pessoas em seus pronunciamentos públicos.

A presença de Lula no sábado já está sendo divulgada pelos pastores da igreja nos cultos



Fonte:http://www.jneweb.com.br/
Postado em 30 janeiro de 2010

Missionários alagoanos chegam a Honduras e pastor Damião Teixeira retorna




Pr. Ivaldo e missionária Fátima


Pastor Ivaldo e irmã Fátima Cruz desembarcaram semana passada no País e tomam posse ainda esta semana

O casal de missionários alagoanos Ivaldo e Fátima Cruz já chegou a Honduras, na América Central. Eles vão servir ao Senhor como proclamadores do evangelho na cidade de Comayagua, distante 90 km da capital Tegucigalpa. O pastor Damião Teixeira de Araújo e a família retornam ao Estado após cinco anos na direção daquela obra.

Ivaldo e Fátima Cruz desembarcaram em Honduras em um voo que chegou exatamente às 13h17 da quinta-feira da semana passada (dia 21 de janeiro). Eles foram recebidos, no aeroporto, pelo pastor Ronnie Borges, missionário brasileiro que vive em Tegucigalpa há 12 anos, enviado pela Assembleia de Deus em São José do Rio Preto, município do interior paulista.

De acordo com a Secretaria de Missões da Assembleia de Deus em Alagoas (Semadeal), o casal deverá tomar posse até o final desta semana na cidade de Comayagua. O pastor Ronnie Borges fará a cerimônia de transmissão de cargos, que já foi autorizada pelo pastor José Antonio dos Santos, presidente da Convenção Estadual.

O atual dirigente da obra missionária nesta cidade hondurenha, pastor Damião Teixeira, deve retornar a Alagoas até a primeira semana de fevereiro.

O casal Ivaldo e Fátima Cruz se despediu da igreja em Alagoas em dezembro do ano passado. Eles ficaram um tempo na cidade de Bragança Paulista, com parentes, e deixaram o País no dia 20 de janeiro com destino a Tegucigalpa.



Fonte:http://www.jneweb.com.br/
Postado em 30 janeiro de 2010

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Uma visita marcante e transformadora




Escritor Héctor Támez


BRASIL (*) - Entre os dias 14 e 25 de janeiro, Héctor Taméz e Nelly Taméz visitaram mais uma vez o Brasil. Talvez essa tenha sido a última viagem ao nosso país que esse casal de cerca de 70 anos de idade fez. Desde o início da década de 80, ambos tem se engajado na causa dos cristãos perseguidos e, para nosso privilégio, Héctor já esteve por aqui mais 30 vezes, totalizando mais de 300 pregações em diversas igrejas de diferentes Estados brasileiros.

Nessa oportunidade, Héctor teve como principal evento o culto de posse do pr. Carlos Alfredo, mas não podíamos deixar de aproveitar sua estada entre nós e engajar mais cristãos na causa de nossos irmãos. Assim, ele falou em outras cinco igrejas e abençoou a vida de muitos irmãos. As histórias e testemunhos contados por ele impactaram grandemente as igrejas visitadas e a Igreja perseguida ganhou muitos novos parceiros de oração e apoio.

Talvez um dos relatos mais memoráveis seja o que é reproduzido a seguir:

“No começo do meu ministério fui dar um treinamento para cristãos que sofriam perseguição na Nicarágua. O país estava em guerra e fui parar no meio do conflito. Quando me deparei literalmente entre o exército e os guerrilheiros pensei que fosse morrer. Corri para minha pequena cabana e me escondi debaixo da cama.

Assim que os barulhos das bombas e metralhadoras cessaram, saí para ver o que estava acontecendo. O cheiro dos mortos e a cena de destruição nunca mais saíram da minha mente. Deus em sua misericórdia me salvou, minha cabana era a única que estava intacta. Imediatamente pedi para sair do país e abandonei meus irmãos que receberiam treinamento ainda naquele dia.

Veja bem, eu havia ido lá para abençoar os cristãos perseguidos que viviam aquela situação todos os dias, e, eu, no primeiro momento de aflição, fugi. Quando já estava fora do país, na Costa Rica, caí em si, comecei a chorar e pedi a perdão a Deus. Dali em diante, eu aprendi que precisava viver o que pregava. Somente assim poderia brilhar para Cristo. Eu voltei para Nicarágua e trabalhei lado-a-lado com meus irmãos ali durante noves anos. Deus não precisa de homens corajosos, mas de homens dispostos.”


* Este país não se enquadra entre os 50 mais intolerantes ao cristianismo.


Fonte:www.portasabertas.org.br
Postado em 28 janeiro de 2010

Adolescente cristã é morta por advogado muçulmano




PAQUISTÃO

PAQUISTÃO (14º) - A agência International Christian Concern (ICC) foi informada de que um advogado muçulmano estuprou, torturou e matou uma menina cristã de 12 anos, em Lahore, no Paquistão, no dia 22 de janeiro. A polícia paquistanesa tentou encobrir o assassinato, mas foi forçada e prender o suspeito devido à pressão da mídia.

A vítima, Shazia Bashir Masih, trabalhava como empregada doméstica há oito meses na casa de Muhammad Naeem, suspeito de tê-la assassinado.

Nasreen Bibi, mãe da adolescente, disse que foi forçada a enviar sua filha para trabalhar na casa de Muhammad Naeem por causa da pobreza e fome. Ele concordou em pagar para a família 1.000 rúpias (12 dólares) por mês, pelos serviços.

Depois de estuprar, torturar e matar Shazia, Muhammad foi até a casa da mãe da menina e lhe deu 30.000 rúpias (US$ 352) para que ela ficasse em silêncio sobre a morte. Nasreen não aceitou a oferta e contou sobre o assassinato de sua filha para a polícia. Os policiais na delegacia se recusaram a investigar o crime, alegando que “não é possível registrar queixa contra um advogado”.

A família de Shazia realizou um protesto contra a não ação da polícia. A manifestação foi divulgada pela mídia local. Devido à pressão feita pela população e pela imprensa, Muhammad Naeem foi preso, juntamente com sua esposa e filha.

Shahbaz Bhatti, Ministro para as minorias, anunciou uma doação de 500.000 rúpias (US$ 5.913,20) para compensar a família de Shazia. Asif Ali Zardari, o presidente do Paquistão, também prometeu uma quantia similar para a família. O Ministro de Punjab, Shabaz Sharif, visitou a família e prometeu tomar todas as medidas necessárias para agir com justiça e investigar a negligência da polícia em prender rapidamente os suspeitos.

Ore para que Deus console a família de Shazia e para que haja justiça no caso. Ore também pela Igreja Perseguida no Paquistão.


Fonte:www.portasabertas.org.br
Postado em 28 janeiro de 2010

Congregação é obrigada a demolir templo



Rua da Nigéria


NIGÉRIA (27º) - Uma congregação da Igreja Evangélica do Oeste Africano (ECWA, sigla em inglês), na cidade de Danbatta, recebeu ordens do governo de Kano para que demolisse seu templo recém-construído.

A ordem foi dada por meio da Agência de Proteção ao Meio Ambiente em 13 de janeiro, um dia depois que a propriedade onde está a igreja e a casa pastoral sofreu um ataque.

Essa resolução vai contra a Constituição da Nigéria, que garante a liberdade de religião e culto.

Luta antiga

A luta da congregação em Danbatta data de março de 2009, quando foi proibida de realizar seus cultos em tendas provisórias.

O governo negou todos as petições anteriores de licença para construir o templo.

A congregação espera que uma resolução emitida pela polícia federal beneficie os cristãos de Danbatta. Essa resolução prevê que sejam construídos templos cristãos e muçulmanos nos quartéis de polícia em todo o país.

Contudo, a implementação dessa ordem e seu impacto em Danbatta podem demorar.

Pedidos de oração

1. Peça a Deus para que faça as autoridades de Danbatta perceberem a responsabilidade que têm de tratar igualmente todo o povo, independente de sua religião. Ore para que eles concedam a permissão à igreja, conforme garante a Constituição.
2. Suplique sabedoria aos líderes da congregação ECWA que estão lidando com este caso.



Fonte:www.portasabertas.org.br
Postado em 28 janeiro de 2010

Cem Ovelhas e Entrei no templo. Ozéias de Paula louva em Maceió






Cantor Ozéias de Paula louva no templo-sede



Cantor relembrou sua história na capital e diz que estava emocionado em poder retornar a esta terra

Emocionado em poder retornar ao Estado, onde serviu a Deus nas décadas de 1960 e 1970, o pastor e cantor Ozéias de Paula relembrou histórias de sua vida e rememorou, por meio de canções conhecidas, um período de ouro da igreja em Alagoas. Quem foi ao templo-sede nesta noite adorou ao Senhor com uma das vozes mais antigas na música gospel no País.

Foi um culto de doutrina abençoado, com direito a templo lotado, vários obreiros visitantes e o que foi melhor de tudo: a presença de Deus marcante do início ao fim. Era uma ocasião também especial. As mulheres coristas do grupo Heroínas da Fé (Farol) comemoraram 21 anos, nesta terça, e receberam de presente as bênçãos do Senhor por meio das canções clássicas de Ozéias de Paula.

O cantor ficou livre, a partir das 20h, para adorar ao Senhor ou pregar a Palavra de Deus. Ele preferiu louvar, o seu grande talento. E recebeu a recomendação de alguns irmãos para entoar as músicas preferidas da igreja, a exemplo de Entrei no templo. Com as mãos erguidas, os crentes exprimiram ao Criador a nova condição de vida. “Agora sou um novo crente, olhando só para frente... Feliz, feliz com Deus, sigo a cantar”, diz um trecho da música.

O pastor José Antonio dos Santos pediu para que o cantor entoasse uma das canções mais todas nas igrejas evangélicas do Estado, “Cem ovelhas”. O ministro fez menção a um tempo antigo em que a letra da música se cumpriu em uma determinada congregação. “As ovelhas se desviaram, mas retornaram e estão servindo a Deus em diferentes lugares do País”.

“Quero agradecer a Deus pelo privilégio singular de estar com os irmãos nesta noite, agradeço ao pastor José Antonio dos Santos, aos pastores desta querida Alagoas. Esta Igreja faz parte de todo o trabalho que construí em 1969, quando aqui cheguei”, falou o cantor Ozéias de Paula.

Ele revelou ainda que, no Estado, passou por Capela, Penedo Arapiraca, Palmeira dos Índios e “desemborcou nos braços deste povo em Maceió”, completou o cantor. Segundo ele, um dos momentos mais marcantes de sua trajetória no Estado foi quando chegou a Palmeira dos Índios e encontrou o pastor José Neco, o dirigente da igreja naquela época.

“Ainda foi na gestão do saudoso pastor Manoel Pereira quando conheci o amado pastor José Antonio dos Santos. Ele estava em Palmeira dos Índios, havia acabado de assumir a direção. Era uma fase de crise econômica que abalou o povo brasileiro e que sacudiu os alagoanos também. Por meio do pastor José Neco fui ajudado nesta fase difícil”, contou Ozéias de Paula.

“Tocava meu violão, não existia esta tecnologia toda naquele tempo. Nem se falava em play-back, só em disco. Mas eu nem tinha gravado sequer o meu trabalho”, relatou o cantor. “Por tudo isso, é motivo de eu estar feliz e emocionado nesta noite”, emendou.

De acordo com Ozéias de Paula, teria sido em Alagoas que ele encontrou o grande amigo de sua vida, por meio do qual recebeu grandes milagres. “Foi este amigo especial que me curou de epilepsia com dois anos de idade, que me fez assumir o coro infantil com doze anos, que em 1973 me tirou de um estado de coma profundo após dezesseis dias nesta condição. Esse amigo é Jesus Cristo, o qual não poderia deixar de mencionar. A Ele, toda honra, glória e louvor para todo o sempre”, declarou.

Cantor remasterizou 300 hinos antigos

Ozéias de Paula informou para o povo alagoano, esta noite, que resolveu digitalizar e remasterizar o seu repertório antigo – cerca de 300 canções. Ele disse que passou 10 anos na América do Norte, onde serviu ao Senhor também, e retornou ao Brasil há quatro anos.

Ozéias vai cantar na Convenção Estadual deste ano, diz deputado Jota Cavalcante

Em seu rápido discurso, o deputado estadual Jota Cavalcante afirmou que estava, nesta terça-feira, relembrando uma época importante do ministério do pai dele, o pastor José Antonio dos Santos. “Estou revivendo a década de 1970 quando, em Palmeira dos Índios, recebíamos com frequência a visita do pastor e cantor Ozéias de Paula”, contou o parlamentar. Jota Cavalcante ainda fez uma solicitação, em nome da igreja, para que o cantor louvasse a música “Entrei no templo”, sendo concordado pelos irmãos.

O deputado ainda revelou que Ozéias de Paula já é o convidado especial da Convenção Estadual deste ano.

Pastor Antônio Jácome (RN) pregou

Para encerrar a noite, o pregador foi o pastor, médico e deputado estadual pelo Rio Grande do Norte, Antônio Jácome. Ele contou parte de seu testemunho de vida e relatou para a igreja detalhes da bênção de Deus para sua família.


Fonte:http://www.jneweb.com.br/
Postado em 28 janeiro de 2010

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Papa João Paulo II se flagelava com frequência, diz livro de monsenhor




Papa João Paulo II, em imagem de 2005



Revelações estão no livro do padre que cuida do processo de canonização

O papa João Paulo II se flagelava regularmente para imitar o sofrimento de Cristo e teria assinado um documento secreto comprometendo-se a renunciar ao pontificado, em lugar de ocupá-lo de modo vitalício, se ficasse incuravelmente doente. As revelações estão contidas em um livro recém-lançado.

O livro, intitulado Why a Saint? (Por que um santo?), foi escrito pelo monsenhor polonês Slawomir Oder, o funcionário do Vaticano encarregado do processo que pode levar à canonização de João Paulo, e inclui alguns documentos inéditos.

João Paulo II morreu em 2005 e esteve doente, passando por sofrimento físico, durante vários momentos de seu pontificado. Ele foi baleado e quase morto em 1981, foi submetido a várias cirurgias, incluindo uma devida a um câncer, e sofreu da doença de Parkinson por mais de uma década.

Lançado hoje, o livro revela que, mesmo quando não estava doente, João Paulo se flagelava, algo que no catolicismo é conhecido como mortificação, para sentir-se mais próximo de Deus. "Tanto em Cracóvia como no Vaticano, Karol Wojtyla se flagelava", escreve Oder no livro, citando depoimentos de pessoas do círculo mais próximo de João Paulo na época em que ainda era bispo em seu país de origem, a Polônia, e depois de ser eleito papa, em 1978.

"Em seu armário, em meio a suas vestimentas, um tipo especial de cinto ficava pendurado num cabide, e ele o usava como açoite", escreve Oder. Ainda segundo o autor, quando era bispo na Polônia João Paulo frequentemente dormia no chão duro para praticar o asceticismo. Muitos santos da Igreja Católica, incluindo São Francisco de Assis, Santa Catarina de Siena e Santo Inácio de Loyola, praticavam a flagelação e o asceticismo como parte de sua vida espiritual.

O livro também confirma que, quando sua saúde ficou fragilizada, João Paulo redigiu um documento para seus assessores afirmando que renunciaria ao pontificado se ficasse incuravelmente doente ou permanentemente incapacitado de cumprir seus deveres de papa.

Ele assinou o documento em 15 de fevereiro de 1989, oito anos após o atentado fracassado contra sua vida. A existência do documento foi motivo de muitos rumores e relatos ao longo dos anos, mas o texto foi publicado na íntegra no livro, pela primeira vez. No final, o papa decidiu permanecer em sua função até sua morte, dizendo que isso era para o bem da Igreja. Se tivesse renunciado, teria sido o primeiro pontífice católico a fazê-lo por vontade própria desde 1294.

João Paulo chegou mais perto da canonização no mês passado, quando o papa Bento aprovou um decreto reconhecendo que seu predecessor viveu a fé cristã heroicamente. Foi um dos passos chaves no procedimento pelo qual a Igreja reconhece seus santos.

O próximo passo será o reconhecimento de um milagre atribuído a João Paulo. O milagre envolve uma freira francesa que foi inexplicavelmente curada do mal de Parkinson depois de fazer uma oração para o papa. Depois de o Vaticano reconhecer o acontecimento como milagre, João Paulo poderá ser beatificado. A beatificação é o último passo antes da canonização.


Fonte:http://www.jneweb.com.br/
Postado em 26 janeiro de 2010

ristãos e muçulmanos se enfrentam na Nigéria; mais de 300 morrem





Informação foi confirmada pelas autoridades do País

A violência sectária entre cristãos e muçulmanos na Nigéria central deixou mais de 300 mortos na semana passada, disse um comissário estadual de polícia nesta segunda-feira, prometendo levar os responsáveis pelas mortes à Justiça.

É a primeira vez que as autoridades informam sobre o número de mortos nos enfrentamentos. Algumas versões não oficiais elevam o número de vítimas a cerca de 500.

O comissário em exercício da polícia do Estado de Plateau, Ikechukwu Aduba, disse que os policiais prenderam 303 pessoas em conexão com os tumultos em Jos, uma cidade que foi centro mineiro e turístico, localizada entre o sul cristão e o norte muçulmano da Nigéria. Das pessoas detidas, 139 foram levadas para a capital da Nigéria, Abuja, para interrogatório.

Aduba disse que outros suspeitos permanecem à solta, incluindo os que participaram na matança que quase dizimou uma pequena aldeia na periferia sul de Jos. Na localidade, voluntários descobriam corpos em valas comuns e em esgotos. Outros estavam no mato, fora da aldeia, com marcas de ferimentos a bala e facão.

O chefe policial também prometeu que as pessoas detidas serão julgadas em Jos. Autoridades da cidade se queixaram de que os envolvidos em episódios anteriores de violência conseguiram liberdade sob fiança em Abuja e nunca enfrentou a Justiça.

Os analistas culpam pela incessante violência étnica, religiosa e sectária que afeta o país o fato de os responsáveis pelos problemas nunca serem levados à Justiça.

Já a oposição responsabiliza alguns políticos "sem escrúpulos" que estão por trás da contínua crise que deu "má fama à Nigéria". Segundo ele, a reputação ruim se agravou com o atentado fracassado realizado por um nigeriano contra um avião, nos Estados Unidos.

Há relatos conflitantes sobre o que desencadeou o recente derramamento de sangue. De acordo com um comissário de polícia do Estado, os conflitos começaram depois que um grupo de jovens muçulmanos incendiou uma igreja cristã, o que foi negado por líderes muçulmanos. Os muçulmanos dizem que a violência começou com uma discussão sobre a reconstrução de uma casa de muçulmanos em um bairro predominantemente cristão. A residência teria sido destruída em novembro de 2008.

A violência sectária na região central da Nigéria deixou milhares de mortos na última década. O último surto ocorreu apesar dos esforços do governo nigeriano para reprimir o extremismo religioso no país.

Os conflitos se agravaram desde 1999, quando foi implantada a sharia (lei islâmica) em 12 Estados do norte do país.

Com quase 150 milhões de habitantes divididos em mais de 200 grupos tribais, a Nigéria é o país mais povoado da África. As diferenças por questões políticas, religiosas e territoriais desencadeiam, no geral, confrontos armados.


Fonte:http://www.jneweb.com.br/
Postado em 26 janeiro de 2010

Milhares de pessoas pedem libertação de cristãos na Eritreia





ERITREIA



ERITREIA (11º) - Um documento pedindo pela liberdade religiosa para os cristãos da Eritreia recebeu mais de 43.000 assinaturas.

A petição foi entregue para a Embaixada eritreia por Michael Nazir-Ali, patrono do ministério contra a perseguição Release International.

Michael afirmou: “Queremos assegurar para o governo do país que os cristãos são cidadãos leais e não apresentam nenhum perigo para a integridade da nação”.

“Pedimos para que o governo garanta a liberdade de se reunir, cultuar e se expressar para todos os cristãos.”

A Eritreia tem sido o foco do ministério nos últimos meses. Afirma-se que mais de 2.000 cristãos foram presos por causa de sua fé, sendo que alguns foram colocados em celas subterrâneas ou em contêineres, onde as temperaturas são muito frias durante a noite e muito quentes durante o dia.

Centenas de pessoas fugiram da Eritreia para os países vizinhos, como Sudão, Eitópia e Iêmen, atravessando rios cheios de crocodilos e campos minados, correndo o risco de serem mortos na fronteira.

“Aqueles sobre quem estamos falando só querem viver em liberdade, como cidadãos comuns”, disse Andy Dipper, diretor da Release International.

“Mesmo assim, muitos são mortos, aprisionados e torturados somente por serem cristãos.”

“Nossa mensagem para a Eritreia é para que cesse a violência. Pedimos que o país honre o direito à liberdade religiosa, garantido na própria Constituição.”


Fonte:www.portasabertas.org.br
Postado em 26 janeiro de 2010

França quer proibição de véu islâmico em setor público



crianças muçulmanas

FRANÇA (*) - Deputados franceses divulgaram nesta terça-feira um relatório que defende a criação de uma lei para proibir o uso do véu integral na França por mulheres muçulmanas em locais onde são prestados serviços públicos, como administrações, hospitais, escolas e transportes.

A proposta é o resultado final dos trabalhos de uma Comissão Parlamentar que analisou durante seis meses o uso do niqab (vestimenta que deixa apenas os olhos expostos) e da burca (roupa usada por mulheres afegãs, que cobre todo o rosto e corpo).

"Esse dispositivo obrigaria as pessoas a mostrar seu rosto na entrada do serviço público e também mantê-lo descoberto durante toda a permanência no local", diz o relatório da Comissão Parlamentar.

Segundo os deputados, a violação dessas regras não implicaria ações de ordem penal, mas teria como consequência "a não prestação do serviço solicitado".

A imprensa francesa estima que a proposta da Comissão Parlamentar de proibir o véu integral apenas nos locais dos serviços públicos e não nas ruas em geral, como defendem alguns deputados e até membros do governo, foi uma saída encontrada para evitar obstáculos jurídicos que impediriam sua aprovação.

Os deputados da comissão avaliaram que a proibição geral de cobrir o rosto em público poderia ser vetada pelo Conselho Constitucional da França ou mesmo pela Corte Europeia de Direitos Humanos.

O relatório será entregue ao Presidente do Parlamento francês e ao presidente Nicolas Sarkozy - que tinha pedido a criação da comissão parlamentar.


Regras de conduta


"A liberdade de se vestir, inclusive de acordo com convicções religiosas, é um elemento da liberdade, garantida pela Declaração de Direitos do Homem de 1789", disse o professor de Direito Dominique Chagnollaud ao jornal Le Parisien.

O relator da comissão parlamentar, Éric Raoult, estima que o risco de veto da proibição do véu integral apenas nos serviços públicos é menor porque nesse caso regras específicas de conduta podem ser exigidas.

Além disso, a criação de uma lei que proibiria o uso geral do véu integral divide a classe política francesa.

Nos últimos meses, o debate sobre a lei tem causado grande polêmica no país.

O Partido Socialista anunciou que se opõe à lei.

Uma pesquisa do Instituto Ipsos divulgada recentemente revela que 57% dos franceses são favoráveis à criação de uma lei para proibir o uso do niqab e da burqa na França.

Os deputados da Comissão Parlamentar sobre o véu integral ouviram durante meses associações femininas, representantes religiosos, especialistas em islamismo e várias outros representantes da sociedade civil.




* Este país não se enquadra entre os 50 mais intolerantes ao cristianismo.


Fonte:www.portasabertas.org.br
Postado em 26 janeiro de 2010

Secretário geral se reúne com cristãos mineiros em favor da Igreja Perseguida




Correspondentes Locais de MG e pastor Carlos Alfredo


BRASIL (*) - Entre os dias 22 e 24 de janeiro, aconteceu o Seminário sobre a Igreja Perseguida na Igreja Batista Betuel em Belo Horizonte, MG. O evento contou com a participação de mais de 1.000 pessoas e foi organizado pela equipe de voluntários do Underground.

Na sexta-feira, a reunião teve início com a apresentação do filme As listras da zebra. Na tarde do sábado, várias palestras foram realizadas sobre a perseguição religiosa no mundo e, como ilustração, o DVD O livro perigoso foi projetado. Além disso, os participantes se reuniram para escrever cartas para a jovem Tsehay Desta, da Etiópia.

À noite, o Pr Carlos Alfredo, secretário geral da Missão Portas Abertas, apresentou o conceito bíblico de perseguição e em seguida relatou sua última viagem à Índia e Bangladesh, destacando a situação da Igreja nesses países para cerca de 500 pessoas. O pastor titular da Igreja Batista Betuel, José Geraldo Freitas, encerrou a noite reforçando a importância de cada um dos presentes se envolver com a Igreja Perseguida.

Na noite de domingo, com uma audiência de aproximadamente 1.000 pessoas, o seminário foi encerrado com a pregação do Pr. Carlos Alfredo, que destacou a importância da oração em favor da Igreja Perseguida e desafiou os presentes a dedicar um minuto, por dia, em intercessão pelos cristãos que sofrem perseguição por conta de sua fé.

Durante todo o evento, cerca de 400 pessoas demonstraram interesse em receber a revista Portas Abertas e preencheram a ficha de participação. Além disso, a igreja Batista Betuel decidiu que as mais de 300 células irão incluir um momento de oração pela Igreja Perseguida em seus encontros.

O secretário geral fez um agradecimento especial aos voluntários da Portas Abertas de Minas Gerais pela iniciativa e empenho na realização desse seminário, principalmente ao casal Edimar e Quézia, que liderou o grupo e se dedicou para que mais pessoas conhecessem a causa da Igreja Perseguida. Após chamá-los à frente, o Pr. Carlos Alfredo orou por eles agradecendo a Deus por suas vidas e pelo amor que eles têm demonstrado por aqueles que sofrem por amar a Cristo.


Encontro com os Correspondentes Locais de Minas Gerais

Aproveitando sua estada em Belo Horizonte, o Pr. Carlos Alfredo reuniu-se com os voluntários mineiros na manhã de domingo, em um colégio no bairro de Barreiro. A reunião teve a participação de 35 Correspondentes Locais, além de interessados em ser voluntários. O secretário geral explicou sobre a atual estrutura da Missão Portas Abertas e apresentou o departamento de Expansão e Ministérios, responsável pelo programa de Correspondentes Locais e pelos ministérios Underground e Mulheres do Caminho. Ele também destacou o plano de expansão regional, que visa à ampliação do número de parceiros para 2010. O alvo para Minas Gerais é de 2.400 novas pessoas.

Após responder algumas perguntas, o encontro foi encerrado com uma oração e a foto oficial. Os voluntários sentiram-se animados e desafiados a ampliar o número de cristãos mineiros envolvidos com a Igreja Perseguida.




* Este país não se enquadra entre os 50 mais intolerantes ao cristianismo.


Fonte:www.portasabertas.org.br
Postado em 26 janeiro de 2010

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Ministra Dilma adia legalização de terreiros de umbanda para evitar crise




Ministra Dilma Rousseff


Para o Planalto, é preciso evitar novos embates que possam prejudicar a campanha presidencial

Disposta a evitar novos atritos com evangélicos e a Igreja Católica em ano eleitoral, a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, pré-candidata do PT à Presidência, mandou a Secretaria de Promoção da Igualdade Racial adiar o anúncio do Plano Nacional de Proteção à Liberdade Religiosa. O plano, que prevê a legalização fundiária dos imóveis ocupados por terreiros de umbanda e candomblé e até o tombamento de casas de culto, seria lançado na semana passada, mas na última hora o governo segurou a divulgação, sob o argumento de que era preciso revisar aspectos jurídicos do texto.

O adiamento ocorre na esteira da polêmica envolvendo o Programa Nacional de Direitos Humanos, que pôs o Palácio do Planalto numa enrascada política, provocando crise dentro e fora do governo. Temas controversos, como descriminação do aborto, união civil de pessoas do mesmo sexo e proibição do uso de símbolos religiosos em repartições públicas, foram alvo de fortes críticas, principalmente por parte da Igreja.

Na avaliação do Planalto, é preciso evitar novos embates que possam criar “ruídos de comunicação” e prejudicar a campanha de Dilma. Desde o ano passado, a ministra tem feito todos os esforços para se aproximar tanto de católicos quanto de evangélicos e já percorreu vários templos religiosos.

REAÇÃO

A informação sobre o adiamento do programa pegou de surpresa as comunidades de terreiro. Muitas mães e pais de santo viajaram de longe para assistir à cerimônia e só souberam na hora que haveria ali apenas um debate. “Quando o governo chega na encruzilhada e tem de tomar uma decisão, recua. Será medo? Acho que sim”, protestou Valdina Pinto de Oliveira, do terreiro Tanuri Junsara, de Salvador (BA). Ela foi além e conclamou a comunidade do candomblé a pensar bem em quem vai votar nas eleições de outubro.

Embora a Secretaria da Igualdade Racial tenha informado que a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) é solidária ao plano, a Pastoral Afro-Brasileira assegurou não ter sido consultada sobre seu conteúdo. Atualmente, apenas seis dos cerca de 10 mil terreiros são tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Para o pastor Ronaldo Fonseca, presidente do Conselho Político da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil, o Estado não deve gastar dinheiro com tombamento de templos. “O governo está se envolvendo em polêmicas desnecessárias”, comentou. “Não existe guerra santa aqui e não é inteligente o Estado se preocupar com símbolos religiosos, tombamentos e união de homossexuais. Isso é coisa de marxista”.


Fonte:http://www.jneweb.com.br/
Postado em 25 janeiro de 2010

Missionária da Suíça profetiza para o pastor da Serraria





Missionária da Serraria prega na igreja da Serraria



Sandra Santos veio para o Brasil para casar e deu uma “passadinha” em Maceió

A missionária Sandra Santos (Zurique/Suiça) ministrou a palavra de Deus no culto de doutrina da última sexta-feira (22), na Assembleia de Deus na Serraria, dirigida pelo pastor Joás Clementino. Ela veio ao Brasil para se casar na Bahia. Um dos bons momentos do culto foi quando a mulher foi usada como instrumento de Deus para entregar o recado para o povo.

Um dos que recebeu a palavra quentinha do céu foi o pastor Joás Clementino. Diante da voz do Senhor, o ministro não segurou a emoção.

Logo após a leitura oficial, feita pelo Pr Joás, foi feita uma oração pelo Pb Marcos, e a oportunidade foi dada à missionária Sandra para pregar a palavra de Deus. Ela agradeceu a igreja pela receptividade e convidou o Pb Francisco Balbino para louvar.

A missionária, com muita propriedade, leu em Gn 8.8-11, iniciou a mensagem afirmando a igreja que 2010 era o ano do recomeço em Serraria. “Na arca os passos são medidos, na arca você não pode expandir suas tendas, mas Deus vai te dar esperança de um recomeço na presença d´Ele, a pomba vai trazer um ramo que trará esperança e você sairá da arca para o monte”, declarou a mulher.

Ela ainda profetizou. “ O ano de 2010 não vai acabar como 2009, será diferente. Submeta-se à vontade de Deus e Ele fará coisas diferentes em tua vida”. A partir deste momento foi uma sequência de revelações de Deus, em uma delas o Senhor trouxe de volta um jovem que estava afastado da igreja e que foi atuante desde criança. Deus marcou um recomeço na vida dele e a igreja não conseguia conter as lágrimas.

“Você é mefibosete! Deus te chamou para a mesa”, bradou a missionária para o jovem. Outro tapaz também aceitou Jesus e a missionária concluiu pedindo oração, pois a igreja que coopera em Zurique não tem condições no momento de mantê-la e o esposo no campo e ela aguarda o milagre de Deus.

Estiveram colaborando no culto, com o louvor, o conjunto de senhoras Lírio dos Vales, a União de Mocidade da Assembleia de Deus na Serraria (Umadese), o cantor Saulo (Tabuleiro), além dos cantores locais. Os presbíteros Marcos, Roberto (Farol) e a irmã Rose (Farol) abrilhantaram o culto com as suas presenças.

RETIRO - A igreja em Serraria está na expectativa da realização de mais um Reumadese (Retiro Espiritual da União de Mocidade da Assembleia de Deus em Serraria), que será realizado no período de carnaval e está sendo organizado pelo Ir Josival Canuto.


Fonte:http://www.jneweb.com.br/
Postado em 25 janeiro de 2010

155 são batizados na praia de Maragogi




Batismo reúne centenas na praia de Maragogi



Diante de uma multidão, candidatos desceram as águas em um dos locais mais bonitos de Alagoas

Em um cenário deslumbrante, de encher os olhos de qualquer um, a igreja evangélica Assembleia de Deus promoveu mais um batismo no interior do Estado. Desta vez, 155 pessoas “morreram para o mundo” em Maragogi. Eles desceram às águas numa das praias mais bonitas do litoral norte.

O evento foi acompanhado por centenas de cristãos, que lotaram a orla marítima do município. Eles queriam presenciar uma das ocasiões mais especiais para os seguidores de Cristo na terra.

Antes do batismo, os candidatos se reuniram – já com as roupas apropriadas – no templo assembleiano da cidade. O líder do campo, pastor Ednilson Barbosa, usou a tribuna para dar as últimas instruções aos novos membros da igreja.

Segundo diácono Gedilson Oliveira e irmão Eliseo Marcos, a palavra do pastor tinha duas finalidades. A primeira era orientar e a segunda parabenizar a cada candidato pela importante decisão do batismo nas águas.


Fonte:http://www.jneweb.com.br/
Postado em 25 janeiro de 2010

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Mais de 200.000 presos políticos sofrem em campos de concentração




Kim Jong II inspecionando campos


COREIA DO NORTE (1º) - A Comissão de Direitos Humanos na Coreia (NHRCK) publicou um relatório ontem, na capital de Seoul, dizendo que a Coreia do Norte tem, aproximadamente, 200.000 prisioneiros políticos.


“Descobrimos, por meio de investigações em que recebemos ajuda de outras organizações, que existem seis campos para prisioneiros políticos no país”, afirmou um oficial. “Nesses campos, os prisioneiros são mantidos presos por correntes”.


Quanto à situação geral dos direitos humanos no país, a Comissão não tem dúvidas: “Praticamente todo o tipo de violações de direitos humanos foram cometidas nesses campos de concentração, incluindo a execução secreta de prisioneiros”, sem que haja um julgamento.


Para a NHRCK, “o governo sul-coreano deveria persuadir as autoridades norte-coreanas a resolver esses problemas, por meio da cooperação com organizações de direitos humanos nacionais e estrangeiras”.


Uma fonte local afirmou: “A situação ainda é pior se considerarmos que não há dados oficiais ou não oficiais sobre os prisioneiros. O regime de Kim Jong-il reforça a lei que afirma: ‘se um homem é ladrão, seus filhos e netos também serão’. Com uma teoria tão absurda no Código Penal, as prisões e os campos de concentração se enchem muito rápido”.


Além disso, para o governo em Pyongyang, “qualquer atividade religiosa, exceto a do ‘amado líder’, é um ato de submissão ao imperialismo estrangeiro. Por essa razão, os integrantes de todas as religiões são os mais afetados pela repressão do governo”.


“A crise econômica também contribuiu. As pessoas que ficam sem comer por dias estão prontas para quebrar a lei sem pensar nas consequências.”


Fonte:www.portasabertas.org.br
Postado em de 22 janeiro de 2010

Radicais hindus atacam igreja; 11 cristãos feridos




11 cristãos feridos na Índia



ÍNDIA (26º) - A rede de notícias International Christian Concern (ICC) foi informada de que, no dia 17 de janeiro, extremistas hindus atacaram uma reunião de oração em Udaipur, Rajastha, deixando 11 cristãos gravemente feridos.

Fontes reportam que, por volta das 23h, integrantes do grupo extremista Rashtriya Swayamsavak Sangh invadiram o culto da igreja Faith Calvary armados com porretes, ferros e paus, prontos para agredir o pastor e os membros da igreja.

O diretor e o fundador da igreja, T.M. Omkar, disse que os cristãos tiveram pernas e braços quebrados, e ferimentos na cabeça. As vítimas foram levadas para o hospital do governo, onde receberam tratamento. No entanto, os administradores do hospital se recusaram a entregar os documentos médicos.

“Percebemos que a administração foi pressionada por algum grupo que quer criar problemas para os cristãos. Vamos levar a questão ao tribunal”, disse Omkar.

Os cristãos registraram queixa no dia dos ataques, mas nenhum boletim de ocorrência foi preenchido.

A queixa foi novamente apresentada no dia 19 de janeiro, e dessa vez, o boletim de ocorrência foi registrado na delegacia de Gordhan Bilas. Um policial afirmou que seu distrito policial irá proteger os cristãos de futuros ataques.

A polícia prendeu seis extremistas hindus por perturbação da ordem pública, porte de armas, reunião ilegal e invasão de domicílio.

Os criminosos foram liberados sob fiança no mesmo dia.

Jonathan Racho, diretor do ICC para a África e Sudeste Asiático, disse: “Condenamos os ataques realizados pelos radicais hindus. Pedimos que os oficiais indianos tomem medidas preventivas contra os ataques às minorias cristãs”.


Fonte:www.portasabertas.org.br
Postado em de 22 janeiro de 2010

Ozéias de Paula cantará no templo-sede, na próxima terça




Cantor Ozeias de Paula


Cantor completou neste século 40 anos de louvor


Uma das vozes mais conhecidas na música gospel do país, o cantor Ozéias de Paula estará em Maceió na próxima semana. Ele foi convidado pelo ministério da Assembleia de Deus em Alagoas para louvar ao Senhor no culto de doutrina, do templo-sede, no bairro do Farol.

O anúncio da presença do cantor foi feito na noite desta terça-feira (19) e gerou expectativa pelos membros assembleianos. “Neste culto tive uma surpresa maravilhosa: a presença do cantor Ozéias de Paula na próxima terça-feira. Certamente o culto será uma benção”, comentou a internauta Sandra, numa das matérias publicada no portal AD Alagoas.

Conhecido nacionalmente pelas canções, Ozéias de Paula inspira muitos cristãos para o louvor, onde será possível adorar a Deus, encontrar alento, consolo, edificação espiritual e fé. Alguns casais de namorados usaram a canção “É assim que eu te amo” como uma forma de expressar seus sentimentos.

A trajetória ministerial dele tem sido marcada por milagres, com vidas transformadas pelo poder de Deus. O louvor expressado pelo cantor atravessou fronteiras, ganhou as Américas, Europa, Japão e a África. Ele completou 40 anos de louvor neste século.

Hoje, Ozéias de Paula, ao lado da esposa, Suilã Gomes de Paula, também produtora musical e ajudadora incansável, continua o ministério e carreira buscando manter sua origem que marcou o seu estilo e, acima de tudo, não deixa de buscar inspiração e unção de Deus para abençoar o público com seu repertorio de louvor.


Fonte:http://www.jneweb.com.br/
Postado em de 22 janeiro de 2010

Igreja de Bebedouro comemorou 15 anos do Departamento de Missões



Festa de 15 anos do Departamento de Missões de Bebedouro


A equipe vem apresentando um belíssimo trabalho na congregação e no bairro

O mês de janeiro teve um gosto muito especial para o grupo de missões em Bebedouro. A igreja, liderada pelo Pr. Ricardo Oliveira, comemorou, surpresa, 15 anos da existência da equipe que, brilhantemente, vem apresentando um belíssimo trabalho na congregação e no bairro.

Durante o dia, pela manhã, foi realizada, como é de costume nos domingos do culto de missões, a consagração missionária. Nela, esteve pregando uma senhora muito querida pela congregação, a Irmã Bezinha, conhecida como vovó Bezinha.

A noite foi de festa. O grupo ornamento a igreja para uma festa. A congregação foi pega de surpresa, visto que foi a primeira vez que o grupo comemorou a sua existência num culto festivo. Na lateral, fotos e relatos expunham o serviço prestado pelo grupo durante esses 15 anos de serviço na obra do Senhor.

O pastor da congregação apresentou a diretoria do grupo, liderado pelo Dc. Mariano Siqueira com o Aux. Thiago Ferreira. Antes, porém, o dirigente enfatizou sua alegria em ter um grupo tão dinâmico trabalhando por missões. Lembrou do primeiro culto missionário que ele participou logo quando chegou à congregação e disse da surpresa e encanto com o dinamismo e organização do culto elaborado pelo departamento. Em seguida, foi feita uma oração pelo grupo, pelo Ev. Marcos Viana, que estave visitando a igreja.

MENSAGEM

Convidado pelo grupo, o preletor foi o Pr. Amaro Antônio, dirigente da congregação em Vergel do Lago. Foi na gestão do mesmo, quando pastoreava Bebedouro, que o grupo foi oficializado. Antes disso, existia apenas um pequeno grupo de jovens que se esforçava para fazer o trabalho de conscientização missionária na congregação. O pastor relembrou os momentos que teve quando pastoreava Bebedouro e o início do trabalho realizado pela equipe. Para maiores detalhes sobre a história do grupo, acesse o blog do departamento de missões através do link http://missoesbebedouro.blogspot.com/2010/01/historia-do-demadb_11.html

O preletor ministrou a palavra baseado no Evangelho segundo escreveu São Lucas 4.18. Subordinando ao tema : “O Grande Missionário”. Ao tratar disso, o pregador disse que o grande missionário proclama libertação, restaura vista, põe em liberdade e apregoa o ano aceitável do Senhor. Para concluir sua mensagem, o Pr. Amaro falou da necessidade de fazer missões “Precisamos fazer missões como Jesus fez e ensinou” disse.

BOA NOTÍCIA

Durante o culto, que contou com a presença do Pr. Sebastião, coordenador da Fafiteal foi anunciada a reativação do núcleo teológico na igreja de Bebedouro. O núcleo havia sido desativado por algumas dificuldades, porém, com o desejo do Pr. Ricardo Oliveira, o núcleo será reativado no dia 4 de fevereiro.


Fonte:http://www.jneweb.com.br/
Postado em de 22 janeiro de 2010

FOTOS: Igreja de Bebedouro comemorou 15 anos do Departamento de Missões





















































Fonte:http://www.jneweb.com.br/
Postado em de 22 janeiro de 2010

DINAMI: Dia Nacional de Missões

DINAMI: Dia Nacional de Missões

Janela 10/40 O Maior Desafio Missionário da Atualidade.

Janela 10/40 O Maior Desafio Missionário da Atualidade.

Seguidores

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More